Últimos assuntos
» 666
Seg Jun 26, 2017 9:58 pm por Gessimiel

» Pena de morte para bandidos
Seg Jun 19, 2017 6:50 am por Isaque palazon

» Os 7 (sete) Espíritos de YHWH
Qua Fev 22, 2017 12:16 am por azzi

» Apresente-se aqui
Qua Nov 23, 2016 2:40 pm por Paulo Henrique Gasparino

» Viver em Israel - Imigração
Dom Nov 20, 2016 1:43 pm por Oziel rodrigues

» Judeus Messiânicos e suas heresias.
Sex Out 21, 2016 6:59 am por EderTe

» A "Fé Evangélica" é genuinamente bíblica?
Ter Out 18, 2016 9:35 pm por Roberto Gavazza

» 2 samuel 24:1 x 1 cronicas 21:1
Ter Out 18, 2016 7:17 pm por Roberto Gavazza

» Bnei Noach
Ter Out 18, 2016 3:27 pm por Roberto Gavazza

» Decifrando o Apocalipse
Ter Out 11, 2016 11:05 pm por Gessimiel

Menu
  Add a Favoritos

  Home Page

  Regras do fórum

  Portal

  Fórum

  Registre-se

  Quem somos

  Normas e Dicas

  Estudos biblico

  Mapa de Israel

  História de Israel

  Aula de Hebraico

  Dicionário biblico

  Biblia em Hebraico


Calendário biblico
Estatísticas
Temos 4255 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Gibassan

Os nossos membros postaram um total de 16978 mensagens em 1199 assuntos

Judeus Messiânicos e suas heresias.

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Convidado em Sab Jul 18, 2009 12:30 pm

TOLICES DITAS POR TEÓLOGOS DESPREPARADOS



A paz

Olhem o que eu achei na Net.

O que os amigos têem a dizer?





Autor : Presb. João Tocalino Publicado em : Quinta, 09/07/2009

Judeus Messiânicos e suas heresias.

Judaísmo Messiânico é uma ramificação religiosa que segue as tradições religiosas judaicas, e que também acredita na figura de Yeshua de Nazaré como sendo o Messias esperado pela tradição judaica. Este Yeshua, descendente do rei Davi, que iria reconstruir a nação de Israel e restaurar o reino de Davi, trazendo paz ao mundo.

O moderno Judaísmo Messiânico é um movimento surgido no século XX nos EUA, originado do Hebreu-Cristianismo, nascido na Inglaterra no século XIX. O judaísmo em geral rejeita o Judaísmo Messiânico/Nazareno como sendo um ramo do judaísmo.

Por incrível que pareça, estes grupos Messiânicos são apoiados por Igrejas Evangélicas, que atualmente tem promovido uma aceitação das tradições judaicas, como o uso de músicas e orações em Hebraico. Adotam as festas religiosas judaicas. Usam itens como kipá e talite, além de uso de nomenclatura e termos de origem judaica(como rabino). Mas negam muitas vezes outras tradições judaicas, e alguns aspetos doutrinários da Tora, ou seja, acabam não sendo nem judeus e nem cristãos.

O governo de Israel não reconhece Judeus Messiânicos como Judeus.

Suas principais heresias:

Sobre Yeshua

Yeshua é para os Judeus Messiânicos, o Messias Judeu. O principal grupo Messiânico crê em Yeshua como sendo "A Tora ( Palavra feita carne )" (João 1.14 ). Quanto à Divindade de Yeshua, no entanto os grupos se divergem.

Sobre a Trindade

Alguns refutam a idéia da Trindade, entendendo que YHWH é um apenas. Para isso, baseiam-se em Deuteronômio 6.4, que diz: "Ouve ó Israel, O Eterno nosso YHWH é o Único YHWH. (Para saber mais sobre a Trindade clique aqui)

Os judeus são um povo que apesar de ser povo da Velha Aliança, não se pode negar que são alvorotados contra a cosmovisão do cristianismo. Seu Maior erro foi e é não querer entender a Grande Salvação que o Eterno lhes preparou. Estão esperando o Messias para livrá-los de seus inimigos. Porém não se dão conta de que o que eles aguardam ansiosamente já veio. Eles vão descobrir isto após serem cercados por seus inimigos. Quando não lhes restar outra opção, então reconhecerão que aquele que mataram na cruz, é Este que os livrará de seus inimigos. Não mais o filho de um carpinteiro, o qual pediram para que fosse crucificado, mas o verão como Rei de reis e Senhor dos senhores.

A carta aos Hebreus narra aquilo que os Judeus Messiânicos negam. No capítulo 1.1-9 diz: "Muitas vezes e de muitas formas, YHWH falou no passado a nossos pais por meio dos profetas. Nesta etapa final nos falou por meio de seu Filho, a quem nomeou herdeiro de tudo, por quem criou o universo. Ele é reflexo de sua glória, expressão do seu ser, e tudo sustenta com a Sua Palavra Poderosa. Realizada a purificação dos pecados, sentou-se no céu à direita da Majestade; tão superior aos anjos, quanto é mais excelente o título que herdou. Pois, a qual dos anjos disse alguma vez: Tu és meu filho, eu hoje te gerei ? E em outro lugar: Eu serei para ele um pai, ele será para mim um filho? Da mesma forma, quando introduz no mundo o primogênito, diz: Que todos os anjos o adorem. Aos anjos diz: Ele faz dos ventos seus anjos, das chamas de fogo seus ministros. Ao Filho, ao contrário, lhe diz: Teu trono, Ó YHWH, permanece para sempre, cetro de retidão é teu cetro real. Amaste a justiça, odiaste a iniqüidade; por isso YHWH, o teu YHWH, te ungiu com perfume de festa entre todos os teus companheiros".

O autor da carta aos Hebreus deixa claro no seu conteúdo teológico que Ha Mashiach ( O Messias) é YHWH, superior aos anjos, criador do universo e sustenta todas as coisas pelo seu poder. O próprio YHWH no verso 9, refere-se a Ha Mashiach ( O Messias) como sendo verdadeiro YHWH.
Portanto Judeus Messiânicos cometem os mesmos erros dos antigos israelitas, que no deserto foram rebeldes e de dura cervis. Ainda hoje, continuam rejeitando as verdades mais sublimes. O Messias é o Ha Mashiach ( O Messias), YHWH criador de todas as coisas – A segunda pessoa da Trindade. Porém Judeus e Judeus Messiânicos continuam tropeçando na pedra de tropeço. Ha Mashiach ( O Messias) é o fundamento de todas as coisas animadas e inanimadas.

A palavra YHWH (theos) atribuída a Ha Mashiach ( O Messias), é também no Novo Testamento atribuída a YHWH Pai. Em todos esses trechos a palavra "Deus" é usada para indicar o Criador e governante de tudo.

No Velho Testamento, portanto bem conhecido dos Judeus Messiânicos também apresentam Ha Mashiach ( O Messias) como YHWH. Em Isaías 9.6, Diz:"Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, YHWH Forte..."

O próprio Ha Mashiach ( O Messias) se declara YHWH quando Ele diz: Em verdade, em verdade vos digo:"Antes que Abraão existisse, EU SOU" (João 8.58).

Os líderes judaicos reconheceram de imediato que Ele não estava falando por enigmas nem pronunciando insensatez: quando disse: "EU SOU", estava repetindo as palavras que o Próprio YHWH usou (Êxodos 3.14).

Em relação à doutrina da Trindade, os Judeus Messiânicos não compreendem que não são três deuses, mas Um Só YHWH. Pois os mesmos atributos pertencentes a YHWH, também são pertencentes a Ha Mashiach ( O Messias) e ao Espírito Santo. A Trindade Constitui-se do Pai, Filho e Espírito Santo. Uma só substância, um só elemento e três pessoas distintas na Divindade formando o YHWH Bíblico.

A doutrina da Trindade é uma das mais importantes da fé Cristã. Apesar da palavra Trindade não ser encontrada na Bíblia, podemos em várias passagens do Antigo Testamento, assim como do Novo Testamento, encontrar claramente a percepção que YHWH existe em mais de uma pessoa. Somente quem está com os olhos encobertos pela incredulidade é que não consegue chegar a esta razão, pois a doutrina da Trindade se revela progressivamente na Bíblia. Assim como Ha Mashiach ( O Messias) se revelou na plenitude dos tempos, o conhecimento sobre a Trindade foi um presente de YHWH para a raça humana.

O último verso de 2 Co13.13, mostra claramente a idéia da Trindade, o texto diz: "A graça do Senhor Yeshua Ha Mashiach ( O Messias), e o amor de YHWH, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós.

Portanto os Judeus Messiânicos continuam errando naquilo que tropeçaram. Negam a Ha Mashiach ( O Messias) como sendo YHWH, e não aceitam a YHWH como Trindade. Que o Eterno possa abrir os olhos do entendimento dos Judeus e Judeus Messiânicos, para que compreendam esta tão grande salvação.

O Sábado

Outra bandeira do judaísmo messiânico é a doutrina envolvendo a guarda do sétimo dia. Colocam isso como apenas um dia de celebração, e não mais um ato cerimonial da Lei, mas na questão prática da vida da igreja acabam impondo esse ponto doutrinário.

Algumas considerações aqui se tornam então necessárias:

Em primeiro lugar, a moral sabática não se refere a um dia especifico da semana. Diz que devemos trabalhar seis dias e descansar no sétimo, ou seja, um dia de descanso semanal. No calendário romano cristão o dia de descanso é o Domingo, descansando nele estamos de acordo com a moral sabática – “Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho” (Ex. 20:9).

Segundo, se partirmos do princípio da criação, para construir o calendário, a história se complica. YHWH criou o homem no sexto dia (Gn. 1:26, 27), o sétimo dia da criação foi, portanto, o primeiro dia da semana do homem. Não se justificaria o homem ser criado em um dia e já descansar no próximo. Assim, o sétimo dia de YHWH é o primeiro do homem. Seguindo a semana, de acordo com essa lógica da semana da criação, o dia de descanso do homem seria na Sexta-feira e não o Sábado.

Terceiro, Josué parou o sol pelo período de quase um dia, somando-se a isso o retrocesso do relógio de Acaz, temos um dia inteiro em que o tempo teria ficado parado (Js. 10; Is. 38:8), assim a semana foi alterada e o Sábado virou Domingo!

Quarto, os dias da criação provavelmente não eram dias de 24 h, mas grandes períodos de tempo, pois como Adão teria visto as luminares, se a velocidade da luz das estrelas que vemos demorou milhares de anos para chegar até nós?

Quinto, em qual fuso horário deve-se guardar o Sábado? Pois quando é Sábado em um país é domingo em outro, como resolver essa problemática para que todos no planeta guardem o mesmo shabath de YHWH?

Sexto, o Sábado deveria ser guardado do pôr-do-sol ao pôr-do-sol (Lv. 23:32). Então, como fazem os sabatistas do extremo norte para obedecer a esse mandamento, visto que o sol pode demorar meses para se pôr?

Por último, o próprio YHWH trabalhou no sétimo dia, veja – “Ora, havendo YHWH completado no dia sétimo a obra que tinha feito” (Gn. 2.2). E segundo o evangelho de João Ele nunca parou de trabalhar (cf. Jo. 5.17).

Conclusão

Nesta breve contestação mostramos somente algumas coisas que faz com que o CACP não recomende o Judaísmo Messiânico como um movimento saudável e de evangelização de judeus – como querem alguns, mas como mais um movimento herético que precisa ser rejeitado e refutado.
avatar
Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Admin em Sab Jul 18, 2009 2:21 pm

É com grande prazer que refutaremos os argumentos do Presb. João Tocalino.




JÕAO TOCALINO
<td style="width: 50px;">
<img id="imgAutor" src="http://www.cacp.org.br/images/colunistas/tocalino.jpg" style="border-width: 0px; height: 47px; width: 42px;"></td>
<td style="width: 750px;">
<span id="lblDescricaoAutor" style="font-style: italic;">Bacharel em Teologia</span></td>
</tr>


Presb. João Tocalino escreveu:
O moderno Judaísmo Messiânico é um movimento surgido no século XX nos EUA, originado do Hebreu-Cristianismo, nascido na Inglaterra no século XIX. O judaísmo em geral rejeita o Judaísmo Messiânico/Nazareno como sendo um ramo do judaísmo.

Por incrível que pareça, estes grupos Messiânicos são apoiados por Igrejas Evangélicas, que atualmente tem promovido uma aceitação das tradições judaicas, como o uso de músicas e orações em Hebraico. Adotam as festas religiosas judaicas. Usam itens como kipá e talite, além de uso de nomenclatura e termos de origem judaica(como rabino). Mas negam muitas vezes outras tradições judaicas, e alguns aspetos doutrinários da Tora, ou seja, acabam não sendo nem judeus e nem cristãos.

O governo de Israel não reconhece Judeus Messiânicos como Judeus.

Partindo da mesma premissa poderemos considerar que o cristianismo derivado do catolicismo também não tem valor algum porque a igreja católica apostólica romana não os têem como 'cristãos', mas sim hereges, lembrando que muitas das igrejas evangélicas adotam nomenclaturas utilizadas pelo catolicismo, e até mesmo doutrinas.

Os evangélicos adotaram também as festas pagãs romanas, como por exemplo o natal, que contradiz a própria Escritura que menciona os tempos segundo o calendário judaico existente naquela época e na atual, sendo que o calendário gregoriano surgiu muito depois e nada tem a ver com as Escrituras.

Presb. João Tocalino escreveu:Suas principais heresias:

Sobre Jesus

Jesus é para os Judeus Messiânicos, o Messias Judeu. O principal grupo Messiânico crê em Jesus como sendo "A Tora ( Palavra feita carne )" (João 1.14 ). Quanto à Divindade de Jesus, no entanto os grupos se divergem.

Onde está o erro?

Presb. João Tocalino escreveu:Sobre a Trindade

Alguns refutam a idéia da Trindade, entendendo que Deus é um apenas. Para isso, baseiam-se em Deuteronômio 6.4, que diz: "Ouve ó Israel, O Eterno nosso Deus é o Único Deus.

A Biblia está errada e o Presb. João Tocalino, certo, incrível!!!

Os interessados no assunto poderão acessar nosso estudo sobre a UNIDADE COMPOSTA DO ALTÍSSIMO - aqui e ver que REALMENTE refutamos tal inventado pelo catolicismo.

Presb. João Tocalino escreveu:A carta aos Hebreus narra aquilo que os Judeus Messiânicos negam. No capítulo 1.1-9 diz: "Muitas vezes e de muitas formas, Deus falou no passado a nossos pais por meio dos profetas. Nesta etapa final nos falou por meio de seu Filho, a quem nomeou herdeiro de tudo, por quem criou o universo. Ele é reflexo de sua glória, expressão do seu ser, e tudo sustenta com a Sua Palavra Poderosa. Realizada a purificação dos pecados, sentou-se no céu à direita da Majestade; tão superior aos anjos, quanto é mais excelente o título que herdou. Pois, a qual dos anjos disse alguma vez: Tu és meu filho, eu hoje te gerei ? E em outro lugar: Eu serei para ele um pai, ele será para mim um filho? Da mesma forma, quando introduz no mundo o primogênito, diz: Que todos os anjos o adorem. Aos anjos diz: Ele faz dos ventos seus anjos, das chamas de fogo seus ministros. Ao Filho, ao contrário, lhe diz: Teu trono, Ó Deus, permanece para sempre, cetro de retidão é teu cetro real. Amaste a justiça, odiaste a iniqüidade; por isso Deus, o teu Deus, te ungiu com perfume de festa entre todos os teus companheiros".

O autor da carta aos Hebreus deixa claro no seu conteúdo teológico que Cristo é Deus, superior aos anjos, criador do universo e sustenta todas as coisas pelo seu poder. O próprio Deus no verso 9, refere-se a Cristo como sendo verdadeiro Deus.

Bom, isso ja temos explanado no resumido estudo sobre a UNIDADE COMPOSTA DO ALTÍSSIMO - aqui

Todos os versiculos que demonstraram a unicidade de Yeshua com o Pai estão enquadrados nos Salmos 82:6 que o próprio Yeshua citou em João 10:34.

Presb. João Tocalino escreveu:Portanto Judeus Messiânicos cometem os mesmos erros dos antigos israelitas, que no deserto foram rebeldes e de dura cervis. Ainda hoje, continuam rejeitando as verdades mais sublimes. O Messias é o Cristo, Deus criador de todas as coisas – A segunda pessoa da Trindade. Porém Judeus e Judeus Messiânicos continuam tropeçando na pedra de tropeço. Cristo é o fundamento de todas as coisas animadas e inanimadas.

Não ví nenhum judeu messiânico negando a unicidade de Yeshua com o Pai, apenas negamos o termo católico chamado trindade ou três deuses, uma vez que as Escrituras afirmam que D'us é um e que tudo e todos sobrevivem e existem por meio dEle.

Presb. João Tocalino escreveu:A palavra Deus (theos) atribuída a Cristo, é também no Novo Testamento atribuída a Deus Pai. Em todos esses trechos a palavra "Deus" é usada para indicar o Criador e governante de tudo.
Dê que adianta os sr. João Tocalino citar o grego sendo que todo messiânismo está fundamentado no hebraico, inclusive o próprio Yeshua, discípulos e apóstolos utilizava-se das Escrituras judaicas que é o principal fundamento dos evangelhos? Ver Lucas 24:44.

Presb. João Tocalino escreveu:No Velho Testamento, portanto bem conhecido dos Judeus Messiânicos também apresentam Cristo como Deus. Em Isaías 9.6, Diz:"Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte..."

No hebraico diz que seu nome será El Guibor, Deus vencedor / campeão, ao mesmo tempo que em Exodo 4:16 vemos YHWH estabelecendo Moisés ELOHIM sobre Arão e em salmos 82:6 / João 10:34, novamente, os escritores afirmam que somos ELOHIM por sermos Filho do Altíssimo.

Presb. João Tocalino escreveu:O próprio Cristo se declara Deus quando Ele diz: Em verdade, em verdade vos digo:"Antes que Abraão existisse, EU SOU" (João 8.58).

E o contexto biblico demonstra que ELE É o princípio da criação do Pai:

Ao anjo da igreja de Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus: - Apocalipse 3:14

... e da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dos mortos e o príncipe dos reis da terra. Àquele que nos ama, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados, ... Apocalipse 1:5.


Presb. João Tocalino escreveu:Em relação à doutrina da Trindade, os Judeus Messiânicos não compreendem que não são três deuses, mas Um Só Deus. Pois os mesmos atributos pertencentes a Deus, também são pertencentes a Cristo e ao Espírito Santo. A Trindade Constitui-se do Pai, Filho e Espírito Santo. Uma só substância, um só elemento e três pessoas distintas na Divindade formando o Deus Bíblico.

Viram como o termo trindade é contraditório?

Trindade = 3 deuses, fator que confronta o texto de Deut. 6:4

Unidade Composta = 3 ou mais indivíduos agindo em unidade

Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti. Que eles também sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste. João 17:21



Presb. João Tocalino escreveu:A doutrina da Trindade é uma das mais importantes da fé Cristã. Apesar da palavra Trindade não ser encontrada na Bíblia, podemos em várias passagens do Antigo Testamento, assim como do Novo Testamento, encontrar claramente a percepção que Deus existe em mais de uma pessoa. Somente quem está com os olhos encobertos pela incredulidade é que não consegue chegar a esta razão, pois a doutrina da Trindade se revela progressivamente na Bíblia. Assim como Cristo se revelou na plenitude dos tempos, o conhecimento sobre a Trindade foi um presente de Deus para a raça humana.

A palavra trindade é a mais importante no cristianismo assim como também a mais contraditória e inconforme com o contexto biblico em geral.

Presb. João Tocalino escreveu:O último verso de 2 Co13.13, mostra claramente a idéia da Trindade, o texto diz: "A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós.

Isso é o agir mutuo de Yeshua e o Pai através do estarem unidos através do Espirito Santo (um dos sete espíritos de YHWH) que também nos une a Eles - Ver Apocalipse 3:1 / 4:5 / 5:6.

Presb. João Tocalino escreveu:Portanto os Judeus Messiânicos continuam errando naquilo que tropeçaram. Negam a Cristo como sendo Deus, e não aceitam a Deus como Trindade. Que o Eterno possa abrir os olhos do entendimento dos Judeus e Judeus Messiânicos, para que compreendam esta tão grande salvação.

Novamente afirmo, não existem três deuses no poder, mas dois individuos agindo em harmonia, num mesmo espírito.


Última edição por Admin em Sab Jul 18, 2009 3:20 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Admin
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 244

Cidade Cidade : ישראל

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 14/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Admin em Sab Jul 18, 2009 3:15 pm

Presb. João Tocalino escreveu:O Sábado

Outra bandeira do judaísmo messiânico é a doutrina envolvendo a guarda do sétimo dia. Colocam isso como apenas um dia de celebração, e não mais um ato cerimonial da Lei, mas na questão prática da vida da igreja acabam impondo esse ponto doutrinário.

Algumas considerações aqui se tornam então necessárias:

Em primeiro lugar, a moral sabática não se refere a um dia especifico da semana. Diz que devemos trabalhar seis dias e descansar no sétimo, ou seja, um dia de descanso semanal. No calendário romano cristão o dia de descanso é o Domingo, descansando nele estamos de acordo com a moral sabática – “Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho” (Ex. 20:9).

Então fica explicado que o que vale são as determinações papal, do catolicismo romano recheadas de conveniências pessoais, lógico. O que YHWH disse não tem valor, somente o que a IGREJA CATÓLICA ESTIPULOU, e os judeus messiânicos que estão errados.

Presb. João Tocalino escreveu:Segundo, se partirmos do princípio da criação, para construir o calendário, a história se complica. Deus criou o homem no sexto dia (Gn. 1:26, 27), o sétimo dia da criação foi, portanto, o primeiro dia da semana do homem. Não se justificaria o homem ser criado em um dia e já descansar no próximo. Assim, o sétimo dia de Deus é o primeiro do homem. Seguindo a semana, de acordo com essa lógica da semana da criação, o dia de descanso do homem seria na Sexta-feira e não o Sábado.

Parece-me que o teólogo desconhece verdadeiramente as Escrituras, pois, em Gênesis 2:15, 19 e 20 vemos que logo após o homem ser criado, YHWH já tinha designado trabalho para ele que foi o nomear todos os animais, além de lavrar e guardar o jardim do Édem, e depois disso YHWH criou o shabat, que foi feito por causa do homem, ou seja, " Então lhes disse: O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado. Marcos 2:27.

Logo, realmente não tinha lógica YHWH criar um dia de descanso para o homem sendo que ele ainda não havia trabalhado e o dia de descanso, o sétimo criado por YHWH, e santificado por Ele.

Presb. João Tocalino escreveu:Terceiro, Josué parou o sol pelo período de quase um dia, somando-se a isso o retrocesso do relógio de Acaz, temos um dia inteiro em que o tempo teria ficado parado (Js. 10; Is. 38:8), assim a semana foi alterada e o Sábado virou Domingo!

Êêêêiiita, ele esqueceu que se o tempo ficou parado, logicamente o sábado também, sería impossível o dia ficar parado ao mesmo tempo em que o tempo corria.

Ele realmente é entendido no assunto segundo os interesses próprios.

Presb. João Tocalino escreveu:Quarto, os dias da criação provavelmente não eram dias de 24 h, mas grandes períodos de tempo, pois como Adão teria visto as luminares, se a velocidade da luz das estrelas que vemos demorou milhares de anos para chegar até nós?

Isso é uma suposição, portanto não poderá ser usada para invalidar as determinações de YHWH.

Presb. João Tocalino escreveu:Quinto, em qual fuso horário deve-se guardar o Sábado? Pois quando é Sábado em um país é domingo em outro, como resolver essa problemática para que todos no planeta guardem o mesmo shabath de Deus?

Segundo o fuso horário biblico, ou seja, no ocaso, no momento em que o sol se põe por completo, ver Leviticos 23:32.

Ele questionou e acabou respondendo abaixo, logo ele sabe que o argumento por ele mesmo utilizado é inútil.

Presb. João Tocalino escreveu:Sexto, o Sábado deveria ser guardado do pôr-do-sol ao pôr-do-sol (Lv. 23:32). Então, como fazem os sabatistas do extremo norte para obedecer a esse mandamento, visto que o sol pode demorar meses para se pôr?

E como fará os abolicionistas do sábado para descansar no sétimo dia após o sexto trabalhado sem pecar contra suas proprias doutrinas? Como ele saberá qual é o domingo ou a segunda-feira, uma vez que que o sol pode demorar meses para se pôr?

Presb. João Tocalino escreveu: Por último, o próprio Deus trabalhou no sétimo dia, veja – “Ora, havendo Deus completado no dia sétimo a obra que tinha feito” (Gn. 2.2). E segundo o evangelho de João Ele nunca parou de trabalhar (cf. Jo. 5.17).

Pois é, e o que ele criou no sétimo dia????

Bom, pra quem não sabe, então deixo a resposta:

No sétimo dia, o shabat, YHWH criou o descanso.

Presb. João Tocalino escreveu: Conclusão

Nesta breve contestação mostramos somente algumas coisas que faz com que o CACP não recomende o Judaísmo Messiânico como um movimento saudável e de evangelização de judeus – como querem alguns, mas como mais um movimento herético que precisa ser rejeitado e refutado.

Conclusão

Nesta breve refutação demonstramos quão despreparados são os teólogos do CACP que deram uma aula de desconhecimento e dexcontextuação biblica.



JUDEU MESSIÂNICO COM MUITO PRAZER

Orai pela paz de Jerusalém.


avatar
Admin
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 244

Cidade Cidade : ישראל

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 14/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Prisca em Dom Jul 19, 2009 4:24 pm

A paz do Senhor a todos!!!

Vou colocar aqui uma parte de subsidio de lições da CPAD (Casa Publicadora das Assembléias de Deus).

Movimento judaizante

Perigoso desvio tem levado alguns irmãos a uma postura para com Israel que chega à idolatria. Não é um toque de shofar (instrumento musical feito de chifre de carneiro ou antílope) ou a presença de uma menorah (candelabro de sete lâmpadas de ampla simbologia) que torna uma igreja judaizante.

Também as festas, quando tomadas como recurso que possa propiciar ao povo um ensino da simbologia veterotestamentária e sua aplicação à experiência cristã, não constituem um problema em si mesmas. Ainda parece melhor realizar uma celebração sob inspiração bíblica, seja ela uma “Festa da grande pesca” ou “Festa da volta do filho pródigo”, do que adotar costumes pagãos, transportando-os para o seio da Igreja. O cuidado especial que se deve ter é jamais desviar o foco das verdadeiras e mais significativas de nossas celebrações: o Batismo e a Santa Ceia.

3.1. Exageros e Contradições
O problema do uso de objetos como Kippah (cobertura para a cabeça) e o talid (manto judeu de orações), além das festas judaicas, é que, por trás do uso, se esconde a substituição da graça pelo ritual religioso.

A ênfase do cerimonial do culto disfarça a prevalência da forma. A forma tende a substituir a essência, principalmente quando alcança status salvífico.

Grupos há que iniciaram por estabelecer as festas judaicas como eventos isolados, como eventos estratégicos para o ensino e a evangelização.

A prática, quando não administrada com sabedoria, leva ao que aconteceu com tais grupos: o que era eventual tornou-se calendário eclesiástico; outras práticas foram acrescentadas; chegaram à obrigatoriedade da circuncisão. Existem mesmo os que julgam que para invocar Deus é mister fazer uso de seus nomes em hebraico. Proíbem o nome de Jesus, exigindo sua forma hebraica Yeshua.

Ainda é necessário dizer que as águas do Jordão não lavam pecados e que o óleo vindo de Israel não tem mais poder do que um óleo de outra procedência, sendo um símbolo da unção de Deus, derramada do alto.

O apego à forma era a prática farisaica nos dias de Jesus. Mesmo entre os nascidos de novo houve aqueles que se apegaram às antigas práticas e deram trabalho a Paulo em seu ministério aos gentios. O grupo de judaizantes, desde então, tem provocado polêmica. Pior do que isso, tem despertado no coração de líderes zelosos aversão por tudo que diga respeito aos judeus, com prejuízo do que se poderia adquirir num contato equilibrado e firme em sua ortodoxia.

Prisca
Desativado
Desativado

Mensagens Mensagens : 962

Cidade Cidade : Lugar Inserto Não Sabido

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 12/02/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Prisca em Dom Jul 19, 2009 4:41 pm

Ai meu Deus...
Está sendo mesmo muito bom pra mim fazer parte deste forum eu não sabia que existe tanta ignorância da nossa parte quanto a vocês judeus...
Estou aprendendo muito...mas por favor tenham paciência com todos nós a nossa ignorância era pior mas graças a Deus isto está mudando.
Quanto ao sábado, fica dificil pra cultura que foi estabelecida no nosso país mudar...somos o segundo país mais católico do mundo.
Não é que seguimos as ordens do papa é a que o domingo já se tornou cultura e mesmo o domingo as vezes trabalhamos como em dia comum.Hoje se eu falar para o meu chefe não trabalharei nunca no sábado ou no domingo (quando ele precisa que o pessoal vá) ele vai pensar que eu não quero cooperar e poderei ser demitida como já vi acontecer na empresa.Se eu dizer para minha mãe que não ajudarei ela em casa por que é sábado ou domingo ela vai brigar comigo...Muita coisa já não é a questão do papa ou sei lá de quem mais é da cultura aqui. :vergonh:

Prisca
Desativado
Desativado

Mensagens Mensagens : 962

Cidade Cidade : Lugar Inserto Não Sabido

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 12/02/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Admin em Dom Jul 19, 2009 5:28 pm

Prisca escreveu:A paz do Senhor a todos!!!

Vou colocar aqui uma parte de subsidio de lições da CPAD (Casa Publicadora das Assembléias de Deus).

Movimento judaizante

Perigoso desvio tem levado alguns irmãos a uma postura para com Israel que chega à idolatria. Não é um toque de shofar (instrumento musical feito de chifre de carneiro ou antílope) ou a presença de uma menorah (candelabro de sete lâmpadas de ampla simbologia) que torna uma igreja judaizante.

Também as festas, quando tomadas como recurso que possa propiciar ao povo um ensino da simbologia veterotestamentária e sua aplicação à experiência cristã, não constituem um problema em si mesmas. Ainda parece melhor realizar uma celebração sob inspiração bíblica, seja ela uma “Festa da grande pesca” ou “Festa da volta do filho pródigo”, do que adotar costumes pagãos, transportando-os para o seio da Igreja. O cuidado especial que se deve ter é jamais desviar o foco das verdadeiras e mais significativas de nossas celebrações: o Batismo e a Santa Ceia.

3.1. Exageros e Contradições
O problema do uso de objetos como Kippah (cobertura para a cabeça) e o talid (manto judeu de orações), além das festas judaicas, é que, por trás do uso, se esconde a substituição da graça pelo ritual religioso.

A ênfase do cerimonial do culto disfarça a prevalência da forma. A forma tende a substituir a essência, principalmente quando alcança status salvífico.

Grupos há que iniciaram por estabelecer as festas judaicas como eventos isolados, como eventos estratégicos para o ensino e a evangelização.

A prática, quando não administrada com sabedoria, leva ao que aconteceu com tais grupos: o que era eventual tornou-se calendário eclesiástico; outras práticas foram acrescentadas; chegaram à obrigatoriedade da circuncisão. Existem mesmo os que julgam que para invocar Deus é mister fazer uso de seus nomes em hebraico. Proíbem o nome de Jesus, exigindo sua forma hebraica Yeshua.

Ainda é necessário dizer que as águas do Jordão não lavam pecados e que o óleo vindo de Israel não tem mais poder do que um óleo de outra procedência, sendo um símbolo da unção de Deus, derramada do alto.

O apego à forma era a prática farisaica nos dias de Jesus. Mesmo entre os nascidos de novo houve aqueles que se apegaram às antigas práticas e deram trabalho a Paulo em seu ministério aos gentios. O grupo de judaizantes, desde então, tem provocado polêmica. Pior do que isso, tem despertado no coração de líderes zelosos aversão por tudo que diga respeito aos judeus, com prejuízo do que se poderia adquirir num contato equilibrado e firme em sua ortodoxia.


Prisca


Acabamos de ver um comentário mais sensato, pois o problema está nas imposições de certos extremistas que acabam por aprender o certo e tentem a forçar os outros a seguirem suas práticas.

Se alguma denominação deseja utilizar os principios judaicos, que também eram observados por Yeshua, discipulos e apostolos, não ha problema algum, o unico detalhe é que poderão causar escândalos dentro do judaismo por causa da tamanha tradição adotada pelos judeus quanto a utilização de muitos dos objetos.

Também não tem nada a ver tocar um shofar na igreja quando se julgar conveniente uma vez que tal instrumento somente era tocado nas santas convocações, em datas pré-estabelecidas.

Concordo plenamente que o óleo da unção fabricado em Israel não tem poderes especiais e muito menos a água do rio Jordão, colocar a fé em tais objetos é idolatria, devemos entender que o poder está nas mãos de YHWH e é Ele (Bendito Seja) que poderá efetuar o milagre e atender a oração do crente.

Muitos estão saindo de um extremo para ir ao outro, ou seja, trocam 6 por meia dúzia.


Outrossim, está errado criticarem os verdadeiros judeus messiânicos por causa de individuos exaltados que deixam suas denominações para abraçar o j.m. e passam a impor o que aprendem, como faziam em suas ex-denominações.


avatar
Admin
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 244

Cidade Cidade : ישראל

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 14/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Convidado em Seg Jul 20, 2009 9:07 pm

Prisca escreveu:
Quanto ao sábado, fica dificil pra cultura que foi estabelecida no nosso país mudar...somos o segundo país mais católico do mundo.
Não é que seguimos as ordens do papa é a que o domingo já se tornou cultura e mesmo o domingo as vezes trabalhamos como em dia comum.Hoje se eu falar para o meu chefe não trabalharei nunca no sábado ou no domingo (quando ele precisa que o pessoal vá) ele vai pensar que eu não quero cooperar e poderei ser demitida como já vi acontecer na empresa.Se eu dizer para minha mãe que não ajudarei ela em casa por que é sábado ou domingo ela vai brigar comigo...Muita coisa já não é a questão do papa ou sei lá de quem mais é da cultura aqui. :vergonh:

Esquenta a cabeça não, Prisca.

No final a culpa é do catolicismo mesmo, Deus já havia avisado isso para o profeta Daniel (se não me engano), que viria o tempo em que mudariam os tempos e as leis e profanariam o nome Dele.

Xô doutrinas católicas :banido:
avatar
Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Xan Berg em Qua Jul 22, 2009 7:33 pm





Autor : Presb. João Tocalino Publicado em : Quinta, 09/07/2009

Judeus Messiânicos e suas heresias.

Judaísmo Messiânico é uma ramificação religiosa que segue as tradições religiosas judaicas, e que também acredita na figura de Jesus de Nazaré como sendo o Messias esperado pela tradição judaica. Este Jesus, descendente do rei Davi, que iria reconstruir a nação de Israel e restaurar o reino de Davi, trazendo paz ao mundo.

O moderno Judaísmo Messiânico é um movimento surgido no século XX nos EUA, originado do Hebreu-Cristianismo, nascido na Inglaterra no século XIX. O judaísmo em geral rejeita o Judaísmo Messiânico/Nazareno como sendo um ramo do judaísmo.

Por incrível que pareça, estes grupos Messiânicos são apoiados por Igrejas Evangélicas, que atualmente tem promovido uma aceitação das tradições judaicas, como o uso de músicas e orações em Hebraico. Adotam as festas religiosas judaicas. Usam itens como kipá e talite, além de uso de nomenclatura e termos de origem judaica(como rabino). Mas negam muitas vezes outras tradições judaicas, e alguns aspetos doutrinários da Tora, ou seja, acabam não sendo nem judeus e nem cristãos.

O governo de Israel não reconhece Judeus Messiânicos como Judeus.



Bom, como o Admin já refutou, creio não ser necessário o fazer novamente, apesar de que poderia refutar duplamente por outro ângulo. Vou me ater somente na primeira questão.

Vejamos que interessante, o bacharel, sr. João Tocalino, tentou invalidar o judaísmo messiânico baseado no argumento de que o governo de Israel não o reconhece como parte real do judaísmo, muito bem.

Se o judaísmo ortodoxo é o responsável pelo não reconhecimento do judaísmo messiânico, e consequentemente o judaísmo messiânico não tem valor por determinação dos ortodoxos, sendo eles as autoridades portadores da verdade absoluta, concluímos que o bacharel acabou por dizer, nas entrelinhas, que todo o cristianismo também é invalido, o messianismo de Yeshua é balela e o próprio judeu Yeshua era um impostor, juntamente com seus discípulos.



avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 40

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

judeus messiânicos e suas heresias

Mensagem por Altamiro em Seg Ago 03, 2009 1:47 am

Não desejo estabelecer discussões sobre tema envolvendo a Igreja evangélica, pois basta de tantas divisões. Particularmente acredito que D-us tem um propósito para a Igreja, e aí estou referindo-me a uma igreja que está restaurando suas raizes judaicas.

Acreditar que o judaismo messianico é uma fraude é desacreditar na igreja do primeiro século, onde Yeshua, Jesus, o que é judeu, citava a Toráh, observava as festas bíblicas e guardava o shabat. Pode ser até que uma igreja protestante não acredite nisso, agora negar essas verdades é desconhecer o NT.

Toda mudança na crença, liturgia hoje admitida pelas igrejas tidas como cristãs são originárias da Igreja católica, onde muitas inovações foram estabelecidas a partir do ano 325 com o concílio de Nicéia. O estabelecimento do conceito da trindade,o domingo em lugar do sábado, festas pagãs como o Natal, e outras são de orígens pagãs.

A evangelização dos judeus por grupos ditos cristãos é muito difícil, pois como é que um judeus vai acreditar que o Eterno estabelece uma lei, e seu filho ensina a desobedecê-la? Como o Eterno manda guardar o shabat, aí Jesus anula e passa a ser o domingo? meu querido irmão, tais manipulações não funcionam mais!

Por fim, cuide bem dos judeus, pois a palavra de D-us diz que a salvação vem dos judeus, não de uma igreja dividida, com crenças diferentes uma das outra, que seguem a um Jesus formatado pelo catolicismo e não nos moldes da Igreja do primeiro século. Deixem os messiânicos falar de Yeshua para os Judeus, pois falarão de um Jesus judeu e perfeitamente identificado com a toráh.
Alechem - Paz seja convosco
Dr. Altamiro de Paiva
www.comunidadebethshalom.com

Altamiro
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 4

Idade Idade : 71

Cidade Cidade : Natal-Rn

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 03/08/2009


http://www.comunidadebethshalom.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

JUDEUS MESSIÂNICOS E SUAS "HERESIAS"

Mensagem por O PROVENÇAL em Seg Ago 03, 2009 12:17 pm

Amigo presbiteriano,

Refreie sua ira contra os judeus messiânicos. Sou católico e lembro que o primeiro rompimento com a doutrina da Igreja se deu em 1535 com Lutero e prosseguiu de forma ainda pior com Calvino, fundandor dos presbiterianos.
A Igreja Católica jamais mudou sua doutrina. Ela é a mesma desde o dia de Pentecostes. Muitos absurdos são arremessados contra o catolicismo. Quando os protestantes, como vc, arremessam pedras contra nós, nem sequer conhecem a nossa doutrina. Nos caluniam dizendo que "criamos" doutrinas em "concílios", quando o concílio acontece para reafirmar uma verdade de fé, quando se vê o perigo da confusão de doutrina, em determinado ponto, espalhado pelos que discordam e protestam, saindo da comunhão com o sucessor de Pedro.
A Doutrina da Igreja é sua alma. Seu corpo são os fiéis. Esses são culpados de usar mal a doutrina e quando fazem isto, apesar de católicos e até padres, estão fora da doutrina. A nefasta união entre Estado e Igreja, felizmente há muito tempo abandonada, como instituição, fez com que muitos desmandos fossem realizados em nome da Igreja, contrariando inteiramente a sua doutrina.
Lutero, um homem obscecado pela sua vontade de "ter certeza da Salvação", pregou o "arbítrio escravo" e a "Salvação somente pela fé", duas heresias absurdas que continuam enganando os irmãos separados. Fez isto porque era o único modo que tinha para ter a sua "certeza".
Ora, a Bíblia está cheia de livre arbítrio, está cheia da necessidade de boas obras para a salvação, mas esses textos os "pastores" não lêem. Não acreditam em "toda a bíblia", mas naquilo que lhes interessa para dar certeza de que são um povo "eleito", ou seja: "Já estamos salvos".
Nada disso é novidade.A Igreja dos primeiros séculos enfrentou as mesmíssimas heresias. Valdenses, pelagianistas, arianistas, monofisistas, anabatistas, donatistas, para citar apenas algumas. Todas essas heresias que grassaram desde o séulo II da era do cristianismo estão, hoje, assentadas de cal e pedra, nas chamadas Igrejas protestantes, evangélicas, neo-pentecostais. O advento dos Cátaros, ou "puros", no século III, foi o "ovo da serpente" para o renascimento da famigerada "Cereteza da Salvação somente pela fé". Os Cátaros queriam se sentir "puros" para terem cereteza de suas próprias salvações...Satanás acredita em Deus e no Messias e não está salvo...Há judeus que nos detestam, mas isto não é ensinamento da Bíblia que eles seguem, que é a Torah, os profetas, etc..Daí não se pode condenar a doutrina do judaísmo em si, como não se pode condenar a doutrina católica em si.Os Judeus vieram primeiro, depois, nós, católicos, e por último, voces, como dissidência nossa. Só que, dentro da crença de que Jesus é o Messias, nós temos respostas para tudo o que fazemos, porque consideramos a bíblia toda, inclusive o Novo Testamento, e não ficamos a escolher versículos, distorcendo a lógica do ensinamento como verdade inteira. Se tivessemos apenas o Antigo Testamento, certamente acreditaríamos no judaísmo oficial dos dias de hoje.
Para um judeu é muito difícil acreditar na Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo) porque Israel recita a Shema através dos milênios. A enfase que se dá no Deus Único foi uma necessidade de época, uma vez que Israel era um povo (e ainda é) de pequeno número, vivendo entre uma esmagadora maioria de pagãos que tinha deuses para tudo e havia o perigo da influência.
Tenho, hoje, um grande amigo judeu. Ele diz que Jesus foi um impostor. Continua sendo meu amigo. Encontro nele grandes qualidades que não encontro em muitos cristãos. Ele diz o mesmo: Encontro muitas qualidades em vc que não encontro em muitos judeus.
Portanto, amizade é isto: Esse amigo judeu veio a minha casa certa vez e recomendei a minha esposa que não servisse carne, apenas comida que os judeus consideram, de certa forma, Kosher. Eu disse: Há coisas que ele não pode comer. Ponha queijo, patê de alho, suco de uva..
Isto é amar, é ser amigo, é respeitar a crença do próximo.
Não somos "donos da verdade", nem sequer devemos "sair" para outra religião que não seja aquela em que nascemos. A não ser que nossos pais nos tenham criado sem nenhuma e aí teríamos que escolher alguma. Sou contra o proselitismo tão apregoado pelos protestantes, principalmente os "evangélicos e neo-pentecostais". Temos lógica naquilo que pensamos. Há dogmas que temos, mas todos tem fundamento. Exemplo: Para nós, Miriam, a mãe de Jesus, nasceu sem pecado original (descrito na passagem de Adão e Eva no Gênesis). Daí que chamamos Miriam, de Imaculada, e isto foi afirmado num Concílio, só que todos já acreditavam nisso e só faltava oficializar a fé.Miriam foi concebida sem o pecado original porque Jesus, que dela nasceu, não poderia ter este pecado, do qual não nos livramos inteiramente, nem mesmo pelo batismo, do contrário, Jesus não poderia se imolar pelos nossos pecados (A vítima pascal por excelência). Só sendo inteiramente puro, Jesus poderia arcar com todos os pecados da humanidade: Passados, presentes e futuros.Portanto, Miriam não foi isenta do pecado original por si e sim pela necessidade de fazer Jesus nascer sem pecado. Mesmo assim, foi único ser humano, na face da terra, que foi concebido sem pecado.Daí deriva a honra que a Igreja Católica dedica a mãe do Senhor.
A Trindade é um mistério: São três pessoas distintas porém inseparáveis num único Deus.É como três palitos de fósforo acessos reunidos em uma única chama, que é Deus. Eles podem estar juntos ou separados, mas a chama, Deus, é única em cada um deles.
A verdade tem o seu tempo. Dar tempo ao tempo e amar é o que devemos fazer.Lembre-se de que não somos judeus e não tivemos que recitar a Shema através dos milênios..
Vc há de perguntar: Por que, só de 1535 para cá houve a separação ? Simples: O advento da imprensa em 1492, colocou a bílbia na mão de todos, inclusive dos albigeneses, cátaros, valdenses, monofisitas, todos os que eu citei, todos de plantão desde a origem do cristianismo, todos professando crenças inteiramente contrárias entre si. Antes, era preciso pagar muito caro para um copista monje, uma vez que o trabalho era exaustivo, daí que havia uma seleção natural do leitor, ou seja, só quem tinha educação tinha o dinheiro para solicitar uma cópia e não estava interessado em escolher entre versículos e criar doutrinas diferentes daquilo que realmente está Nela pregado.Voce imagine o afã de alguém querendo "descobrir a pólvora" numa bíblia editada, nas primeiras vezes, esquecendo-se que aquilo foi estudado milhares de vezes por quinze séculos, e sem nenhum interresse por determinada conclusão !!
Alíás, outro dia teve um comentário sobre a eleição de um ex-soldado da SS de Hitler para Papa (Bento XVI). Bem..Eu prefiria mil vezes o JPII, mas que posso fazer ? Espero que este Papa seja tão transparente quanto o seu antecessor.

Paz e Bem,
O Provençal

O PROVENÇAL
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 2

Cidade Cidade : Rio de Janeiro

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 03/08/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Admin em Seg Ago 03, 2009 7:38 pm

O PROVENÇAL escreveu:
A Igreja Católica jamais mudou sua doutrina. Ela é a mesma desde o dia de Pentecostes.

amigo, O PROVENÇAL.

Seja bem-vindo em nosso fórum.

O dia de petecostes ocorreu em Jerusalém, e ocorre até os dias atuais, ou seja, Shavuot (Pentecostes) é uma das Festas de Peregrinação, junto com Pessach (Páscoa) e Sucot (Tabernáculos). Na época do Templo, estas festividades eram celebradas em Jerusalém, à qual chegavam judeus de todas as partes de Israel e dos países vizinhos, especialmente para comemorar a ocasião.

O catolicismo romano não pode ter sido fundado neste dia, caso contrário, o nome de tal denominação seria Igreja Catolica Apostólica judaica ou de Jerusalém e sua Sede seria aqui em Israel, e não em Roma.

O catolicismo romano sempre foi uma religião pagã que, em determinado tempo, absorveu os personagens judaico e parte de suas crenças judaica.


O PROVENÇAL escreveu:
Ora, a Bíblia está cheia de livre arbítrio, está cheia da necessidade de boas obras para a salvação, mas esses textos os "pastores" não lêem. Não acreditam em "toda a bíblia", mas naquilo que lhes interessa para dar certeza de que são um povo "eleito", ou seja: "Já estamos salvos".

Neste ponto em concordo com sua crítica.


O PROVENÇAL escreveu:

Só que, dentro da crença de que Jesus é o Messias, nós temos respostas para tudo o que fazemos, porque consideramos a bíblia toda, inclusive o Novo Testamento,....


Se a doutrina católica realmente considerasse a bíblia como um todo, com certeza não veríamos tantas práticas condenáveis por YHWH sendo observadas pelos fiéis católicos , principalmente dentro da própria igreja.

O PROVENÇAL escreveu:
Para um judeu é muito difícil acreditar na Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo) porque Israel recita a Shema através dos milênios. A enfase que se dá no Deus Único foi uma necessidade de época, uma vez que Israel era um povo (e ainda é) de pequeno número, vivendo entre uma esmagadora maioria de pagãos que tinha deuses para tudo e havia o perigo da influência.
Tenho, hoje, um grande amigo judeu. Ele diz que Jesus foi um impostor.

Muitos judeus consideram Yeshua um impostor por causa que as doutrinas cristãs extrairam-no do judaísmo juntamente com seus seguidores e torceram as palavras de seus discípulos e apóstolos a ponto de contradizê-los. Enquanto os judeus virem o Jesus pintado pela doutrina cristã, pode ter certeza que o tal será considerado um impostor. A partir do momento que os judeus passam a estudar a Nova Aliança desconsiderando a doutrina cristã e considerando o fundamento de TODA a escritura, que é a Torah, profeta, salmos e escritos, a situação muda completamente, pois tanto Yeshua como seus seguidores sempre tiveram suas crenças e bases no Tanach, que é os livros que os cristãos erroneamente chamam de Velho Testamento.

O PROVENÇAL escreveu: Portanto, amizade é isto: Esse amigo judeu veio a minha casa certa vez e recomendei a minha esposa que não servisse carne, apenas comida que os judeus consideram, de certa forma, Kosher. Eu disse: Há coisas que ele não pode comer. Ponha queijo, patê de alho, suco de uva..
Isto é amar, é ser amigo, é respeitar a crença do próximo.

Belo procedimento.

Da mesma forma os cristãos deveriam proceder na sexta-feira santa (segundo o catolicismo) e respeitar os católicos ao invés de aproveitar tal dia para fazer um churrascão "por pirraça".

O PROVENÇAL escreveu:
Não somos "donos da verdade", nem sequer devemos "sair" para outra religião que não seja aquela em que nascemos.

A religião em sí se tornou um fruto maléfico, o que os lideres falam é acatado pelos seguidores que não se preocupam nem um pouquinho em conferir se o que ouviram é realmente verdade.

Os judeus são cheios de explicações que acabam se contradizendo num determinado ponto e o mesmo ocorre dentro do cristianismo em geral.


O PROVENÇAL escreveu: Para nós, Miriam, a mãe de Jesus, nasceu sem pecado original (descrito na passagem de Adão e Eva no Gênesis). Daí que chamamos Miriam, de Imaculada, e isto foi afirmado num Concílio, só que todos já acreditavam nisso e só faltava oficializar a fé.Miriam foi concebida sem o pecado original porque Jesus, que dela nasceu, não poderia ter este pecado, do qual não nos livramos inteiramente, nem mesmo pelo batismo, do contrário, Jesus não poderia se imolar pelos nossos pecados (A vítima pascal por excelência). Só sendo inteiramente puro, Jesus poderia arcar com todos os pecados da humanidade: Passados, presentes e futuros.Portanto, Miriam não foi isenta do pecado original por si e sim pela necessidade de fazer Jesus nascer sem pecado.

Poderia, por gentileza, citar apenas os textos biblicos que a doutrina católica utiliza em tal argumento?



O PROVENÇAL escreveu:
A Trindade é um mistério: São três pessoas distintas porém inseparáveis num único Deus.É como três palitos de fósforo acessos reunidos em uma única chama, que é Deus. Eles podem estar juntos ou separados, mas a chama, Deus, é única em cada um deles.

Sugiro que dê uma lidinha no link abaixo

http://torahweb.forumbrasil.net/Unidade-Composta-h19.htm



avatar
Admin
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 244

Cidade Cidade : ישראל

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 14/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Admin em Seg Ago 03, 2009 7:43 pm

Altamiro escreveu:Não desejo estabelecer discussões sobre tema envolvendo a Igreja evangélica, pois basta de tantas divisões. Particularmente acredito que D-us tem um propósito para a Igreja, e aí estou referindo-me a uma igreja que está restaurando suas raizes judaicas.

Acreditar que o judaismo messianico é uma fraude é desacreditar na igreja do primeiro século, onde Yeshua, Jesus, o que é judeu, citava a Toráh, observava as festas bíblicas e guardava o shabat. Pode ser até que uma igreja protestante não acredite nisso, agora negar essas verdades é desconhecer o NT.

Toda mudança na crença, liturgia hoje admitida pelas igrejas tidas como cristãs são originárias da Igreja católica, onde muitas inovações foram estabelecidas a partir do ano 325 com o concílio de Nicéia. O estabelecimento do conceito da trindade,o domingo em lugar do sábado, festas pagãs como o Natal, e outras são de orígens pagãs.

A evangelização dos judeus por grupos ditos cristãos é muito difícil, pois como é que um judeus vai acreditar que o Eterno estabelece uma lei, e seu filho ensina a desobedecê-la? Como o Eterno manda guardar o shabat, aí Jesus anula e passa a ser o domingo? meu querido irmão, tais manipulações não funcionam mais!

Por fim, cuide bem dos judeus, pois a palavra de D-us diz que a salvação vem dos judeus, não de uma igreja dividida, com crenças diferentes uma das outra, que seguem a um Jesus formatado pelo catolicismo e não nos moldes da Igreja do primeiro século. Deixem os messiânicos falar de Yeshua para os Judeus, pois falarão de um Jesus judeu e perfeitamente identificado com a toráh.
Alechem - Paz seja convosco
Dr. Altamiro de Paiva
www.comunidadebethshalom.com


Dr. Altamiro de Paiva

Seja bem-vindo em nosso fórum.

Belo resumo


:valeu:
avatar
Admin
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 244

Cidade Cidade : ישראל

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 14/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por O PROVENÇAL em Ter Ago 04, 2009 3:52 am

Não amigo. Se vc ler o livro de Knowles, que estudou a história de Israel e a história do Judeu-cristianismo, verá que os judeus-cristãos foram expulsos da sinagoga. Os 12 apóstolos de Jesus eram todos judeus. No início houve tolerãncia. Pedro, o lider, era judaizante, ou seja, no Novo Testamento, vemos Pedro dizer que para ser cristão há que se circuncidar antes, no que foi rebatido por Saulo. Mais tarde, Saulo, criado aos pés do rabino Gamaliel, perseguia os cristãos mas após uma visão na estrada de Damasco aceitou Jesus como o Messias. Saulo recolhia as capas dos que apedrejaram Estevão, também seguidor de Cristo.No cristianismo há espaço para o perdão o tempo todo e não uma época para o perdão (Yom Kipur). Os judeus trouxeram a fé no Deus único e os cristãos a fé no Messias e Seu seguimento, o seguimento do perdão, da aceitação do sofrimento, naquilo que não podemos mudar.Após a expulsão da sinagoga, o cristianismo se aproxima de Roma, que o perseguia, e consegue, após poucos séculos de martírio e perseguição conquistar os Romanos para o cristianismo. Roma, que outrora perseguia os cristãos, é hoje, a sé apostólica dos sucessores dos apóstolos.Foi uma conquista pela não violência, pela bravura da fé, pelo exemplo. Daí que os primeiros santos, apareceram numa época em que os evangelhos já eram conhecidos e acabados, os mártires do Coliseu romano.
Isto se deu porque os apóstolos foram expulsos da sinagoga e os gentios aceitaram o cristianismo. Daí que Paulo (ex-Saulo) é chamado de "apóstolo dos gentios" pela Igreja. Assim como os judeus tem o Talmud nós temos nossas tradições baseadas nos escritos históricos de Irineu de Lião, discípulo dos apóstolos, que nos conta (dentre outros escritores "patrísticos") no que consistia a fé dos apóstolos. Para romper com a Igreja primitiva, evidentemente, os reformadores teriam que abandonar essa tradição verdadeira, (porque baseada em escritos históricos), pelo princípio da Sola Escritura. A tradição é a chave da interpretação de todos os textos e não de somente alguns textos que são repetidos exaustivamente pelo "irmãos separados".
Quanto ao "pentecostes", foi nessa festa, em Jerusalém, como conta o Novo Testamento, no livro chamado "atos dos Apóstolos", ainda no século I da nossa era, que os a´postolos receberam o que Jesus chamou de "espírito consolador", ou seja o nosso espírito santo, mandado por Deus. Já no terceiro século, a Igreja, adota, uma vez expulsa da sinagoga, símbolos dos romanos, com, evidentemente, conotação diversa. A Igreja procura dar outra interpretação aos dias de festa pagãs romanas, para, ao encarnar aquela cultura, desvi-á-la para Deus. A Igreja sempre funcionou neste tripé da antropologia teológica: Encarnação, desprendimento e serviço. Ela se encarna em cada cultura, não se confunde com ela e aproveita os costumes daquela determinada cultura, para transformá-los em costumes cristãos.Infelizmente tal não aconteceu em algumas culturas, como a brasileira, por exemplo, porque os jesuítas, que eram a maioria dos missionários católicos, foram prejudicados pela instituição do chamado "padroado", ou seja, a união entre o Estado Lusitano, na figura do Rei e do Papa, transformando a missão da Igreja em interesses pela conquista do novo mundo. Mais uma vez a nefasta união entre Igreja e Estado.Daí houve a supressão, por muitos anos, da ordem dos jesuítas. Não foi a primeira vez nem a última que a fumaça da divisão de Satanás penetrou a Igreja. Tal fato se observa no conhecido filme "A missão". Para entender a missão da Igreja Católica no mundo, e o tripé antropológico da Igreja (encarnação, desprendimento e serviço), ler o importante livro de Riolando Azzi: "Cristianismo colonial - Um projeto autoritário". A Igreja colocou tantos obstáculos diante de si, que só não acaba porque é um projeto divino. Desculpe não rebater passo a passo o que escreveu por total falta de tempo, mas se quiser, pode escrever pro e-mail pardetoledo@uol.com.br e responderei a vc nos domingos (porque, este tipo de trabalho, não é proibido aos domingos, para nós).
Paz e Bem
Pericles de Toledo

O PROVENÇAL
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 2

Cidade Cidade : Rio de Janeiro

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 03/08/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Prisca em Ter Ago 04, 2009 2:21 pm

A Paz Admin.
As igrejas Protestantes também ensinam sobre a Trindade Divina,eu li e reli o texto sobre a UNIDADE COMPOSTA e parece ser como sempre entendi,não são três deuses!!!É um só Deus em três pessoas distintas.
Assim como o sol que é um e é constituído por três elementos : o astro,a luz e o calor. Deus é :Jeová,Jesus e o Santo Espiríto."Deus é" e não são deuses.
Só me esclareça o seguinte para vocês Jeová,Jesus e o Espiríto Santo são Pessoas que formam a Divindade ou
um ou dois que formam?

Prisca
Desativado
Desativado

Mensagens Mensagens : 962

Cidade Cidade : Lugar Inserto Não Sabido

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 12/02/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

’Eu não abro a mão do judaísmo messiânico

Mensagem por GASPARKEDOSHIM em Ter Ago 04, 2009 9:53 pm

brkhoto,
caro senhor, Presb. João Tocalino.
Queira você ou não, o cristianismo e
oriundo do judaísmo. Você não conhece o judaísmo
messiânico. Você esta muito enganado
sobre a nossa doutrina, eu parte eu
ate concordo com você sobre a doutrina
da trindade , que existe judeus messiânico
que nega a Divindade de Yeshua. Mas não são todos você mesmo pode constata este tema eu ecrevi aqui mesmo. Vários estudos sobre ele. Mas isto não te da o direito de chama o judaísmo
messiânico de heresias. Você não pode generaliza dos os judeus messiânico, deste maneira. Ok? A igreja evangélica Trouxe
muita coisa boa do judaísmo. Para dentro dela por exemplo o tefila(batismo) da oportunidade para um irmã
lê uma versículo na frente da igreja . a pesach( páscoa) ETC.
alias o Rabino Sha’ul cristão(apostolo Paulo) ele não deixo de se judeu ele
continuo sendo judeu só que o judaísmo dele era o judaísmo messiânico de
Yeshua. Tanto Yeshua como o Rabino messiânico
Paulo era zeloso pela a Tora. Eles não menos prezavam. Sobre a questão da nossa
doutrina da Tora eu estou projetando um
estudo temático sobre ela. Em breve eu
vou postá-la Baruch hashem. O que mi levou a escreve este artigo foi uma seita
isto sim que nos podemos classifica de
seita.. Ela tem vário ponto doutrinário que aponta para uma verdadeira heresia.eu
estou mi referindo o ministério crescendo em ‘’graça’’ temo como o seu lide do Dr José Luiz de Jesus
Miranda. Deixe eu fala uma coisa para o senhor Prb, João o seu modo de pensa em algumas
parte e semelhante deste ministério. Sem
ofensas ok?

Sem mais abraço do professo gaspakedushim da Beit
midrash (escola bíblia) da igreja assembléia

GASPARKEDOSHIM
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 15

Cidade Cidade : BRASIL

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 11/07/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Admin em Qua Ago 05, 2009 6:30 pm

Prisca escreveu:A Paz Admin.
As igrejas Protestantes também ensinam sobre a Trindade Divina,eu li e reli o texto sobre a UNIDADE COMPOSTA e parece ser como sempre entendi,não são três deuses!!!É um só Deus em três pessoas distintas.
Assim como o sol que é um e é constituído por três elementos : o astro,a luz e o calor. Deus é :Jeová,Jesus e o Santo Espiríto."Deus é" e não são deuses.
Só me esclareça o seguinte para vocês Jeová,Jesus e o Espiríto Santo são Pessoas que formam a Divindade ou
um ou dois que formam?

Prisca

A divindade é formada primeiramente pelo Pai, a quem Yeshua se referia, e consequentemente tal divindade abrange todos os escolhidos do Eterno.

A palavra Deus não se resume a um indivíduo, mas a união de YHWH e Yeshua através do Espirito Santo que nos une a ELES, não que o Espirito Santo seja um indivíduo, mas a unidade espiritual entre o Pai e todos os seus escolhidos.

avatar
Admin
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 244

Cidade Cidade : ישראל

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 14/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Prisca em Qui Ago 06, 2009 7:56 pm

A paz Admin,
Existe um movimento chamado testemunhas de jeová
e nós evangélicos combatemos algumas doutrinas deles
eles dizem que o Espirito Santo é uma força ativa e nós dizemos que ele é a terceira pessoa da trindade ,pelo visto o J.M e os T.J tem alguma coisa em comum.
Mas Adimin e quando Jesus fala sobre o Consolador,sobre a blasfemia contra o Espirito Santo e quando o Espírito Santo desce em forma de pomba...
Parece que a biblia se refere a uma Pessoa.

Prisca
Desativado
Desativado

Mensagens Mensagens : 962

Cidade Cidade : Lugar Inserto Não Sabido

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 12/02/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Admin em Qui Ago 06, 2009 9:13 pm

Prisca

Bom, em primeiro lugar gostaria de dizer que todas as religiões derivadas do judaismo e cristianismo sempre terá algo em comum em determinado aspecto.

Os testemunhas de Jeová acreditam que os salvos herdarão a terra, e isso está biblicamente correto, pois herdaremos esta terra para sempre e aqui habitaremos juntamente com Yeshua quando seu reino eterno for implantado.

As T.J erram quando interpretam que somente 144.000 pessoas de tal segmento serão salvas, mesmo que o numero de adeptos seja 2 milhões.

A blasfemia contra o Espirito Santo relaciona-se ao fato de algum indivíduo se pronunciar indecorosamente contra a divindade do Eterno ou de Yeshua que estão interligado através do mesmo Espírito.

Veja em Mateus 12:32 que Yeshua deixa claro que ainda haverá oportunidade para o mau dizente que se declarar contra o Filho do homem, mas quando alguém passa a julgar ou criticar algo tido por "sobrenatural" desmerecendo tal fato, tal sujeito estará blasfemando contra o Espirito Santo, que resume-se na unidade do Pai e do Filho e de sua autoridade e poder.

Quanto ao fator referente a descida do Espirito Santo em forma de pomba, isso não define absolutamente que ele seja uma pessoa, mas apenas uma visão que João Batista teve.
avatar
Admin
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 244

Cidade Cidade : ישראל

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 14/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Altamiro em Qui Ago 06, 2009 10:07 pm

A resposta do Admin sobre a questão do espírito santo, se é uma pessoa ou não está coerente.

Quém pode refutar que o Canon do chamado NT, foi organizado em um concílio católico Romano?

Quém pode refutar que a Igreja Católica também em um concílio, inseriu mais livros ao canon do chamado "VT", do canon hebraico, do concílio judaico de jerusalém (só de judeus)?

Ora o texto principal que mais comentam sobre a existencia de uma trindade, está em Mateus 28:19, quando Yeshua diz: "Portanto, vão e façam discipulos em todas as nações, batizando-os em nome do pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei".

A parte do texto em vermelho e sublinhado é espúrio, e foi concebido na organização do Canon do NT, no concílio de Nicéia, após muitos anos após a morte dos Apóstolos. Não era entendimento da igreja do I Século.

Só para fechar, procure no NT, os que foram batizados pelos apóstolos, e descubra em nome de quém batizavam, e tire suas conclusões.

Dr. Altamiro de Paiva

Altamiro
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 4

Idade Idade : 71

Cidade Cidade : Natal-Rn

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 03/08/2009


http://www.comunidadebethshalom.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Admin em Sex Ago 07, 2009 10:01 am




Dr. Altamiro

Obrigado pela colaboração.

Vale lembrar que a ordem dos livros que compõem o Tanak , biblia judaica que Yeshua, discipulos e apostolos utilizavam (Torah [leis / salmos], Neviím [profetas] e Ktuvim [escritos]) tambem foi alterada pelos concilios católico, ou seja, o sr. poderá verificar a ordem da Biblia judaica original aqui no menú do fórum, (clique aqui).

Quanto a questão do termo Novo Testamento e Velho Testamento, também é mais uma invenção de um sujeito conhecido como Marcião de Sinope (Clique aqui para saber mais detalhes), indivíduo influente no catolicismo.

Gálatas 3:5-17 e Hebreus 9:16;17 (versões + antigas) vemos que existe apenas um único testamento que foi confirmado com a morte de Yeshua sendo que todo aqueles simbolismos existentes na Torah tornaram-se inválidos e a Torah se tornou plena e continuou vigênte com a morte do testador.

O Xan certa vez comentou, e eu utilizarei seu exemplo que diz que a lei do sacrifício (Levítico 7:37) não foi invalidada, mas sim substituido o tipo de sacrificio (Hebreus 10:9) e, sendo assim, a mesma continua dando respaldo para que o indivíduo saiba o que é o pecado (Romanos 7:7) a remissão de pecados de todos os que confessam e deixam suas práticas pecaminosas (I João 1:9). Se Yeshua tivesse invalidado a Torah, consequentemente não existiria mais pecado, pois é a Torah que define o que é pecado e a forma de nos livrarmos deles, e, se o pecado foi aprovado e liberado através da anulação da Torah poderemos definir como contraditória a doutrina de Yeshua e o proprio messianismo ou cristianismo.

Isso é o que apendemos, por tabela, quando estudamos teologia cristã que utilizam textos isolados para definirem a abolição da Lei por Yeshua e o "meio versiculo" que o pessoal mais gosta de citar é o de Lucas 16:16 que diz: "A lei e os profetas duraram até João". Se for assim como interpretam, devemos tambem desconsiderar todas as profecias qua ainda não se cumpriram e reclamar daquelas que se cumpriram depois de Yeshua.


avatar
Admin
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 244

Cidade Cidade : ישראל

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 14/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Profeta em Sex Ago 07, 2009 8:23 pm

Nós os cristãos estamos livres da lei do aio e da morte.

Jesus salvou aquela mulher adultera das mãos de seu acusadores.
avatar
Profeta
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 38

Cidade Cidade : Brasil

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 22/07/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por GASPARKEDOSHIM em Sab Ago 08, 2009 3:36 am

Shabat shalom more Altamiro.
Eu Gostei da sua colaboração. E isto mesmo morè nos temo que mostra para algumas
pessoas que Yeshua e sha’ul (Paulo) não aboliram a Tora. Sem, mas professor Altamiro que o eterno
D-us de ysrael continue abençoando o seu ministério.Obs, eu não utilizo nos meu
crescimento espiritual a Brit hadash(o novo testamento) de João Ferreira de Almeida,
eu utilizo a versão ela e judaica
. Ame
ou não amem: shalom brakhoto

GASPARKEDOSHIM
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 15

Cidade Cidade : BRASIL

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 11/07/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Versão judaica Mttityahu (Mateus 28; 18; 20)

Mensagem por GASPARKEDOSHIM em Sab Ago 08, 2009 4:53 am

Versão judaica Mttityahu (Mateus 28; 18; 20)


E, aproximando-se Yeshua, falou-lhes, dizendo: Foi-me dada toda a
autoridade no céu e na terra.


Portanto ide, fazei talmidim de todas as nações, batizando-os em
nome do Pai, e do Filho, e do: do Ruach hakodesh.


ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado;
e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.


Bom. Para quem não crer na A VERACIDADE
DA BÍBLIA ou
seja. Nega as verdades nela aqui esta
uma resposta. Bem clara, ou nos cremos eu não cremo. Na bíblia, nos não podemos
fica selecionando texto para apóia a nosso ideologia eu a nossa doutrina, amados
irmãos o livro de apocalipse diz com todas as letras que nos não podemos acrescenta
ou tira qualquer parte dela leia e veja(AP.22.18.19)


Eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste
livro: Se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus lhe acrescentará as pragas
que estão escritas neste livro;


e se alguém tirar qualquer coisa das palavras do livro desta
profecia, Adonai lhe tirará a sua parte da árvore da vida, e da cidade santa,
que estão descritas neste livro.


Eu poderia fica escrevendo sobre a divindade de Yeshua e do Espírito
santo. Isto para mi não tem nem um obstáculo, porque eu tenho base bíblia para
isto. Alias eu não fico colocando texto de autores e coloca aqui, como fosse eu que escrevi Etc. eu veja que muito aqui não tem aguamentos em da a
sua reporta e apela para a idéia de fulano.





Do pai. Do Filho e do
Ruach hakodesh. Que alegam a doutrina da shilush hakodesh, (a santíssima
trindade), ou seja,


Antitrinitarismo. Diz que a doutrina da trindade foi criada pelo
paganismo depois que introduziram os livro apócrifos (espúrio) será que esta alegação
esta correta sim ou não?





Resposta errada para
aqueles que disse que Sim.Existe também uma
questão textual, embora aproximadamente todos
os manuscrito antigo tenham a
forma trinitariana, historia da igreja, que pode te sido não trinitariana em seus escritores
ao concílio de Nicéia em 325 E.C. cita versículo sem isso, A maioria dos acadêmicos
acredita que a formula é original. Mas papeis escrito por (Han
kosmala(The coclusion of Mathew). The
conclusion of da suécia)





Vocês batizam em nome de quem? Ser o texto de Mateus 28.18.19e um livro apócrifo
em que diz a respeito o batismo em nom... Então vamos usa a epistola
do Rabino sha’ul (Paulo) amem ou não amem? Pois a respeito de vós, irmãos meus, fui
informado pelos da família de Cloé que há contendas entre vós.


Quero dizer com isto, que cada um de vós diz: Eu sou de Paulo; ou,
Eu de Apolo; ou Eu sou de Cefas; ou, Eu de mashiach.


será que Cristo está dividido? foi shau’lo crucificado por amor de
vós? ou fostes vós batizados em nome de sha’ulo?


Dou graças a Deus que o nenhum de vós batizei, senão a Crispo e a
Gaio;


para que ninguém diga que fostes batizados em meu nome.


É verdade, batizei também a família de Estéfanas, além destes, não
sei se batizei algum outro.


Porque Cristo não me enviou para batizar, mas para pregar o
evangelho; não em sabedoria de palavras, para não se tornar vã a cruz do
mashiach.(I
Corintios 1 . 11) veja também o TEFILA DE sha’ul em atos 9.1-1.... Atos 19 .2

GASPARKEDOSHIM
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 15

Cidade Cidade : BRASIL

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 11/07/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Profeta em Sab Ago 08, 2009 11:37 am

Essa tradução aí é mais uma forma das editoras ganharem dinheiro as cu$ta$ do povo.

Eles simplesmente trocam algumas palavras do português para o hebraico, mas pergunto, onde estão os textos originais do novo testamento?
avatar
Profeta
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 38

Cidade Cidade : Brasil

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 22/07/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Xan Berg em Dom Ago 09, 2009 6:32 pm

Profeta escreveu:Nós os cristãos estamos livres da lei do aio e da morte.

Jesus salvou aquela mulher adultera das mãos de seu acusadores.

Profeta


Yeshua não evitou o apedrejamento, muito pelo contrário, leia direitinho o contexto e verá Yeshua dizendo "aquele dentre vós que está sem pecado seja o primeiro a atirar a pedra".

Ninguém atirou uma unica pedrinha, pois se assim o fizessem, eles cairiam na armadilha que tinham armado para tentar pegar Yeshua e incriminá-lo com bases na Torah, que deixa muito bem claro que AMBOS os adulteros deveriam ser apedrejados, DEPOIS de julgados e A PRIMEIRA PEDRA seria atirada pelo acusador e posteriromente pela congregação.

avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 40

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus Messiânicos e suas heresias.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum