Últimos assuntos
» 666
Seg Jun 26, 2017 9:58 pm por Gessimiel

» Pena de morte para bandidos
Seg Jun 19, 2017 6:50 am por Isaque palazon

» Os 7 (sete) Espíritos de YHWH
Qua Fev 22, 2017 12:16 am por azzi

» Apresente-se aqui
Qua Nov 23, 2016 2:40 pm por Paulo Henrique Gasparino

» Viver em Israel - Imigração
Dom Nov 20, 2016 1:43 pm por Oziel rodrigues

» Judeus Messiânicos e suas heresias.
Sex Out 21, 2016 6:59 am por EderTe

» A "Fé Evangélica" é genuinamente bíblica?
Ter Out 18, 2016 9:35 pm por Roberto Gavazza

» 2 samuel 24:1 x 1 cronicas 21:1
Ter Out 18, 2016 7:17 pm por Roberto Gavazza

» Bnei Noach
Ter Out 18, 2016 3:27 pm por Roberto Gavazza

» Decifrando o Apocalipse
Ter Out 11, 2016 11:05 pm por Gessimiel

Menu
  Add a Favoritos

  Home Page

  Regras do fórum

  Portal

  Fórum

  Registre-se

  Quem somos

  Normas e Dicas

  Estudos biblico

  Mapa de Israel

  História de Israel

  Aula de Hebraico

  Dicionário biblico

  Biblia em Hebraico


Calendário biblico
Estatísticas
Temos 4255 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Gibassan

Os nossos membros postaram um total de 16978 mensagens em 1199 assuntos

Inferno de fogo ou Morte eterna?

Página 4 de 11 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Xan Berg em Dom Set 27, 2009 10:20 am

amigos


Para tornar as coisas um pouco mais fácil eu resolvi fazer alguns estudos simples e resumidos, porém trazendo alguns pontos importantes que devem ser considerados de forma lógica.

Eu irei responder as perguntas do nosso irmão Diego gradativamente durante os próximos estudos que forem terminados, pois este assunto é complexo e não adianta fazermos guerras de versiculos, pois desta forma estaremos apenas usando as escrituras para refutá-la e consequentemente demonstrando que ela não merece credibilidade.

Em primeiro lugar precisamos entender o que realmente é o inferno, e para isso ser possivel, antes de mais nada, precisamos arrumar a bagunça teológica onde não souberam entender o que é Sheol, gueinon, hades ou tártaro.


Para que tenham melhor compreensão sobre este assunto, os amigos poderão acessar o link abaixo ou poderão acessar o estudo no botao de ESTUDOS.


Arrow O inferno e seu real significado - clique aqui.



Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Inscrição Inscrição : 18/12/2008


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Diego Yo'ets em Dom Set 27, 2009 12:25 pm

Desleal isso que vc fez... colocou uma resposta em local de destaque achando ser o dono da verdade. Aqui nesse espaço seria o local exato para concluirmos o assunto . Posta um texto cheio de aversões em um lugar onde não se pode haver refutação, onde só vc tem acesso e quer que engulamos goela abaixo .. faça-me o favor!
avatar
Diego Yo'ets
Moderador
Moderador

Mensagens Mensagens : 2103

Idade Idade : 34

Cidade Cidade : Fortaleza-Ce

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 13/08/2009

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://adonayechad.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Xan Berg em Dom Set 27, 2009 1:26 pm

Diego

Primeiramente devemos compreender que este é um forum judaico messianico com sua visão voltada aos principios judaico de Yeshua e seus discipulos e não temos o porque de aceitar que os cristãos pós catolicismo nos empurre goela baixo suas doutrinas, até porque nem o catolicismo e nem seus derivados foram suficientemente capazes de captarem todos os ensinamentos de Yeshua e seus talmidim.

Eu nao preciso das versoes gregas, etc.. para compreender os principios judaico, até porque nem faz sentido, basta vc dar uma olhadinha quao grande e bagunçada é a teologia cristã.


Abraçao


Xan
avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 40

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Diego Yo'ets em Dom Set 27, 2009 4:05 pm

Xan escreveu: Diego

Primeiramente devemos compreender que este é um forum judaico messianico com sua visão voltada aos principios judaico de Yeshua e seus discipulos e não temos o porque de aceitar que os cristãos pós catolicismo nos empurre goela baixo suas doutrinas, até porque nem o catolicismo e nem seus derivados foram suficientemente capazes de captarem todos os ensinamentos de Yeshua e seus talmidim.

Eu nao preciso das versoes gregas, etc.. para compreender os principios judaico, até porque nem faz sentido, basta vc dar uma olhadinha quao grande e bagunçada é a teologia cristã.


Abraçao


Xan
Grande coisa esse site ser judaico messianico e não seguir o racicionio biblico , colocando tradições e pré-conceitos sobre qualquer assunto , se intitulando dono da verdade e não servo dela... Não sei de quem vc está falando a respeito de teologia cristã, só tenho certeza que não é de mim , eu particularmente estudo as Escrituras,li pouquissimos livros teológico. Agora se vc tem problemas com sua teologia e não consegue dialogar sobre ela de forma que condiza com a verdade biblica ai é outra coisa. Se tens problemas em refletir sobre opiniões contrarias ai tbm é um outro problema. Apartir do momento que nos colocamos a ouvir a opinião alheia e dissertar a cerca dela, temos que estar preparado para ouvir o que vier, claro sempre resguardado o direito de resposta. Isso que vc fez foi desleal, colocar sua respota como um estudo, quando se há pontos que divergem, não estou tirando seu direito de formar o estudo que bem entender, afinal o forum é seu né?, mas pegaria menos mal se vc tivesse esperado o assunto se fechar com no minimo um denominador comum, mesmo que tivesse sido que ambos não concordem entre si. Com essa postura vc se iguala com os "religiosos" que não concordando com as interpretações dos outros abre suas próprias igrejas, como se a Bíblia tivesse varias verdades , e não uma única! Com essa atitude vc não tem moral aguma para falar da teologia de ninguem! ...
avatar
Diego Yo'ets
Moderador
Moderador

Mensagens Mensagens : 2103

Idade Idade : 34

Cidade Cidade : Fortaleza-Ce

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 13/08/2009

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://adonayechad.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Xan Berg em Dom Set 27, 2009 5:07 pm

Diego


Sua conclusão é identica a dos adventistas do 7 dia, inclusive os textos citados sao praticamente os mesmos para tentar dizer que os mortos estão inconsciente, coisa que nem o apostolo Paulo afirmava, muito pelo contrario, nem ele e nenhum judeu personagem biblico afirmavam o que você conclui e demonstrarei facilmente isso através de outro pequeno estudo que estará para todos lerem de forma limpa.

Quem deveria ouvir e respeitar a opiniao alheia é você que entrou aqui, mas parece que nosso conhecimento em hebraico e raizes biblica nao lhe importa.

Bom, eu não estou interessado em discussões que não levam a nada, e me parece que vc tambem nao tem interesse sobre o assunto como disse na pagina anterior.

Em breve estarei postando outro estudo que demonstram o pensamento judaico sobre a questao do estado do homem após a morte.



avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 40

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Xan Berg em Dom Set 27, 2009 7:35 pm

caros amigos e irmãos


Disponibilizei mais um estudo simples e lógico segundo a visão biblica em sua originalidade quanto a vida do homem após a morte, os interessados poderão acessar o seguinte link:

Mortos, porém vivos - clique aqui.


Qualquer dúvida quanto aos estudos poderão ser publicadas aqui neste tópico em questão.


Grande abraço a todos



avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 40

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Convidad em Dom Set 27, 2009 8:51 pm

Prezado irmão Diego
Fiz alguns resumos de um estudo com relação ao verdadeiro significado bíblico e léxico das palavras. Um apanhado geral que mostra, em parte, a possível origem e aplicação das palavras HADES, SEOL, TÁRTARO, SEPULTURA e INFERNO. Contudo é apenas um estudo resumido, para que possamos ter uma visão ampla e diversificada possível da utilização das palavras.

RESUMOS

HADES (Άδης em grego) – significa = o Invisível.
1 – Era um deus da mitologia grega, o deus do submundo e das riquezas dos mortos.
2 – Nome usado para designar tanto o deus quanto o reino que governava, nos subterrâneos da Terra.
3 - Filho de Cronos e de Réia, irmão de Zeus e Posídon.
4 – O deus Hades era austero e impiedoso, insensível a preces ou sacrifícios, intimidativo e distante.
5 - Zeus, Posídon e Hades tinham poderes iguais. Partilharam entre si o universo, Zeus ficou com o céu, e a terra, Posídon ficou com os mares e Hades tornou-se o deus do inferno e das riquezas.
6 - Na mitologia grega o Mundo dos mortos, chamado apenas de Hades, é o local no subterrâneo para onde vão as almas das pessoas mortas (sejam elas boas ou más), guiadas por Hermes, o emissário dos deuses, para lá tornarem-se sombras. Só quando lá chegavam era decidida a sua sorte. Alguns, principalmente aqueles que haviam ofendido os deuses, sofriam, mas aqueles que tinham sido bons, ajuizados e caridosos, e autores de grandes feitos, podiam ter uma além-vida muito feliz. Sobre todos estes assuntos mandava o deus Hades.
CONCLUSÃO = HADES REFERE-SE AO REINO DE HADES, QUE É O REINO DO DIABO, deus DO SUBMUNDO E DAS RIQUEZAS.

SEOL - O termo hebraico she'óhl foi traduzida pela palavra grega haídes.
1 - Seol é a transliteração comum para o português da palavra hebraica she'óhl. Entre tantos significados, o mais provável é que pode ser uma derivação do verbo hebraico sha’ál, que significa "pedir; solicitar".
2 - She'óhl e haídes têm o mesmo significado quando se compara a primeira tradução efectuada do texto das Escrituras Hebraicas para o grego na Septuaginta, ou versão dos LXX, produzida no Século III AEC. Esta tradução emprega a palavra haídes 60 vezes para verter a palavra hebraica she’óhl.
3 – A palavra surge 65 vezes no texto hebraico das Escrituras, usualmente conhecido por Antigo Testamento. A lista de todas as ocorrências é a seguinte: Génesis 37:35; 42:38; 44:29, 31 - Números 16:30, 33 - Deuteronómio 32:22 - 1 Samuel 2:6 - 2 Samuel 22:6 - 1 Reis 2:6, 9 - Job 7:9; 11:8; 14:13; 17:13, 16; 21:13; 24:19; 26:6 - Salmos 6:5; 9:17; 16:10; 18:5; 30:3; 31:17; 49:14, 15; 55:15; 86:13; 88:3; 89:48; 116:3; 139:8; 141:7 - Provérbios 1:12; 5:5; 7:27; 9:18; 15:11, 24; 23:14; 27:20; 30:16 - Eclesiastes 9:10 - Cântico dos Cânticos (de Salomão) 8:6 - Isaías 5:14; 14:9, 11, 15; 28:15, 18; 38:10, 18; 57:9 - Ezequiel 31:15, 16, 17; 32:21, 27 - Oséias 13:14 - Amós 9:2 - Jonas 2:2 - Habacuc 2:5.
4 - Na versão Almeida, revista e corrigida, a palavra she'óhl é traduzida 28 vezes por "inferno", 27 vezes por "sepultura", 5 vezes por "sepulcro", 2 vezes é deixada "Seol" e uma vez cada é vertida "terra", "mundo invisível" e "enterrado". A versão católica de Matos Soares verte a palavra 34 vezes por "inferno(s)", 11 vezes por "habitação dos mortos", 11 vezes por "sepulcro", 4 vezes por "sepultura", 2 vezes por "cheol" e uma vez cada por "abismo", "morte" e "perigos exiciais". Versões mais recentes transliteram a palavra como "Xeol" (Bíblia de Jerusalém), "Cheol" (Bíblia Mensagem de Deus) ou "Seol" (Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas).
5 - Seol" ou "Hades", incluindo o contexto em que surgem, revela que estão sempre associadas com a morte e os mortos, não com a vida e os vivos. Frequentemente é relacionado com a morte e inatividade.
6 - A palavra latina correspondente a Seol ou Hades é inférnus (às vezes ínferus), que significa: significa "o que jaz por baixo; a região inferior", e se aplica bem ao domínio da sepultura.
7 - "Seol", "Hades" ou "Inferno" refere-se, portanto, a algo muito mais abrangente do que um túmulo individual ou até mesmo uma grande sepultura coletiva. Por exemplo, Isaías 5:14 diz que o Seol "escancarou a sua boca além de medida". Embora o Seol já tenha engolido, por assim dizer, um incontável número de mortos, parece que sempre anseia mais, conforme Provérbios 30:15,16.
Provérbios 30:15 A sanguessuga tem duas filhas, a saber: Dá, Dá. Estas três coisas nunca se fartam; e quatro nunca dizem: Basta: 16 a sepultura, a madre estéril, a terra, que se não farta de água, e o fogo, que nunca diz: Basta.
8 - Ao contrário de qualquer cova ou túmulo, que pode receber apenas um número limitado de mortos, "o Seol não se farta", conforme Provérbios 27:20.
Provérbios 27:20 O inferno {Heb. Sheol e Abaddon} e a perdição nunca se fartam, e os olhos do homem nunca se satisfazem.
9 - A Bíblia apresenta também a possibilidade de regressar do "Seol", "Hades" ou "Inferno" conforme Jó 14:13, Atos 2:31 e Revelação ou Apocalipse 20:13.
Jó:14:13 Tomara que me escondesses na {Heb. no Sheol} sepultura, e me ocultasses até que a tua ira se desviasse, e me pusesses um limite, e te lembrasses de mim!
Atos 2:30 Sendo, pois, ele profeta e sabendo que Deus lhe havia prometido com juramento que do fruto de seus lombos, segundo a carne, levantaria o Cristo, para o assentar sobre o seu trono, 31 nesta previsão, disse da ressurreição de Cristo, que a sua alma não foi deixada no Hades, nem a sua carne viu a corrupção.
Apocalipse 20:11 E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu, e não se achou lugar para eles. 12 E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante do trono, e abriram-se os livros. E abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. 13 E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno {Gr. Hades} deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras. 14 E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte.
CONCLUSÃO = LUGAR AONDE OS MORTOS VÃO, PECADORES OU SANTOS, SIGNIFICANDO HADES, OU INFERNO, DEPOIS DE MORTOS.

SEPULTURA
1 – Lugar onde os mortos são enterrados debaixo da terra ou colocados em cavernas ou túmulos. De onde todos haverão de ressuscitar um dia com Cristo ou então para o juízo final.
Atos 24:14 Mas confesso-te que, conforme aquele Caminho, a que chamam seita, assim sirvo ao Deus de nossos pais, crendo tudo quanto está escrito na Lei e nos Profetas. 15 Tendo esperança em Deus, como estes mesmos também esperam, de que há de haver ressurreição de mortos, tanto dos justos como dos injustos. 16 E, por isso, procuro sempre ter uma consciência sem ofensa, tanto para com Deus como para com os homens.

INFERNO
1 - Um sítio onde os condenados sofrem penas eternas, antes mesmo de serem lançados no lago de fogo e enxofre.
2 - Lugar e estado de castigo em que os perdidos estão eternamente separados de Deus (#Mt 18.8-9; 25.46; Lc 16.19-31; 2Pe 2.4; Ap 20.14). "Inferno", no NT, traduz as palavras hades e geena (v. HINOM). V. também MUNDO DOS MORTOS

TÁRTARO
1 - O lugar mais profundo do Inferno’
2 – Lugar sem vida.

EPÍLOGO

Cada palavra em cada língua do mundo pode ter vários significados diferentes, conforme o contexto em que ela é utilizada. Os textos originais das Escrituras Sagradas são Hebraicos e Gregos. Há apenas uma única chance de fazermos uma tradução real ou verdadeira, que é por meio da unção do Espírito Santo, caso contrário não apenas daremos significado errado às palavras, mas fugiremos ao verdadeiro contexto do ensinamento específico onde esta palavra está sendo utilizada, seja como sinônimo de outras ou uma tentativa de dar nome ao que ocorre na passagem citada na Bíblia.
Uma técnica muito utilizada por escritores muito famosos, e com bons conhecimentos de sua língua e gramática, é nunca repetir a mesma palavra muitas vezes dentro de um mesmo parágrafo. Aconselha-se para que a leitura não seja maçante que se use sinônimos, contudo sem alterar o sentido original do contexto.
Aqui vemos, por exemplo, este fato, com relação às palavras HADES (ou haídes = do grego), SEOL (ou she'óhl = do hebraico), INFERNO (ou inférnus às vezes ínferus = do latim), TÁRTARO (Do grego =. Tártaros, pelo latim = Tartaru), e até SEPULTURA (Do latim = sepultura).
Em cada ocasião precisamos estar dentro do contexto da Palavra de Deus interpretando o real significado da palavra naquele exato momento. Façamos um estudo sobre:

Sinônimos - São palavras diferentes na forma, mas iguais ou semelhantes na significação. Os sinônimos podem ser: a) perfeitos e b) imperfeitos
Sinônimos Perfeitos - Se a significação é igual, o que é raro. Ex.: avaro – avarento; léxico – vocabulário; falecer – morrer; escarradeira – cuspideira; língua – idioma.
Sinônimos Imperfeitos - Se semelhantes é o mais comum. Ex.: córrego – riacho; belo – formoso;

Polissemia - É a propriedade que uma mesma palavra tem de apresentar vários significados. Ex.: Ele ocupa um alto posto na empresa ou abasteci meu carro no posto da esquina. Os convites eram de graça ou os fiéis agradecem a graça recebida.

Conotação e Denotação
Conotação é o uso da palavra com um significado diferente do original, criado pelo contexto. Ex.: Você tem um coração de pedra.
Denotação é o uso da palavra com o seu sentido original. Ex.: Pedra é um corpo duro e sólido, da natureza das rochas.

Família de Idéias
São palavras que mantêm relações de sinonímia e que representam basicamente uma mesma idéia. Veja a relação a seguir: casa, moradia, lar, abrigo; residência, sobrado, apartamento, cabana; Todas essas palavras representam a mesma idéia: lugar onde se mora. Logo, trata-se de uma família de idéias.
Observe outros exemplos: •revista, jornal, biblioteca, livro; •casaco, paletó, roupa, blusa, camisa, jaqueta; •serra, rio, montanha, lago, ilha, riacho, planalto
•telefonista, motorista, costureira, escriturário, professor

Assim ocorre com essas palavras aqui em estudo.

A Profetisa Mary K. Baxter, quando teve uma experiência pessoal com Jesus Cristo, tendo sido levada por Ele ao inferno (por 30 dias) e depois ao céu (por 10 dias), ouviu Jesus Cristo dizer (página, 71 do livro a Divina revelação do inferno) que o inferno é debaixo da terra, e na própria Terra. Bem como que o inferno é um lugar onde ficarão os ímpios (aqueles que não têm o selo da promessa e não foram lavados pelo sangue de Jesus e não tem seus nomes escritos no livro da vida) aguardando o dia em que serão ainda lançados no lago de fogo e enxofre (Apocalipse 20:2,3), que é a segunda morte. A Bíblia corrobora estas palavras.

Portanto, caro irmão Diego, posso entender em várias passagens que:
- Hades se refere ao reino de Satanás e seu império no inferno ou na Terra, enquanto Deus assim o permitir.
- Seol se refere ao inferno em algumas passagens, ou como sinônimo de Hades em outras, desde que não mudemos o sentido do contexto do ensinamento de Deus.
- Tártaro é um lugar dentro do inferno, mais profundo e sem vida, um verdadeiro seol, em algumas passagens, e posso entender como sendo a sepultura de um morto em outras.
- Inferno é de fato um lugar transitório onde ficam todos os que não estão escritos no livro da vida, e que por fim acabarão sendo lançados no abismo, que posso entender também como sendo o lago de fogo e enxofre, que ficam ao lado do inferno (segundo o Livro da Porfetiza Mary Baxter, que não se poderíamos provar sua veracidade, mas apenas crer, desde que não entre em conflito com a palavra de Deus) de onde os ímpios, a morte, o inferno, satanás e seus demônios serão lançados e não sairão jamais.
Sem mais, fico no aguardo da sua leitura.
Fique na Paz do Senhor Jesus. .
PR. Ev. Roberto Knudsen


Última edição por robertoknudsen em Seg Out 05, 2009 5:44 am, editado 2 vez(es)
avatar
Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Admin em Dom Set 27, 2009 9:31 pm

Pr Roberto


Sua pesquisa está muito boa.


avatar
Admin
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 244

Cidade Cidade : ישראל

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 14/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Leite de Oliveira em Seg Set 28, 2009 10:35 pm

E disse sei que ele ressucitará no último dia
disse lhe
Jesus
eu sou a ressureição e a vida
quem crer em mim
passará da morte para vida
creio que a vida eterna é constante
e se adquire no ato do crer
essa de ficar dormindo
ainda não sei não.
avatar
Leite de Oliveira
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 1453

Idade Idade : 52

Cidade Cidade : Natal RN

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 01/09/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Diego Yo'ets em Ter Set 29, 2009 4:07 pm

"Leite de Oliveira" Escreveu; E disse sei que ele ressucitará no último dia
disse lhe
Jesus
eu sou a ressurreição e a vida
quem crer em mim
passará da morte para vida
creio que a vida eterna é constante
e se adquire no ato do crer
essa de ficar dormindo
ainda não sei não.

Leite vc me parece ser um cara sincero, por isso julgo que vc seja digno de aprender toda a verdade...
Se o inferno de tormento e o paraíso é uma realidade responda ao seu coração as seguintes perguntas, gaste algum tempo em cada pergunta, tenho certeza te fará bem, leia pausadamente e medite em cada afirmação.
1) A Bíblia afirma que Jesus foi o primeiro a ressuscitar, então o que ficou fazendo Abraão, Isaque e tantos outros santos que morreram antes de Jesus?
Ao Responder essa pergunta tenha em mente que Jesus sendo o primeiro a ressuscitar anula a opção dos justos da velha aliança terem ressuscitados antes Dele. Se o sono espiritual não existe o que fizeram os santos até o dia da ressurreição de Jesus?
2) Se o sono espiritual não existe, me diga o porque a Bíblia só apoia vida apos a morte mediante a ressurreição? Onde fora da parábola vemos pessoas sofrendo ou no paraiso se divertindo após a morte?
Tenha em mente que TODOS os textos que falam de vida após a morte, se refere ressurreição e nunca de "vida espiritual". Vc poderia alegar que a Parábola do rico e do mendigo fala de "vida espiritual", mas já deixei claro por A + B o real sentido da Parábola, se não entendem é porque não querem.
3) CONSIDERANDO que a PARÁBOLA esteja falando de inferno e paraíso, me diga: Porque ela seria logo após a morte (imediatamente)? ´não seria possível estar falando de eventos que aconteceriam depois da segunda vinda de Jesus?
Raciocine, se a parábola fosse no sentido de ser imediatamente após a morte atente-se para uma coisa, NINGUEM ainda estaria nem no paraíso e nem no inferno, quando Jesus expoê a parábola Ele aindanão teria morrido para justificar NINGUEM, o sangue de Jesus é o que livra o homem da condenação, com sua morte é que ele comprou os mortos justos de todos os tempos, então concluímos que quando Jesus contava a parábola ainda não estava inaugurado nem o paraíso e nem o "inferno de tormento", então porque seria justo falar que esses fatos ocorrem logo após a morte do individuo? Não seria bem mais lógico afirmar que a parabola se refere a algo após o juízo final? (quando Jesus contou a parabola ele sequer havia acontecido ainda , dada tal explicação).
4) Se as pessoas ao morrerem passam ou para o "inferno de tormento" ou para o paraíso", quando houve um julgamento dessas vidas? A Bìblia não fala disso?
Veja a Torah nos ensina que para um homem ser condenado deve passar primeiro por um julgamento justo.
5) Se as pessoas já foram julgadas porque YHVH insiste em fazer o juízo do último dia? o primeiro não é valido?
6) Se ao morrer as vidas ímpias passam imediatamente para o "inferno de tormento" então concluímos que Caim está lá a quase 6 mil anos, e o ímpio Chiquinho que morreu ontem está lá apenas a 1 dia, se Jesus voltasse hoje podemos dizer que Caím e o Chiquinho receberam o mesmo castigo? foi justo essa condenação? Pode alguém ser mais castigadoCaim) que o outro tendo cometido o mesmo erro? Pode alguém sofrer mais que o outro por apenas ter nascido primeiro?( atente-se que nesse caso Caim sofreu 6 mil anos e o "sortudo" do chiquim apenas 1 dia)Qual o sentido de um Deus de amor ver suas criaturas agonizando?
7) Sabe o que me deixa decepcionado com os que dizem que estudam a Bíblia? É a tamanha falta de sinceridade com o contexto. Se a Bíblia deixa claro que Jesus virá para RESSUSCITAR os justos, não seria porque estão mortos? Se é necessário uma ressurreição para se voltar a viver o como posso falar de "vida do espírito"? (isso parece as coisas de Kardec).
8)Onde a Bíblia fala de vida espiritual? Assassinaram as Escrituras aqui nesse fórum alegando que as Palavras de Paulo em I Corintios 15, quando Paulo está falando do corpo glorificado que receberemos está ligado com vida espiritual fora do corpo, basta ver o contexto Paulo sempre deixou claro que os mortos dormem (I Cor 15:18, I Tes 4:13) o próprio capitulo se explica e revela que Paulo estava falando de vida mediante a ressurreição,que se fundamenta que tanto o corpo quanto o espírito retornam a harmonia da vida A BIBLIA NÃO APOIA VIDA APÓS A MORTE SEM SER PRECEDIDA DE RESSURREIÇÃO, OU SEJA; VIDA FORA DO CORPO!!!!!!
9) Alegaram aqui que esse é um site judeu messiânico, pergunto isso é maior que a glória de Deus? Isso pra mim suou como a soberba dos Judeus mediante as outras nações na época de Jesus. Qual seria a resposta se perguntarmos a um Judeu tradicional ou um judeu ortodoxo se a Torah apóia vida fora do corpo? Então dizer que esse site esta se baseando da visão judaica é dar um tiro no próprio pé!
10) Paulo em I cor 15 e I Tes 4 deixa claro que os mortos dormem e que só serão ressuscitados mediante a VINDA de JESUS, será que Paulo estava errado?
11) Como podemos ignorar passagens como essas? Atente-se que todas falam como "vivem os mortos" , seu estado inconscientes o que podem e o que não podem fazer, e como serão trazidos a vida.
“Porque na morte não há lembrança de ti; no sepulcro quem te louvará?” (Salmos 6:5)
“Atende-me, ouve-me, ó SENHOR meu Deus; ilumina os meus olhos para que eu não adormeça na morte;”(Salmos 13:3)
Porque não te louvará a sepultura, nem a morte te glorificará; nem esperarão em tua verdade os que descem à cova.”(Isaias 38:18)
“Ora, para aquele que está entre os vivos há esperança (porque melhor é o cão vivo do que o leão morto). Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco terão eles recompensa, mas a sua memória fica entregue ao esquecimentoTambém o seu amor, o seu ódio, e a sua inveja já pereceram, e já não têm parte alguma para sempre, em coisa alguma do que se faz debaixo do sol.”(Ecl 9:4-6)
“Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.”(Ecl 9:10).
“Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, e foi feito as primícias dos que dormem.”(I Cor 15:20).
"Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem. Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda. Depois virá o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo o império, e toda a potestade e força."(I Cor: 15:21-24)
Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes com respeito aos que dormem, para não vos entristecerdes como os demais, que não têm esperança. Pois, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também Deus, mediante Jesus, trará, em sua companhia, os que dormem.” 1 Tessalonicenses 4:13,14

Mano leite medite bem, esse assunto de Inferno de tormento é uma fábula da Igreja cátolica , que criou isso para aterrorizar os leigos e venderem indungências, contudo a reforma retirou o purgatório, mas no restante é a mesma teologia.
Onde a Biblia apoia vida espíritual com a ausência do corpo? A Biblia fala de RESSURREIÇÃO!
Apartir de agora me disponho a falar sobre esse assunto somente via email ou MSN, pois aqui nesse forum só volto a postar se algumas medidas forem tomadas. Por parte de um dos moderadores ouve uma tremenda bagunça. Criei o tópico afim de arrazoar a luz das Escrituras, mediante a isso surgiram várias formas de pensar, o que é bem natural, até que tal moderador resolve se fixar acima da verdade, criando um estudo totalmente infiel (até ai tudo bem) e colocou então esse estudo em um local de destaque se beneficiando-se de sua vantagem (“””moderador”””). O problema é que sobre o assunto ainda se tem muito que se arrazoar, então tomar essa postura é um ato desleal, já que o intuito de todo forum com ética é debater sobre as verdades dos assuntos levando em conta toda interpretação inerente ao assunto, afim de se chegar em um ponto comum. Se aqui fosse um site particular daria razão a esse tipo de atitude , mas é um forum e nos foruns se discutem afim de com argumentos veridicos se chegeum em um denominador comum, e não empurrar goela abaixo a posição defendida.
Outro ponto ainda mais constrangedor foi que o mesmo moderador de forma mais torpe ainda, emparelhou meus escritos com de uma outra participante do forum , criando para mim uma sutuação constrangedora. Quero que fique muito claro EU NÃO SOU DONO DA VERDADE, SOU SERVO DELA. A atitude foi tão desleal que o moderador nem se deu conta que a escritora entre outras coisas estava defendendo o mesmo ponto que eu, no caso o sono espiritual que se dá apos a morte que finda com a vinda do Cristo.
Como eu não sou aquele capaz de convencer nínguem a nada (Espirito Santo), acredito ter cumprido meu proposíto aqui nesse forum , onde que cada um que teve a oportunidade de ler de forma sincera o que foi postado por mim , apartir de agora vão ter uma nova maneira de ler as Escrituras tendo em mente que vida após a morte vem somente com a Ressurreição, que só se efetua com o retorno de Yeshua. Paz a todos.

jdautopecas@hotmail.com
avatar
Diego Yo'ets
Moderador
Moderador

Mensagens Mensagens : 2103

Idade Idade : 34

Cidade Cidade : Fortaleza-Ce

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 13/08/2009

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://adonayechad.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Convidado em Ter Set 29, 2009 7:18 pm

Paz Diego


Pra ser sincero não sei para que essa choradeira, se o Xan colocou o estudo dele numa posição de destaque isso é problema dele, o seu direito de questionar continua válido até porque o fórum não foi bloqueado para ninguém.

Vc conhece as teclinhas CTRL+C e CTRL+V?

Então, veja o que vc não concorda no estudo dele e cita aqui no topico, facim... facim....

Eu não estou aqui para defender nem Xan e nem você, apenas tentando ser justo, e da mesma forma que o Xan demonstrou suas convicções, você também demonstrou a suas e ambos estão tentando empurrar suas ideias goela abaixo dos outros.

Você conhece o site do CACP?

Veja lá que eles também tentam empurrar as ideias deles goela abaixo dos visitantes do site, e lá ninguém tem o direito de se defender.

Os caras criticam todas as religioes e apontam os defeitos de todo mundo, mas até agora não foram capazes de mostrar o que é absolutamente certo.

Tanto você quanto o Xan e outros participantes daqui tem demonstrado um bom conhecimento, e nós que ficamos de camarote e tiramos nossas conclusões sem precisar concordar 100% com voce ou com o Xan ou com qualquer outro forista envolvido nos assuntos.


bola pra frente


Valeu
avatar
Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Leite de Oliveira em Ter Set 29, 2009 9:21 pm

Diego, Roberto, Xan e Andréx

Tudo contribui para o bem daqueles que
Ele
ama, tais doutrinas aqui estudada de forma alguma
altera a nossa fé em
Cristo
são controversias pois temos o nosso modo de pensar
e estas dúvidas vamos tirar de fato quando chegar-mos
na eternidade.
portanto sei que continuaremos na nossa fé
inabalavél.
avatar
Leite de Oliveira
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 1453

Idade Idade : 52

Cidade Cidade : Natal RN

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 01/09/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Diego Yo'ets em Qua Set 30, 2009 9:36 pm

ok Xam... desculpas aceitas, sempre soube que não era a intenção. porém mesmo sem intenção ainda magoamos a Yhvh, quanto mais nosso proximo...

Mas vamos lá ... você usou esse texto de I Cor 15:
Assim também é a ressurreição dos mortos. Semeia-se o corpo em corrupção, é ressuscitado em incorrupção. Semeia-se corpo animal, é ressuscitado corpo espiritual. Se há corpo animal, há também corpo espiritual."

Sem dúvidas Paulo estava correto, o que não está é sua interpretação: Vejamos do que Paulo está falando:
Ora, se se prega que Cristo RESSUCITOU dentre os mortos, como dizem alguns dentre vós que não há RESSURREIÇÃO de mortos? E, se não há RESSURREIÇÃO de mortos, também Cristo não RESSUCITOU. E, se Cristo não RESSUSCITOU, logo é vã a nossa pregação, e também é vã a vossa fé. (I Cor 15: 12-17)

Paulo estava falando de RESSURREIÇÃO, e não de vida espiritual antes a ressurreição. A RESSURREIÇÃO SE DARÁ COM A VINDA DE JESUS Veja o vers 22-23
Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo. Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua VINDA.

O texto é claro o corpo espiritual que receberemos é mediante a Vinda de Yeshua.

Xam disse: “Em I Corintios capitulo 15 vemos que Yeshua foi a primicia dos que dormem, porem o contexto do capitulo demonstra que esta primicia é simplismente o fato de ter ressurgido, reaparecido para muitas pessoas que foram testemunhas oculares e ele não voltou a morrer fisicamente, como no caso dos outros personagens que ressuscitaram, varias pessoas confirmaram, porem o individuo voltou a morrer.”

Negado querid a interpretança, o primeiro ressuscitado da história está lá na antiga aliança(vc tem razao) mas não estamos falando de ressusrreição corporea, estamos falando de ressurreição em corpo espiritual, Jesus foi o primeiro a ressuscitar espiritualmente, Por isso ele é a prímicia (primeiro vers 20).

E ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o PRÍNCIPIO e o PRIMOGÊNITO dentre os mortos, para que em tudo tenha a PREEMINÊNCIA.( Cl 1:18)

Jesus foi o primeiro a ressuscitar em corpo espiritual, então no ato da parábola era impossível ter gente já ressuscitada, pois Jesus ainda não teria morrido para ressuscitar, por isso a parábola é apenas a figura de linguagem, como o próprio nome já sugere. FIRMO EM DIZER JESUS FOI O PRIMEIRO A RESSUSCITAR; SE FOI O PRIMEIRO A PARABOLA È FICÇÃO, pois se não contrariaria o contexto da primogenitura dos mortos!

Vou dizer de novo para não ficar dúvida.... Jesus foi o primeiro a ressuscitar, receber um corpo glorificado, e a parábola nos mostra pessoas após a morte. Segundo o Xam ao morrer somos imediatamente ressuscitados, então fica claro que os personagens da parábola já haviam sido ressuscitados então isso desmente as Escrituras quando Ela diz que Jesus foi o primeiro a ressuscitar! È simples e lógico! Continuo desafiando me apontarem uma passagem que confirme a forma literal da parábola, ou seja , um texto com CONTEXTO, que mostre como vivem os mortos! Pois já apresentei aqui umas 20 passagens que atestam a inatividade dos mortos e que vida após a morte só mediante ressurreição e consequentemente ressurreição só acontece com a vinda de Jesus (arrebatamento). Em outra oportunidade Xam falou que Paulo sabia que se morresse imediatamente estaria na presença de Jesus, ou seja no céu pois a Bíblia relata cabalmente que Yeshua está em seu trono de Glória , Até onde a Biblia me informa é que o céu é a morada de Deus e não de homens, A terra sim foi feita para o homem. Se fosse vontade de Deus que o homem habitasse no céu, suas profecias já mais apontariam para uma restauração de todas as coisas....
avatar
Diego Yo'ets
Moderador
Moderador

Mensagens Mensagens : 2103

Idade Idade : 34

Cidade Cidade : Fortaleza-Ce

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 13/08/2009

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://adonayechad.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Convidado em Qui Out 01, 2009 6:41 pm

Puxa, a biblia refuta a própria bíblia. Se os ateus virem isso.... vai ser um prato cheio.


Agora entrei em "parafuso".


Alguém aqui está com Jesus?


Jesus está conosco?


Olha Diego, acho que quem não está levando a sério as Escrituras é você meu irmão.


Desculpe a sinceridade.
avatar
Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Leite de Oliveira em Qui Out 01, 2009 7:04 pm

Peguntaram a
Jesus
e o que é a verdade?
Eu
sou a verdade e a vida.
estamos estudando sem denominação
e isso é bom.
lêr de tudo e reter o bem
ouvir o irmão e ser ouvido
certa vez tive um professor ateu
que me disse " se
Deus
Existe que me mate agora"
perguntei a ele se quando ele via
um cachorro latindo na rua ele latia também
ele respondeu que não
disse para ele que aquela frase dele era latido para
Deus
e que
Ele não ia responder
por isso fui reprovado 3 vezes em Metamorfica
avatar
Leite de Oliveira
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 1453

Idade Idade : 52

Cidade Cidade : Natal RN

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 01/09/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Leite de Oliveira em Qui Out 01, 2009 7:15 pm

Vamos falar varias vezes nesse assunto
depois a gente ver como é que fica
sabendo que o assunto parece mais uma disma
assim como o numero da besta 666 nunca será um 7
avatar
Leite de Oliveira
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 1453

Idade Idade : 52

Cidade Cidade : Natal RN

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 01/09/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Diego Yo'ets em Qui Out 01, 2009 7:26 pm

Obrigado irmão andrex pela sinceridade...

Mas sabe porque vc não consegue ver o que está um palmo diante do nariz? simples porque vc está arraigado junto com o mesmo entendimento da ICAR, e perceber que tudo que vc tinha por certo sobre esse assunto pode não ser a verdade, isso faz que seus olhos estejam escurecidos para esse assunto.... faz disso então me AJUDE,, se eu estiver errado quero aparender a forma correta, estou sendo sincero para com vc, cara amo Deus de mais para ser desonesto com sua Palavra, Acho que pelo pouco que já escrevi aqui no forum vc deve ter percebido que a única coisa que eu faço é ler a Bíblia 24 hrs por dia, atrás do conhecimento pleno. Faça disso para me ajudar comece me mostrando o contexto da Biblia que aponta vida pos-morte antes da vinda de Jesus.. Depois me mostre como vivem tais pessoas... depois me diga porque tenho que invalidar essas passagens Salmo 6:5; 13:3; 115:17; Eclesiastes 3:19-20; 9:5-6 e 10; Isaías 38:18-19; I Tessalonicenses 4:12-13 e todo o cap 15 de I Cor. E por ultimo me explicar o porque dos mortos que estão no inferno de tormento prescisarão ressuscitar mais uma vez, para depois serem mortos definitivamente... Então seja sincero tbm em ajudar, me ajude... falar mal e não mostrar o erro e ainda não ser capaz de ajudar não há sinceridade nisso, E ai topa? .
avatar
Diego Yo'ets
Moderador
Moderador

Mensagens Mensagens : 2103

Idade Idade : 34

Cidade Cidade : Fortaleza-Ce

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 13/08/2009

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://adonayechad.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Convidado em Qui Out 01, 2009 7:31 pm

Ôôôô Leite!!!!


Qual sua conclusão depois desse dilema todo?

avatar
Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Leite de Oliveira em Qui Out 01, 2009 7:43 pm

É que não adianta esquentar um com o outro
isso não é um assunto que vamos resolver aqui
independente de que os ateus falem ou não
temos no nosso meio nossos dilemas e que não
podemos fugir deles (dilemas)
avatar
Leite de Oliveira
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 1453

Idade Idade : 52

Cidade Cidade : Natal RN

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 01/09/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Convidado em Qui Out 01, 2009 7:52 pm

Paz Diego


A terra poderá ser um céu, tudo depende do ponto de vista.

O dia que satanás for setenciado e todas suas obras destruídas, com certeza a terra se tornará um céu, ainda mais se Jesus estiver aqui.

Hoje em dia, essa terra também pode ser considerada um inferno por estar sob influência satânica.

Eu não sou influênciado pelo catolicismo, até porquê eles pregam uma doutrina sobre inferno, purgatório e céu e não compactuo com estes argumentos.

Eu aprendi neste fórum que realmente estaremos para sempre aqui na terra com Jesus, e concluí que tudo será um "céu".

Quanto ao inferno, suas perguntas e argumentos não atingiram 100% o objetivo para que eu venha mudar de idéia e também vejo mais coerência nas palavras do Darley e do Xan, que são judeus e com certeza não defenderiam os ensinamentos da igreja católica.

Não se esqueça que o catolicismo absorveu muitas idéias do judaísmo, logo, a questão do Sheol segundo a visão judaica prevalece.


Espero que não fique magoado comigo também.
avatar
Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Diego Yo'ets em Qui Out 01, 2009 8:03 pm

Andréx escreveu:Paz Diego


A terra poderá ser um céu, tudo depende do ponto de vista.

O dia que satanás for setenciado e todas suas obras destruídas, com certeza a terra se tornará um céu, ainda mais se Jesus estiver aqui.

Hoje em dia, essa terra também pode ser considerada um inferno por estar sob influência satânica.

Eu não sou influênciado pelo catolicismo, até porquê eles pregam uma doutrina sobre inferno, purgatório e céu e não compactuo com estes argumentos.

Eu aprendi neste fórum que realmente estaremos para sempre aqui na terra com Jesus, e concluí que tudo será um "céu".

Quanto ao inferno, suas perguntas e argumentos não atingiram 100% o objetivo para que eu venha mudar de idéia e também vejo mais coerência nas palavras do Darley e do Xan, que são judeus e com certeza não defenderiam os ensinamentos da igreja católica.

Não se esqueça que o catolicismo absorveu muitas idéias do judaísmo, logo, a questão do Sheol segundo a visão judaica prevalece.


Espero que não fique magoado comigo também.

Bem querido acho que vc não entendeu .. eu pedi ajuda... AJUDA. e desde quando minha posição é diferente do darley ?, ele pensa como eu sobre o sono espiritual...

Faz dias que tento mostrar pro xam a realidade disso... só isso.. quando morremos, ficamos inativos e quando Jesus voltar ressuscita todo mundo .. onde está o erro nisso?
avatar
Diego Yo'ets
Moderador
Moderador

Mensagens Mensagens : 2103

Idade Idade : 34

Cidade Cidade : Fortaleza-Ce

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 13/08/2009

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://adonayechad.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Convidad em Sex Out 02, 2009 12:28 am

Prezado Irmão Diego.

Logo abaixo fiz alguns comentários (em preto) sobre todos os seus comentários (em azul)

Leite vc me parece ser um cara sincero, por isso julgo que vc seja digno de aprender toda a verdade...

Se o inferno de tormento e o paraíso é uma realidade responda ao seu coração as seguintes perguntas, gaste algum tempo em cada pergunta, tenho certeza te fará bem, leia pausadamente e medite em cada afirmação.

1) A Bíblia afirma que Jesus foi o primeiro a ressuscitar, então o que ficou fazendo Abraão, Isaque e tantos outros santos que morreram antes de Jesus? Ao Responder essa pergunta tenha em mente que Jesus sendo o primeiro a ressuscitar anula a opção dos justos da velha aliança, terem ressuscitados antes Dele. Se o sono espiritual não existe o que fizeram os santos até o dia da ressurreição de Jesus?

2) Se o sono espiritual não existe, me diga o porque a Bíblia só apoia vida apos a morte mediante a ressurreição? Onde fora da parábola vemos pessoas sofrendo ou no paraiso se divertindo após a morte?

Segundo a Bíblia, independente da quantidade de exemplos que Deus tenha dado, ela deixa claro que há quatro possibilidades de destino imediato ou tardio para os que já morreram no corpo em Cristo Jesus ou então sem Cristo Jesus:

1 – Deus já ressuscitou aqueles que julgou conveniente, que foram fiéis à Sua Palavra até a morte, tais como Moisés e Elias (Mateus 17:1-6), sendo que Elias nem sequer morreu, mas foi arrebatado em vida, ou então Abraão como na parábola de Lucas 16:19-31.

2 – Os que morreram em Cristo estão aguardando a primeira ressurreição dos mortos, pois a primeira dos vivos, que eram considerados por Jesus mortos espirituais, ocorreu quando aceitamos a Jesus Cristo como nosso Senhor e Salvador, pela graça de Deus.

3 – Os que não tiveram seus nomes escritos no livro da vida estão aguardando ainda a segunda ressurreição dos mortos.

4 – Outros que não tiveram seus nomes escritos no livro da vida já foram levados ao inferno, como mostra a parábola do rico e do pobre (Lucas 16:19-31).

Portanto se Deus ressuscitou um ou um milhão, ou se um está dormindo ou um milhão, o fato é que temos que considerar todas as opções como possibilidades, e não como regra, pois Deus pode tomar a decisão que desejar, com relação a este assunto, isso não cabe ao homem ou ao diabo.

Tenha em mente que TODOS os textos que falam de vida após a morte, se refere ressurreição e nunca de "vida espiritual". Vc poderia alegar que a Parábola do rico e do mendigo fala de "vida espiritual", mas já deixei claro por A + B o real sentido da Parábola, se não entendem é porque não querem.

3) CONSIDERANDO que a PARÁBOLA esteja falando de inferno e paraíso, me diga: Porque ela seria logo após a morte (imediatamente)? ´não seria possível estar falando de eventos que aconteceriam depois da segunda vinda de Jesus?

A Parábola do rico e do pobre, de Lucas 16:19 fala especificamente do ser humano não acreditar na Palavra de Deus, para que se converta de seus caminhos ímpios aos caminhos de Deus, e que estes, que foram incrédulos e maus, descobrirão tarde demais que estavam errados, querendo ainda barganhar com Deus com o pretexto de salvar suas famílias, que claramente são incrédulas como era o rico que agora está arrependido no inferno. Portanto há duas evidências nesta parábola, uma é sobre a advertência de Deus, para que ouçamos e acreditemos em tudo que a Bíblia diz, e que a segunda é que a sentença já decretada por Deus tanto em Sua Palavra quanto na cruz do calvário serão dadas após a morte, podendo ser imediata ou após a segunda ressurreição dos mortos que não tiveram seus nomes escritos no livro da vida.

Raciocine, se a parábola fosse no sentido de ser imediatamente após a morte atente-se para uma coisa, NINGUEM ainda estaria nem no paraíso e nem no inferno, quando Jesus expoê a parábola Ele ainda não teria morrido para justificar NINGUEM, o sangue de Jesus é o que livra o homem da condenação, com sua morte é que ele comprou os mortos justos de todos os tempos, então concluímos que quando Jesus contava a parábola ainda não estava inaugurado nem o paraíso e nem o "inferno de tormento", então porque seria justo falar que esses fatos ocorrem logo após a morte do individuo? Não seria bem mais lógico afirmar que a parabola se refere a algo após o juízo final? (quando Jesus contou a parabola ele sequer havia acontecido ainda , dada tal explicação).

Todas as condenações feitas por Deus estão ordenadas nas Leis de Moisés, no Antigo Testamento, inclusive a condenação pelos pecados, que é saldada com a morte, e o sofrimento eterno em vida enquanto vivermos. A única condenação acrescentada por Jesus, ou por causa de Jesus, foi a condenação à segunda morte com sofrimento eterno no lago de fogo e enxofre, que há apenas uma única maneira de sermos libertos desta condenação, que é pela graça de Deus, quando Ele próprio nos leva até Jesus Cristo para que seu sangue passe a ser considerado por Deus como vicário. A partir dai começa o processo de santificação por meio do Espírito da promessa.

4) Se as pessoas ao morrerem passam ou para o "inferno de tormento" ou para o paraíso", quando houve um julgamento dessas vidas? A Bìblia não fala disso?
Veja a Torah nos ensina que para um homem ser condenado deve passar primeiro por um julgamento justo.


5) Se as pessoas já foram julgadas porque YHVH insiste em fazer o juízo do último dia? o primeiro não é valido?

6) Se ao morrer as vidas ímpias passam imediatamente para o "inferno de tormento" então concluímos que Caim está lá a quase 6 mil anos, e o ímpio Chiquinho que morreu ontem está lá apenas a 1 dia, se Jesus voltasse hoje podemos dizer que Caím e o Chiquinho receberam o mesmo castigo? foi justo essa condenação? Pode alguém ser mais castigadoCaim) que o outro tendo cometido o mesmo erro? Pode alguém sofrer mais que o outro por apenas ter nascido primeiro?( atente-se que nesse caso Caim sofreu 6 mil anos e o "sortudo" do chiquim apenas 1 dia)Qual o sentido de um Deus de amor ver suas criaturas agonizando?

Se Caim está já há 6 mil anos no inferno, com certeza ele passará mais o resto da eternidade lá, tanto faz começar hoje ou daqui a mil anos, o ímpio passará sua eternidade lá, no inferno, e por fim no lago de fogo e enxofre.

Com relação ao julgamento de Deus, ou ao juízo, todos os seres humanos já foram julgados e condenados por Deus na cruz do calvário, aguardando agora apenas a manifestação de Sua Graça, para ver se Deus os salvará, libertando dos laços do diabo, para que conheçam a verdade, e assim sejam salvos. Deus não fará outro julgamento, como se pudesse haver absolvição para os que morreram sem terem seus nomes escritos no livro da vida, possivelmente, por alegoria, com a tinta do sangue vicário do Messias Jesus.

7) Sabe o que me deixa decepcionado com os que dizem que estudam a Bíblia? É a tamanha falta de sinceridade com o contexto. Se a Bíblia deixa claro que Jesus virá para RESSUSCITAR os justos, não seria porque estão mortos? Se é necessário uma ressurreição para se voltar a viver o como posso falar de "vida do espírito"? (isso parece as coisas de Kardec).

Já vimos anteriormente que a Bíblia deixa 4 possibilidades para a ressurreição do ser humano que morreu salvo e do que morreu não salvo pelo sangue de Jesus pela graça de Deus. Contudo a Bíblia diz que assim que o homem morre o Espírito volta a Deus, não especificando se é de imediato ou após a ressurreição do corpo, que por fim acaba recebendo seu espírito de volta. Logo posso concluir que o espírito volta de fato a Deus assim que morrermos, mas não posso afirma nada além disso, se fica com Deus, se vai para o inferno, se vai para o Céu, ou sei lá que fim temporário Deus dá a esse espírito.

8) Onde a Bíblia fala de vida espiritual? Assassinaram as Escrituras aqui nesse fórum alegando que as Palavras de Paulo em I Corintios 15, quando Paulo está falando do corpo glorificado que receberemos está ligado com vida espiritual fora do corpo, basta ver o contexto Paulo sempre deixou claro que os mortos dormem (I Cor 15:18, I Tes 4:13) o próprio capitulo se explica e revela que Paulo estava falando de vida mediante a ressurreição,que se fundamenta que tanto o corpo quanto o espírito retornam a harmonia da vida A BIBLIA NÃO APOIA VIDA APÓS A MORTE SEM SER PRECEDIDA DE RESSURREIÇÃO, OU SEJA; VIDA FORA DO CORPO!!!!!!

Então me responda, caro Irmão Diego:

1 - Que corpo tinha Moisés quando apareceu a Jesus, sendo que ele havia morrido de fato, e até o diabo lutou para ficar com a posse de seu corpo?

2 - Que corpo tinha Elias quando apareceu a Jesus, sendo que El não morreu, mas foi arrebatado em vida por Deus?

3 - Que corpo tinha Abraão quando foi visto pelo rico no Céu, estando ele no inferno? E que corpos tinha o rico e o pobre?

Portanto não podemos criar regras, ou doutrinas novas, com base em interpretações próprias, pois a Bíblia quando diz que receberemos um corpo glorificado, ela em momento algum especifica se este corpo será carnal ou apenas espírito, contudo na ressurreição os corpos carnais serão ressuscitados e subirão para encontra Jesus nos céus. Quem pode dizer que tipo de transformação sucederá após, se a própria Bíblia não especifica?

Quando a Bíblia se refere a uma vida espiritual, ela se refere à nossa vida na Terra, com família, uma vida social e profissional, 100% fundamentada não apenas na Palavra de Deus, mas no Espírito da Graça que é quem nos permite nunca mais voltar a pecar, desde que tenhamos de fato nascido de novo, da água, do sangue e do Espírito, em Cristo Jesus.

9) Alegaram aqui que esse é um site judeu messiânico, pergunto isso é maior que a glória de Deus? Isso pra mim suou como a soberba dos Judeus mediante as outras nações na época de Jesus. Qual seria a resposta se perguntarmos a um Judeu tradicional ou um judeu ortodoxo se a Torah apóia vida fora do corpo? Então dizer que esse site esta se baseando da visão judaica é dar um tiro no próprio pé!

Prezado Irmão Diego, cuidado com as palavras quando julga a soberba do próximo, pois se vossa senhoria reler suas palavras verás claramente que abusou um pouco da sua soberba, dizendo que estava aqui para ensinar, contudo acredito que estamos todos aqui para aprender uns com os outros, e que ninguém sabe ainda tudo que deveria saber, e não há exceções à regra.

Quanto alguém diz: Site Judeus Messiânico, esta frase, à luz da Bíblia, e AM parte do dicionário (tirando próprias heresias que ele contém à luz da Bíblia, que está cima de tudo e todos), quer dizer: um site que se fundamenta tanto na palavra de Deus quanto no Evangelho do Reino Eterno de Deus, ou seja, no Antigo e Novo Testamentos. Mas me responda, por favor:

1 - O que é a Glória de Deus, para se comparar, não seria, por ventura a Sua própria Palavra da Verdade, que se cumpre independente da nossa palavra ou da nossa infidelidade?

10) Paulo em I cor 15 e I Tes 4 deixa claro que os mortos dormem e que só serão ressuscitados mediante a VINDA de JESUS, será que Paulo estava errado?

11) Como podemos ignorar passagens como essas? Atente-se que todas falam como "vivem os mortos" , seu estado inconscientes o que podem e o que não podem fazer, e como serão trazidos a vida. “Porque na morte não há lembrança de ti; no sepulcro quem te louvará?” (Salmos 6:5) “Atende-me, ouve-me, ó SENHOR meu Deus; ilumina os meus olhos para que eu não adormeça na morte;” (Salmos 13:3) Porque não te louvará a sepultura, nem a morte te glorificará; nem esperarão em tua verdade os que descem à cova.” (Isaias 38:18) “Ora, para aquele que está entre os vivos há esperança (porque melhor é o cão vivo do que o leão morto). Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco terão eles recompensa, mas a sua memória fica entregue ao esquecimento. Também o seu amor, o seu ódio, e a sua inveja já pereceram, e já não têm parte alguma para sempre, em coisa alguma do que se faz debaixo do sol.” (Ecl 9:4-6) “Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.”(Ecl 9:10). “Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, e foi feito as primícias dos que dormem.” (I Cor 15:20) "Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem. Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda. Depois virá o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo o império, e toda a potestade e força." (I Cor: 15:21-24) Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes com respeito aos que dormem, para não vos entristecerdes como os demais, que não têm esperança. Pois, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também Deus, mediante Jesus, trará, em sua companhia, os que dormem.” 1 Tessalonicenses 4:13,14

A ressurreição eventual e possível, à luz da Bíblia, daqueles que morreram antes do Messias Jesus vir ao mundo foi uma decisão da parte de Deus. A ressurreição daqueles que morreram depois da ressurreição de Jesus diz respeito à condenação à segunda morte e ao sofrimento eterno no lago de fogo e enxofre, aos quais todos que estavam vivos foram condenados, sendo que esta condenação não pode ser retroativa aos que já haviam morrido, e que certamente serão julgados por Deus pelas leis do próprio coração u então pelas leis de Moisés. Jesus é a primícia dos vivos, bem como dos que dormem, que se refere apenas àqueles que morreram perdoados pela graça de Deus por meio do sangue de Jesus, e do novo nascimento ainda em vida, pois este texto foi escrito por Paulo, inspirado por Deus, referindo apenas aos cristãos que já haviam morrido até aquele momento, porém após a ressurreição de Jesus, e não com relação aos que morreram ates da vinda do Messias. Os que viveram pela Lei antes da vinda de Jesus, serão julgados pela Lei, e os que viveram sem a Lei, como foi o caso dos gentios, estes serão julgados pelas leis do coração, escritas pelo próprio Deus (que são as próprias Leis de Deus).

Com relação à sepultura e os textos respectivos bíblicos que mencionou, estes não foram revelados por Deus com o intuito de esclarecer este assunto, mas sim de alertar que devemos nos converter, servir a Deus, glorificar Seu nome, dobrar nossos joelhos diante do Messias Jesus, etc., antes da nossa morte, caso contrário será tarde demais para se arrepender ou fazer o bem que Deus ordena. Pois como bem sabemos não existe salvação ou arrependimento que valha após a morte, que possa nos reconciliar com Deus.

Mano leite medite bem, esse assunto de Inferno de tormento é uma fábula da Igreja cátolica , que criou isso para aterrorizar os leigos e venderem indungências, contudo a reforma retirou o purgatório, mas no restante é a mesma teologia.

2 Pedro 2:9 Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos e reservar os injustos para o Dia de Juízo, PARA SEREM CASTIGADOS, 10 mas principalmente aqueles que segundo a carne andam em concupiscências de imundícia e desprezam as dominações. Atrevidos, obstinados, não receiam blasfemar das autoridades;

2 Pedro 2:17 Estes são fontes sem água, nuvens levadas pela força do vento, PARA OS QUAIS A ESCURIDÃO DAS TREVAS ETERNAMENTE SE RESERVA;

Judas 1:13 ondas impetuosas do mar, que escumam as suas mesmas abominações, estrelas errantes, para os quais ESTÁ ETERNAMENTE RESERVADA A NEGRURA DAS TREVAS.

Estas são apenas algumas passagens que mostram que aos ímpios está reservado a escuridão ou a negrura das trevas, para serem castigados. Não possa acreditar que vossa senhoria, irmão Diego, acredite que uma pessoa que viveu impiamente a vida inteira, e nunca se converteu, irá apenas ficar num lugar escuro, sem luz, e que castigos serão estes mencionados por Deus, mas não revelados com detalhes? Não obstante, não subestime totalmente os estudos católicos, pois tirando as suas heresias, foram eles que deram origem a estas bíblias que hoje seguimos. Contudo quero deixar claro que todas as pessoas que conheço ainda hoje falam verdades, à luz da Bíblia, contudo também falam mentiras, ou enganos, até mesmo sem terem consciência desse fato, e não há exceções à regra, pois todos que ainda vivem precisam aprender a Verdade e assim se santificar pelo poder do Espírito de Deus. Santificar é tornar-se uma pessoa plenamente capaz de escolher o bem e rejeitar o mal, bem como de vencer o mal apenas por meio do bem, em toda e qualquer ocasião de sua vida material e espiritual, sempre à luz da Palavra de Deus. Santificar-se é pensar, escrever e falar apenas a Verdade com base apenas na Palavra de Deus e toda Ciência revelada por Deus.

Quanto ao purgatório, se existe um, ele é na Terra e o próprio corpo do ser humano, pois a Terra é o cenário criado por Deus onde todos estão aprendendo a ser como Deus é, sua imagem e semelhança, ou a imagem e igualdade do Messias Jesus, e o corpo o meio pelo qual nós podemos medir e avaliar todas as obras que realizamos e os frutos que elas causam ainda aqui nesta Terra, por meio das quais seremos todos julgados por Deus (para absolvição ou condenação), para que enfim, somados à graça de Deus e ao batismo no Espírito enviado por Cristo ao nosso coração, possamos apenas escolher o bem e rejeitar o mal, por obediência, por consciência ou por milagre de Deus nosso Pai.

Onde a Biblia apoia vida espíritual com a ausência do corpo? A Biblia fala de RESSURREIÇÃO!

Apartir de agora me disponho a falar sobre esse assunto somente via email ou MSN, pois aqui nesse forum só volto a postar se algumas medidas forem tomadas. Por parte de um dos moderadores ouve uma tremenda bagunça. Criei o tópico afim de arrazoar a luz das Escrituras, mediante a isso surgiram várias formas de pensar, o que é bem natural, até que tal moderador resolve se fixar acima da verdade, criando um estudo totalmente infiel (até ai tudo bem) e colocou então esse estudo em um local de destaque se beneficiando-se de sua vantagem (“””moderador”””).

O problema é que sobre o assunto ainda se tem muito que se arrazoar, então tomar essa postura é um ato desleal, já que o intuito de todo forum com ética é debater sobre as verdades dos assuntos levando em conta toda interpretação inerente ao assunto, afim de se chegar em um ponto comum.

Se aqui fosse um site particular daria razão a esse tipo de atitude , mas é um forum e nos foruns se discutem afim de com argumentos veridicos se chegeum em um denominador comum, e não empurrar goela abaixo a posição defendida.

Outro ponto ainda mais constrangedor foi que o mesmo moderador de forma mais torpe ainda, emparelhou meus escritos com de uma outra participante do forum , criando para mim uma sutuação constrangedora. Quero que fique muito claro EU NÃO SOU DONO DA VERDADE, SOU SERVO DELA. A atitude foi tão desleal que o moderador nem se deu conta que a escritora entre outras coisas estava defendendo o mesmo ponto que eu, no caso o sono espiritual que se dá apos a morte que finda com a vinda do Cristo.

Como eu não sou aquele capaz de convencer nínguem a nada (Espirito Santo), acredito ter cumprido meu proposíto aqui nesse forum , onde que cada um que teve a oportunidade de ler de forma sincera o que foi postado por mim , apartir de agora vão ter uma nova maneira de ler as Escrituras tendo em mente que vida após a morte vem somente com a Ressurreição, que só se efetua com o retorno de Yeshua. Paz a todos. jdautopecas@hotmail.com.

Prezado Irmão Diego, quando tiver uma crítica sobre o que alguém escreveu, seja objetivo e a faça diretamente à pessoa mencionado o seu nome, pois este não é um site de fofocas, mas de assuntos objetivos, como você mesmo citou na sequência de suas palavras, dizendo: um fórum, não um site particular onde impomos nossas opiniões. Quando Jesus, os Apóstolos, e todos os Profetas da Bíblia, vieram enviados por Deus, quanto de fato lhes deram ouvidos? E quantos foram ainda mortos por dizerem ainda a Verdade e sem jamais terem visto as profecias feitas por Deus terem se cumprido? Sendo assim, nunca se admire, nem se exalte, nem se magoe, pelo fato de um de nós não concordarmos com suas palavras, pois ninguém aqui é dono da Verdade, contudo quase sempre a maioria de nós vai além daquilo que está escrito e devidamente revelado por Deus nas Escrituras Sagradas, quase sempre tirando conclusões próprias, chegando quase a criar uma nova doutrina baseado apenas nas próprias interpretações, mudando ainda o contexto daquilo que Deus deixou por escrito, como foi o seu caso quando mencionou os textos referentes à palavra sepultura e o assunto aqui discutido.

Quero ainda fazer uma análise sobre a contagem do tempo. O tempo só existe para quem vive neste mundo, pois a Bíblia diz que Deus não conta o tempo. Não obstante para aquele que morre, ressuscitar hoje, amanhã, ou daqui a 6 mil anos, é como um simples piscar de olhos, pois ele não está vivo para contar o tempo e por isso não vê (sente) o tempo passar.

O segundo ponto é que toda humanidade foi julgada e condenada por Deus após o assassinato de Jesus Cristo na Cruz do Calvário à segunda morte e ao sofrimento eterno no lago de fogo e enxofre. Pois a Bíblia diz:

João 3:17 Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. 18 QUEM CRÊ NELE NÃO É CONDENADO; MAS QUEM NÃO CRÊ JÁ ESTÁ CONDENADO, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. 19 E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más.

Portanto quem crer em Jesus, será salvo, mas quem não crer, já está condenado, logo não haverá outra condenação, que já ocorreu a cerca de 2 mil anos atrás. Com base nesta revelação de Deus, a única dádiva que o homem ainda tem a receber, pela graça de Deus, é a salvação, a coroa da vida, pois já está condenado, pois esta foi a única promessa que Deus nos fez, a vida eterna, por meio da salvação pelo sangue vicário de Jesus Cristo. Logo se Deus decidir levar o salvo para o Paraíso logo após a morte (como na parábola do rico e do mendigo), ou se o fará após a segunda vinda de Jesus, ou então durante o arrebatamento da Igreja, ou quando Deus assim o decidir, isto não faz diferença para quem já morreu, pois para ele o tempo não é contado, ou seja, ele não tem percepção deste tempo que passa, seja um segundo ou uma eternidade. Contudo claramente vários personagens da Bíblia apareceram a Jesus, tais como Moisés e Elias, e Abraão na parábola de Lucas 16:19-31, por exemplo, que claramente provam que eles morreram e foram ressuscitados por Deus, antes mesmo do assassinato de Jesus ser consumada ou Dele ser levado aos Céus. Lembremo-nos ainda que assim que Jesus morreu os túmulos foram abertos e os mortos saíram. E com relação à eternidade de sofrimento a Bíblia diz:

Apocalipse 19:20 E a besta foi presa e, com ela, o falso profeta, que, diante dela, fizera os sinais com que enganou os que receberam o sinal da besta e adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no ardente lago de fogo e de enxofre.

Apocalipse 21:8 Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, A SUA PARTE SERÁ NO LAGO QUE ARDE COM FOGO E ENXOFRE, O QUE É A SEGUNDA MORTE.

Apocalipse 20:10 E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; E DE DIA E DE NOITE SERÃO ATORMENTADOS PARA TODO O SEMPRE.

Portanto está claro que o sofrimento não é uma fábula católica para aqueles que não morreram tendo seus nomes escritos no livro da vida.

Fique na Paz do Senhor Jesus. .

PR. Ev. Roberto Knudsen

NOTA: ESTOU ENVIANDOCÓPIA PARA SEU EMAIL jdautopecas@hotmail.com. - ABRAÇOS.
avatar
Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Xan Berg em Sex Out 02, 2009 8:42 am

pr Roberto


Já demonstramos (eu e o senhor) para o Diego que as coisas não são tão simples assim como interpretam.

Se o castigo de YHWH se resumisse apenas num soninho eterno para os maus e a vida eterna para os bons, que diferença faz em andarmos segundo nossa propria vontade, e não segundo os padrões de YHWH?

Vemos que a vida mundana "é" muito mais "prazerosa" do que a vida segundo os padrões divino, porém cada um terá sua recompensa, quer nesta vida ou depois dela. Não estou dizendo que YHWH é mau, mas que a desobediência parece ser o melhor caminho e se os castigos se resumem num simples sono, sem consciencia e sentimentos, logo, vale a pena viver a vida segundo os padrões contrários as exigencias do Altissimo e depois dormir para sempre, afinal de contas se a morte é segundo estas caracteristicas que apresentam, a segunda morte será idêntica.

Mas alguem poderá dizer que haverá castigos apocalipticos contra a humanidade, mas aí perguntamos, e os infiéis que morreram antes? Serão castigados apenas com um simples soninho?



avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 40

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Diego Yo'ets em Sex Out 02, 2009 1:20 pm

Hj estou sem tempo ... serei sucinto...
Irmão Roberto Roberto a vc responderei por email... e só depois postarei as respostas....

Se o castigo de YHWH se resumisse apenas num soninho eterno para os maus e a vida eterna para os bons, que diferença faz em andarmos segundo nossa propria vontade, e não segundo os padrões de YHWH?


E quando que eu falei isso? Nunca querido... o castigo do Eterno sobre os ímpios é a destruição no lago de fago. O sono espiritual amado é mediante a morte, Todos quanto morrem aguardarão o momento Exato para ressuscitar uns para vida eterna e outros Destruição (Dan 12). Quando morremos entramos no sono espiritual aguardando ou a vinda de Jesus, ou o Juizo final, isso dependendo da situação que morremos diante de Deus (salvos ou não salvos). O que há de errado nisso? Paulo disse que os mortos dormem (I Tes 4:13-18, I Cor 15) Jesus falou a mesma coisa (João 11:11-14 Mc 5:39), Exatamente outras 54 passagens atestam isso.. o que há de errado nisso? A questão irmãos é que vcs estão lendo minhas mensagens com olhos escurecidos, eu vou fazer o seguinte, vou ler todas as mensagens de vcs e analisarei ponto a ponto, façam o mesmo com as minhas. Irmãos eu não contesto o justo juizo de Deus, apenas não vejo provas na Biblia que mstrem que impios estão sofrendo sem um juizo. Nã faz sentido estr num inferno de tormento e depois lançado em outro inferno de tormento, porque não são lançados logo no definitivo? O problema é se continuarem olhando a parabola como ela não é nunca sairam da mesma, Biblia é clara os mortos só ressuscitaram com a vinda de Jesus, onde está o erro aqui? se só ressuscitam com a vinda, como estão vivos em outro lugar?.... segue abaixo o real significado da parabola.










Veja que nenhuma das quarenta e quatro parábolas proferidas por Jesus podem ser aceitas literalmente, porque parábola é uma ilustração para clarear o ensino.
Chegamos então à conclusão de que é um equívoco considerar parábolas pelo lado literal e aplicá-las para sedimentar doutrina bíblica. Fica, por conseguinte, claro, que Jesus não ensinou o que se prega hoje em dia, baseando-se nesta parábola.
Finalmente, afirmo, essa parábola não foi mencionada por Jesus como uma doutrina. Digo-lhe no Senhor. A única coisa de escatológica e doutrinária, em toda a narração, só é o verso 31, que é o final da estória e que trata da ressurreição, nada mais.
O que, afinal, desejava ensinar o Senhor? É o assunto que estudaremos a seguir, com toda a sinceridade de uma meiga criança.
Fizemos o estudo literal dessa parábola, apenas para demonstrar a que absurdos chegaríamos caso a aceitássemos como uma doutrina e não uma estória, ficção, como realmente é, uma vez que ela tem sido usada literalmente para abonar a doutrina da imortalidade da alma e do céu e inferno.
O Rico da parábola era uma “símile” dos judeus, a quem Deus fez os depositários dos oráculos divinos. Deveriam por isso ser a luz das nações. Os reis da terra deveriam caminhar vendo a glória de Deus sobre eles. Isaías 60:3.
O mendigo parabólico também era uma “símile” (analogia – semelhança) dos gentios, que eram, coitados, considerados como cães, imundos e indignos do favor do Céu, pelos judeus.
Destacamos ainda, as palavras do livro Parábolas de Jesus, págs. 267/268, este outro pensamento:
“O Senhor fizera dos judeus depositários da verdade sagrada. Nomeou-os mordomos de Sua graça. Deu-lhes todas as vantagens temporais e espirituais, encarregou-os de partilhar estas bênçãos. Uma instrução especial fora-lhes dada concernente ao tratamento de irmãos empobrecidos, dos estrangeiros dentro de suas portas e dos pobres entre estes. Não deveriam procurar ganhar tudo para o proveito próprio, antes deveriam lembrar-se dos necessitados e repartir com eles. E Deus prometeu abençoá-los de acordo com as obras de amor e misericórdia. Como o rico, porém, não estendiam a mão auxiliadora para aliviar as necessidades temporais e espirituais da humanidade sofredora. (Permitia-lhe comer das migalhas. Mas ele poderia fazer muito por ele e não o fez). Cheios de orgulho, consideravam-se o povo escolhido e favorecido de Deus; contudo não serviam nem adoravam a Deus. Depositavam confiança na circunstância de serem filhos de Abraão. ‘Somos descendência de Abraão’ (João 8:33), diziam, com altivez. Ao chegar a crise, foi revelado que se tinham divorciado de Deus, e confiado em Abraão como se fosse Deus.” –Assim que, foram os judeus comparados ao homem Rico da parábola, porque tinham as riquezas do evangelho; no entanto, não cumpriram a vontade de Deus a seu respeito, que era de ser a luz dos gentios. Os judeus apenas pegavam carona na fé de Abraão, onde deveriam eles mesmos devotarem sua fé. No campo religioso, os pobres gentios pegavam mesmo, apenas as migalhas.
No pátio do Templo de Jerusalém havia uma linha demarcatória que, se os gentios dali passassem, eram mortos no ato, isso porque eram considerados indignos de cultuar a Jeová neste santuário. .
Entretanto, encontramos nas Escrituras belos exemplos de verdadeira fé entre os gentios, como é o caso do centurião romano de Cafarnaum pedindo a Jesus que curasse seu criado, conforme se lê em Mateus 8:5-13. Nesta experiência o centurião expressou exatamente o que os judeus pensavam dos gentios:
“No sou digno de que entreis em minha casa...” (verso 8).
No entanto, o centurião demonstrou grande fé quando disse: “Diga somente uma palavra e meu criado sarará...” (verso 8). Jesus curou o servo daquele gentio e publicamente elogiou sua fé com estas palavras: “...Nem mesmo em Israel encontrei tanta fé...” (verso 10), assegurando que muitos gentios assentar-se-ão à mesa com Abraão (Veja Gálatas 3:27-29; Romanos 10:12). Anote agora, este outro belo exemplo de sublime e sincera fé:
“E, partindo Jesus dali, foi para as bandas de Tiro e Sidom. E eis que uma mulher Cananéia, que saíra daquelas cercanias, clamou dizendo: Senhor, filho de Davi, tem misericórdia de mim, que minha filha está miseravelmente endemoniada. Mas Ele não lhe respondeu palavra. E os discípulos, chegando ao pé dEle, rogaram-lhe dizendo: Despede-a, que vem gritando atrás de nós. E Ele respondendo disse: Eu não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel. Então chegou ela e adorou-O dizendo: Senhor, socorre-me. Ele porém, respondendo disse: Não é bom pegar no pão dos filhos e deitá-lo aos cachorrinhos. E ela disse: Sim, Senhor, mas também os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus senhores. Então respondeu Jesus, e disse-lhe: Ó mulher, grande é a tua fé: Seja isto feito para contigo como tu desejas. E desde aquela hora a sua filha ficou sã.” – Mateus 15: 21-28.
Jesus não possuía o preconceito dos judeus com relação aos gentios. Ele apenas procedeu assim para que fosse revelada, publicamente, a fé daquela mulher gentílica, naquEle que veio para o Seu próprio povo, e este não O aceitou.
Aqui estão, amados, dois exemplos de grande fé, revelada por aqueles que eram literalmente considerados como “cães”, indignos dos favores e bênçãos divinos, por serem gentios. No entanto, mereceu do Mestre elogios tais, por uma fé que não havia encontrado em Seu próprio povo.
Por favor, observe a preferência de Jesus pelos FILHOS. Quem são eles?
Mateus 10:5-6
“Jesus enviou estes doze, e lhes ordenou, dizendo: Não ireis pelo caminho das gentes, nem entrareis em cidade de samaritanos; mas ide antes às ovelhas perdidas da casa de Israel.”
Eram, portanto, os filhos, a casa de Israel, nação judaica, aquele povo tão amado por Deus, nação diferenciada entre todas com bênçãos inefáveis; e agora, para sedimentar, provar o cuidado, amor, preferência de Deus por ela, o próprio Jesus vem, e envia discípulos a lhes pregar as boas-novas do Reino.
Por conseguinte, queria Jesus ensinar, na parábola do Rico e Lázaro, que os judeus (Rico) banqueteavam-se na mesa da verdade, enquanto os gentios (Lázaro), coitados, eram os cachorrinhos que procuravam a todo custo apanhar migalhas do evangelho. E parabéns para eles, passaram das migalhas para as gemas puras e cristalinas do santo evangelho do Senhor.
Os ricos vestiam-se de linho branco. O branco significa paz, pureza, e era isso que Deus lhes desejava, caso ouvissem, e fossem fiéis ao legado divino. Os gentios eram o Lázaro tão repelente quanto o leproso. Eram os leprosos espirituais. Não tinham direito, como pensavam os judeus, às bênçãos e favores de Deus. Mas, irmão, a mesa da verdade, da qual se orgulhavam os judeus, tornou-se em laço para eles.
Romanos 11:9
“E Davi diz: Torne-se-lhes sua mesa em laço, e em armadilha, e em tropeço, por sua retribuição.”
E, na verdade, esse foi o quinhão de um povo recalcitrante, endurecido por tanta desobediência e rebelião. Embora representassem a preferência nacional de Deus, os judeus rejeitaram e mataram o Senhor do evangelho, por isso foram “quebrados” e outros “galhos” foram “enxertados” na Oliveira – nós, os gentios – representados na parábola, por Lázaro, o mendigo. Romanos 11:17-21.
A maior prova de que o Rico (nação judaica) recebeu “seus bens em sua vida”, como informa a parábola, foi o fato de ter sido chamada para ser o sacerdócio real de Deus na Terra, nação santa, peculiar. Sobre ela dispensou o Senhor, por séculos, bênçãos sem medidas, deu-lhes uma terra onde mana leite e mel e por fim deu-lhes o próprio Messias. E qual foi a reação do Rico (judeus)?: “...Veio para o que era Seu, e os Seus não O receberam...” João 1:11.
Os judeus, portanto, rejeitaram o Messias (o Rico morre). Esta rejeição consolidou-se com o apedrejamento de Estêvão, o primeiro mártir (Atos 7:54-60), quando então os filhinhos ou o Rico da parábola, perderam definitivamente a preferência divina, bem como o direito à salvação como um povo, embora individualmente tenham direito a ela.
Após o apedrejamento de Estêvão, ocorreu uma grande perseguição aos cristãos (Atos 8:1). Esta perseguição, conquanto não pareça, constituiu-se em uma milagrosa operação celestial, pois o evangelho foi anunciado poderosamente aos gentios (Lázaro), para que eles também participassem do banquete da salvação. Agora, não comeriam mais migalhas da mesa de seu Senhor, mas fariam parte inconteste da mesa da verdade. Veja que maravilhoso:
“Mas Paulo e Barnabé, usando de ousadia, disseram: Era mister que a vós se pregasse primeiro a Palavra de Deus; mas visto como a rejeitais, e não vos julgais dignos da vida eterna, eis que nos voltamos para os gentios; porque o Senhor assim no-lo mandou: Eu te puz para luz dos gentios, para que sejas de salvação até os confins da Terra. E os gentios ouvindo isso, alegraram-se, e glorificavam a Palavra do Senhor; e creram todos quantos estavam ordenados para a vida eterna. E a Palavra do Senhor se divulgava por toda aquela província.” Atos 13: 46-49.
“Ouviram os apóstolos e os irmãos que estavam na Judéia, que também os gentios tinham recebido a Palavra de Deus.” Atos 11:1.
Perceba o quadro atual:
O RICO EM TORMENTO
(judeus)
Perderam a hegemonia nacional, conforme a Parábola. Perderam o privilégio de ser o povo escolhido de Deus (Deut. 7:6). Perderam o majetoso templo, a nação, e dispersos foram por todo o mundo. Muito embora Deus os ame a todos, e, individualmente tenham direito à salvação, desde que aceitem a Jesus Cristo como Salvador pessoal.
LÁZARO CONSOLADO
no seio de Abraão
(gentios)
Possuem a verdade, exercem fé, crêem, vivem e pregam o evangelho, esperam a volta de Jesus e transformaram-se na geração eleita de Deus, ouça: “Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquEle que vos chamou das trevas para a Sua maravilhosa luz; vós que em outro tempo não éreis povo, mas agora sois povo de Deus; que não tinheis alcançado misericórdia, mas agora alcan-çastes misericórdia.” I. Pedro 2:9-10.
ABRAÃO
Entrou nessa parábola, porque é considerado o pai da fé, segundo a Bíblia. E todos os que se salvarem, o serão pela fé em Cristo, e nunca por obras ou méritos próprios; e serão chamados filhos de Abraão pela fé. Gálatas 3: 9.
O SEIO DE ABRAÃO
Quer dizer, simplesmente: Privilégios e favores. Ó gentios! Como Deus nos ama!
Para finalizar, tenhamos em mente este pensamento:
“Na parábola do Rico e Lázaro, Cristo mostra que nesta vida os homens decidem seu destino eterno. Durante o tempo da Graça de Deus, esta é oferecida a toda alma. Mas, se os homens desperdiçam as oportunidades na satisfação própria, segregam-se da vida eterna. Não lhes será concedida nova oportunidade. Por sua própria escolha cavaram entre eles e Deus um abismo intransponível.” – Paráb. de Jesus, pág. 260.
Meus queridos irmãos, está claro que, nesta parábola, Jesus continua apresentando a lição iniciada com a parábola do mordomo infiel de Lucas 16:1-12, e a tônica de Seu ensino é que o “destino eterno” de uma pessoa é determinado pelo uso que ela faz das oportunidades que se apresentam HOJE.
Assim, pois, sem sombras de dúvidas, a parábola do Rico e Lázaro foi apresentada por Jesus para esclarecer definitivamente que o destino do homem – rico ou pobre é decidido aqui nesta vida, “pelo uso feito dos privilégios e oportunidades” conferidos por Deus.
Leia, como complemento: Mateus 16:27; 25:31-41. I Coríntios 15:51-55. I Tessalonicenses 4:16-17. Apocalipse 22:12, etc.
Tenho ânsias de explodir em brados de aleluias ao Senhor, pois que Ele é bom, e nos dá sabedoria para andarmos
avatar
Diego Yo'ets
Moderador
Moderador

Mensagens Mensagens : 2103

Idade Idade : 34

Cidade Cidade : Fortaleza-Ce

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 13/08/2009

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://adonayechad.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Convidad em Sex Out 02, 2009 5:37 pm

Prezado Irmão Diego

Este estudo é muito bom, e fala apenas a Verdade, contudo não mostra qualquer evidência favorável, ou contrária, ao que afirmamos, que as pessoas já forma julgadas por suas obras, e que ao morrer Deus pode decidir enviá-las ao inferno.

Lembre-se que Deus é onisciente, e que não precisa provar coisa alguma, pois Ele é justo e dá a cada um o fruto daquilo que plantou.

O sofrimento será eterno no inferno, assim como a vida será eterna com Deus e Jesus e o Espírito Santo, na Terá ou no Céu ou aonde Deus decidir. As pessoas que morrem com seus nomes escritos no livro da vida, por que motivo então, obrigatoriamente, teriam que esperar, se Deus quiser arrebatá-las ou levá-las diretamente para a Sua presença? Da mesma forma, se Deus quiser extravasar sua ira, não pode Ele enviar o pecador diretamente para o inferno assim que morrer? Lembre-se que afirmar, ou negar, ambas as coisas, são fruto apenas de interpretação.

Já que citou um livro, bem como o texto deste autor (sem dizer seu nome), posso então citar a experiência que Mary K. Baxter teve com o próprio Jesus Cristo, e que foi transcrita nos livros: "A Divina revelação do Céu" e a "Divina revelação do Inferno", onde claramente fica claro que Jesus Cristo a arrebatou, acordada, levando-a por 30 dias ao inferno, e depois 10 dias ao Céu, para mostrar a realidade da Parábola do Rico e Lazaro, onde valem as duas premissas aqui apresentadas, ou seja, que temos que ter uma postura verdadeiramente Cristã na Terra, pregando a Verdade a todos, para que no dia da morte possamos ir imediatamente para onde Lázaro foi, para o seio de Abrão, e não para onde o rico foi, para o inferno, e a outra, de que o juízo pode ser imediato, ou seja, podemos morrer e ir diretamente para o inferno, ou para o Céu, dependendo de nossas obras e dos frutos que produziram. Pois o julgamento da humanidade foi feito por Deus na Cruz do Calvário, e Deus condenou toda humanidade à segunda morte e ao sofrimento eterno (como já demonstrei anteriormente e no e-mail que lhe enviei).

Lembre-se irmão Diego que na época do dilúvio não houve julgamento algum e nem aviso de Deus. Deus simplesmente decidiu destruir o mundo e tudo que havia sobre ele. Afinal, Deus é justo, e Nele não engano ou sobra de dúvidas em Suas decisões.

Mas não estou afirmando que ir imediatamente para o Céu ou para o inferno seja uma regra, mas que Deus pode decidir, quando Ele quiser, quando aplicar este ato, que Ele cria segundo a Sua Vontade. Não obstante Deus por muito menos matou Ananias e Safira, contudo não matou Davi por algo muito pior que teria feito. Então seria Deus injusto? Claro que não. Poderia Deus dar oportunidade de reconciliação a Ananias e Safira? Claro que sim, contudo não o fez. Quando Deus rejeitou a oferta de Caim, por que o fez, se a Bíblia nada revela antes da rejeição? Por que Deus não orientou Caim antes para que a sua oferta fosse aceita, como o fez após tê-la rejeitado? Sim, Deus pesa as intenções do coração, e em função disso toma decisões, que não são regras, que valem para uns e não valem para outros. Logo Deus pode levar imediatamente após a morte um cristão diretamente para o Céu, ou um ímpio para o inferno, assim como pode deixar para fazer isso durante o arrebatamento da Igreja. Afinal, é Deus quem decide.

Fique na Paz do Senhor Jesus. .

PR. Ev. Roberto Knudsen
avatar
Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Convidad em Sex Out 02, 2009 6:27 pm

Xan escreveu: caros amigos e irmãos

Disponibilizei mais um estudo simples e lógico segundo a visão biblica em sua originalidade quanto a vida do homem após a morte, os interessados poderão acessar o seguinte link:

Mortos, porém vivos - clique aqui.

Qualquer dúvida quanto aos estudos poderão ser publicadas aqui neste tópico em questão.

Grande abraço a todos



Prezado Irmão Xan.

Com relação ao seu trabalho: “Quem verdadeiramente somos nós”, tenho apenas dois comentários a fazer.

1 – Sobre o que disse: lembrando que somente satanás e seus anjos juntamente com o falso profeta e a besta é quem sofrerão para sempre no fogo eterno.

A Bíblia deixa claro que o inferno foi de fato criado para os anjos rebeldes e o próprio diabo. Contudo Deus o destinou também para os ímpios, os homens que não tem seu nome escrito no livro da vida, como mostra o próprio texto que citou, que diz: Mateus 25:41 Então, dirá também aos que estiverem à sua esquerda: APARTAI-VOS DE MIM, MALDITOS, PARA O FOGO ETERNO, preparado para o diabo e seus anjos.

Podemos provar isso também pelas seguintes passagens:

Apocalipse 19:20 E a besta foi presa e, com ela, o falso profeta, que, diante dela, fizera os sinais com que enganou os que receberam o sinal da besta e adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no ardente lago de fogo e de enxofre.

Apocalipse 21:8 Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, A SUA PARTE SERÁ NO LAGO QUE ARDE COM FOGO E ENXOFRE, O QUE É A SEGUNDA MORTE.

A segunda citação que desejo comentar é esta, onde disse: o corpo espiritual volta a YHWH no estado consciente.

A Bíblia não diz se o estado desse espírito do homem volta consciente, ou insconsciente, apenas diz que o espírito do homem para para Deus, que o deu.

Eclesiastes 12:1 Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento; 2 antes que se escureçam o sol, e a luz, e a lua, e as estrelas, e tornem a vir as nuvens depois da chuva; 3 no dia em que tremerem os guardas da casa, e se curvarem os homens fortes, e cessarem os moedores, por já serem poucos, e se escurecerem os que olham pelas janelas; 4 e as duas portas da rua se fecharem por causa do baixo ruído da moedura, e se levantar à voz das aves, e todas as vozes do canto se baixarem; 5 como também quando temerem o que está no alto, e houver espantos no caminho, e florescer a amendoeira, e o gafanhoto for um peso, e perecer o apetite; porque O HOMEM SE VAI À SUA ETERNA {OU DURÁVEL MORADA} CASA, e os pranteadores andarão rodeando pela praça; 6 antes que se quebre a cadeia de prata, e se despedace o copo de ouro, e se despedace o cântaro junto à fonte, e se despedace a roda junto ao poço, 7 e o pó volte à terra, como o era, e O ESPÍRITO VOLTE A DEUS, QUE O DEU (Isaías 42:5).

Gostaria ainda de dizer que aqueles que viverem aqui na Terra, após o final de todas as coisas, quando não mais haverá pranto nem dor, e cada um plantará sua própria comida, acredito que os homens terão corpos humanos, e não espirituais, necessitando ainda da comida para o sustento do corpo, segundo a vontade de Deus, porém todos estarão revestidos do Espírito Santo, e assim da imortalidade e da incorruptibilidade. A Bíblia diz:

Isaías 65:22 Não edificarão para que outros habitem, não plantarão para que outros comam, porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus eleitos gozarão das obras das suas mãos até à velhice. 23 Não trabalharão debalde, nem terão filhos para a perturbação, {ou calamidade} porque são a semente dos benditos do SENHOR, e os seus descendentes, com eles. 24 E será que, antes que clamem, eu responderei; estando eles ainda falando, eu os ouvirei. 25 O lobo e o cordeiro se apascentarão juntos, e o leão comerá palha como o boi; e o pó será a comida da serpente. Não farão mal nem dano algum em todo o meu santo monte, diz o SENHOR.

Fique na Paz do Senhor Jesus. .

PR. Ev. Roberto Knudsen
avatar
Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inferno de fogo ou Morte eterna?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 11 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum