Últimos assuntos
» Os cinco pastores mais rico do Brasil
Ter Ago 21, 2018 11:45 pm por Leite de Oliveira

» 666
Seg Ago 20, 2018 8:48 pm por Leite de Oliveira

» Pena de morte para bandidos
Seg Jun 19, 2017 6:50 am por Isaque palazon

» Os 7 (sete) Espíritos de YHWH
Qua Fev 22, 2017 12:16 am por azzi

» Apresente-se aqui
Qua Nov 23, 2016 2:40 pm por Paulo Henrique Gasparino

» Viver em Israel - Imigração
Dom Nov 20, 2016 1:43 pm por Oziel rodrigues

» Judeus Messiânicos e suas heresias.
Sex Out 21, 2016 6:59 am por EderTe

» A "Fé Evangélica" é genuinamente bíblica?
Ter Out 18, 2016 9:35 pm por Roberto Gavazza

» 2 samuel 24:1 x 1 cronicas 21:1
Ter Out 18, 2016 7:17 pm por Roberto Gavazza

» Bnei Noach
Ter Out 18, 2016 3:27 pm por Roberto Gavazza

Menu
  Add a Favoritos

  Home Page

  Regras do fórum

  Portal

  Fórum

  Registre-se

  Quem somos

  Normas e Dicas

  Estudos biblico

  Mapa de Israel

  História de Israel

  Aula de Hebraico

  Dicionário biblico

  Biblia em Hebraico


Calendário biblico
Estatísticas
Temos 4255 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Gibassan

Os nossos membros postaram um total de 16985 mensagens em 1199 assuntos

Conversão ao judaísmo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

Conversão ao judaísmo

Mensagem por Admin em Qua Abr 11, 2012 4:24 pm

pessoal

Eu tenho recebido diversos e-mails de pessoas que pretendem se converter ao judaísmo ortodoxo com segundos interesses e assim tentar de alguma forma obter a cidadania israelita, fator que o próprio rabinato em Israel tem bloqueado, ou seja, professar a fé judaica ortodoxa não lhe dá o direito de cidadania israelita.

Gostaria de deixar evidenciado, mais uma vez, que essa tática é "manjada" por qualquer rabino e o processo de conversão não é um simples "levantar de mãos" acompanhado do recitar de meia duzia de versinhos e pronto!!! Tudo está resolvido, como num passe de mágica.

O processo de conversão ao judaismo ortodoxo envolve vários aspectos que devem ser observados de forma voluntária e consciente, inclusive para o indivíduo obter o "certificado" de conversão é necessário participar de um curso onde lhes será apresentados os fundamentos do judaísmo e como praticá-lo.


CURSO ANTERIOR A CONVERSÃO

Os candidatos à conversão estudam judaísmo de diversas maneiras. Alguns o fazem individualmente com um rabino ou com um professor supervisionado por um rabino através de encontros regulares (a freqüência varia, dependendo da orientação do rabino). Outros freqüentam classes formais de conversão ou de Introdução ao Judaísmo, muitas vezes acompanhados do seu parceiro judeu.

Um curso típico inclui: crenças e práticas religiosas básicas, tais como as orações proferidas nos serviços religiosos e as orações individuais; cashrut (as leis alimentares judaicas); a história do Povo Judeu e de Israel; o lar judaico; os feriados judaicos; os marcos judaicos durante a vida (nascimento, bar/bat mitzvá, casamento, morte e luto); o Holocausto (Shoá), entre outros. O estudo do hebraico também está incluído.

O período de estudo varia bastante: pode durar seis meses, um ano, dois anos, e até mais, dependendo de diversas condições, como a regras da congregação à qual pertence o rabino, a linha de estudos, a determinação pessoal do candidato, o programa de estudos a ser cumprido, etc.

A VISÃO JUDAICA SOBRE YESHUA

Se você quer se tornar um judeu ortodoxo automaticamente deverá negar sua fé em Yeshua, veja qual o conceito judaico sobre o messias de Israel.

Para os cristãos, o princípio central de sua religião é a crença de que Yeshua é o Filho de Deus, parte da Trindade, o messias salvador de almas. Para os cristãos ele é a revelação de Deus na carne. Yeshua é, em termos cristãos, o Deus encarnado, o Deus em carne e osso que veio à Terra para absorver os pecados dos seres humanos e assim livrar dos pecados todos aqueles que aceitam a sua divindade.

Para os judeus, por mais que Yeshua possa ter sido um professor e contador de casos maravilhoso, ele foi somente um ser humano, não o Deus Filho (no máximo, mais um filho de D’us, no sentido metafórico de que todos os seres humanos são filhos de D’us). Na visão judaica, Yeshua não pode salvar almas; só D’us pode. Na visão judaica, Yeshua não ressuscitou. Na visão judaica, todos somos filhos de D’us, e ninguém pode ser um Deus Filho.

De um ponto de vista judaico, Yeshua tampouco absorveu os pecados das pessoas ao ser expiado e crucificado. Para os judeus a única maneira de se remover os pecados é pedindo perdão: os judeus buscam o perdão de D’us pelos pecados cometidos contra Ele; buscam também o perdão das outras pessoas pelo mal que cometeram contra elas. A busca do perdão exige um senso sincero de arrependimento, a busca direta da reparação do mal causado a outra pessoa e a atitude de não cometer este erro novamente no futuro. Os pecados e transgressões são parcialmente removidos por meio de orações (que substituíram os sacrifícios de animais da época do Templo Sagrado de Jerusalém) como um modo de expiar os pecados, mas o principal é buscar corrigir o mal feito a outras pessoas.

Para os cristãos, Yeshua substituiu a Lei judaica (1). Para os judeus, os mandamentos (mitsvót) e a Lei judaica (halachá) continuam e continuarão valendo para sempre e jamais serão substituídos.

Para os judeus, Yeshua não é visto como o messias. Na visão judaica, o messias é um ser humano que virá em uma era de paz. Poderemos reconhecer a era messiânica quando percebermos que o mundo está absolutamente em paz. Na visão judaica, é notório que isso não aconteceu quando Yeshua viveu, e jamais houve paz em qualquer período após a sua morte.

Quando se fala de Yeshua como um homem, as opiniões dos judeus variam muito. Alguns o respeitam como um professor ético que aceitava a Lei judaica, como uma pessoa que sequer se via como um messias, que jamais quis iniciar uma nova religião. Em vez disso, Yeshua é visto por esse judeus como uma pessoa que desafiou as práticas das autoridades religiosas judaicas de seu tempo. Segundo essa visão, ele queria aperfeiçoar o judaísmo de acordo com o seu próprio entendimento, sem jamais querer romper com o Povo Judeu. Para outros, Yeshua distorceu as leis judaicas e semeou a discórdia entre os judeus de seu tempo. Seja qual for a resposta judaica, há um consenso fundamental e irrefutável: nenhum judeu, seja nascido judeu ou convertido ao judaísmo, acredita que Yeshua seja o Deus Filho ou o messias.

Para os judeus, o único Deus é D’us; e o Messias ainda está por vir.


Conclusão

Se você crê realmente e conscientemente que Yeshua, baseado na Torah, profetas e salmos, é o messias e deseja se converter ao judaísmo ortodoxo para , de certa forma, tirar proveito disso, tenha em mente que parte do processo de conversão será negar sua fé no messias Yeshua.

Sabemos que em partes o judaismo ortodoxo tem razão quanto alguns conceitos contraditório do cristianismo, como por exemplo a "TRINDADE", porém isso não significa que Yeshua não seja o Messias por não ser um "deus" segundo os conceitos estabelecido pelo paganismo romano e herdado pelos derivados do crisitianismo.

Se você é um conhecedor PARCIAL das Escrituras, segundo os conceitos expostos pelas cartilhas da teologia cristã, saiba que sua fé está vinculada tão somente a uma crença sem o devido alicerce contextual Biblico e os argumentos rabínicos sorrateiramente " "comprovarão " " a você que sua fé é vã e que o messias não é Yeshua. CUIDADO!!!

avatar
Admin
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 244

Cidade Cidade : ישראל

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 14/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por MukkaH.F. em Qua Abr 11, 2012 5:09 pm

Fato!
Quanta gente vendendo suas promessas por pouco.
Gostei da matéria.


MukkaH.F.
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 1

Idade Idade : 31

Cidade Cidade : Terezopolis de Goias

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 14/02/2012

Religião Religião :
  • Evangélico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por ailtonsilv em Qua Abr 11, 2012 8:34 pm

Muito boa está matéria! Preciso aprender mais sobre as religiões do mundo!

ailtonsilv
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 2

Cidade Cidade : São Sebastião

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 11/04/2012

Religião Religião :
  • Evangélico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Conversao ao Judaismo

Mensagem por judabenhai em Qua Abr 11, 2012 9:20 pm

a todos
Uma pequena correcao - os cristaos QUE NAO CONHECEM AS ESCRITURAS acreditam
que Yeshua aboliu a Lei...
Brachot
juda ben haim,moreh
Arad, Israel

judabenhai
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 8

Cidade Cidade : Arad

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 08/12/2011

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.shaareytikvah.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por Xan Berg em Qua Abr 11, 2012 9:38 pm

pessoal

Acredito estar havendo um mal entendido em relação ao objetivo deste post inicial, ou seja, o que queremos dizer com esta matéria é que as pessoas que estão nos procurando para se converter ao judaismo ortodoxo não sabem exatamente o que significa isso, por este motivo trouxemos a explicação do que significa e o que acarreta esta prática.

Não estamos compactuando com esta idéia, de forma alguma, pois realmente Yeshua é o messias de Israel e quando um sujeito resolve se converter ao judaismo ortodoxo ele deverá negar sua fé, independentemente do que o contexto biblico geral afirma.

O grande problema é que em partes o judaismo ortodoxo confronta o crstianismo e acaba por ter sucesso porquê a visão messiânica de ambos é parcial e não condiz de forma absoluta com o contexto biblico geral, por isso temos estas confusões entre cristianismo e judaismo.

Espero que entendam daqui para frente o real sentido da matéria


Judah ben Chai,

Estou de pleno acordo!




Grande abraço a todos

avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 41

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por GOFIL em Qui Abr 12, 2012 1:23 am

Não estou autorizado a julgar outras pessoas e seus motivos, mas, não posso deixar de manifestar-me e o que tenho a dizer é que, em tese, qualquer pessoa pode converter-se ao judaísmo, entretanto, creio que para ser praticante do judaísmo é preciso ter sangue judeu, isto é, é preciso nascer do ventre de uma judia e trazer carga genética que lhe possibilite despertar o que já existe em si.
A conversão, em minha opinião, resulta em mudança de conceito, entendimento e procedimento quando já existe na genética dessa pessoa uma memória inconsciente que aflorará, como já disse acima.
Obrigado, pela oportunidade dada para expressar-me.

GOFIL
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 1

Cidade Cidade : SÃO PAULO

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 07/04/2012

Religião Religião :
  • Judeu ortodoxo


http://gofil-terrenos.blogspot.com / http://gofil-arte.blogspot.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por Xan Berg em Qui Abr 12, 2012 12:56 pm

GOFIL

Em partes concordo contigo porém o judaismo e o cristianismo, que estão mais proximos a verdade do Criador, possuem erros grosseiros quanto a questão messiânica por terem criado um pefil parcial do messias, fato aparentemente baseados nas Escrituras.

Um sujeito que sai do cristianismo para se converter ao judaismo, ou vice-versa, estará apenas trocando "seis por meia dúzia", pois sairá de um extremo para abraçar outro extremo, veja, por exemplo, que o judaismo utiliza-se das doutrinas contraditorias do catolicismo fundamentadas em más interpretações para negar que Yeshua é o messias, porém o mesmo judaismo faz interpretações do mesmo escalão para negar Yeshua e esperar por um outro messias.

Não seria mais lógico considerar o contexto biblico geral para concluirmos a questão?

Não sei se você chegou a ver o vídeo em que um rabino coloca em má situação um dito "pastor" que entrevistou-o, veja o link abaixo:

http://www.torahweb.net/t1437-respostas-de-um-rabino-a-um-pastor#18003

Eu também não estou aqui para julgar as pessoas, mas posso lhe garantir que em termos biblico, de acordo com o contexto geral, sem interferencia religiosa, o judeu Yeshua é a única pessoal na qual mais profecias messiânicas se cumpriram nele.

****

Esteja a vontade para continuar participando conosco, mesmo que tenha um ponto de vista diferenciado.


Grande abraço


Xan
avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 41

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por Xan Berg em Qui Abr 12, 2012 1:21 pm

Para os judeus, por mais que Yeshua possa ter sido um professor e contador de casos maravilhoso, ele foi somente um ser humano, não o Deus Filho (no máximo, mais um filho de D’us, no sentido metafórico de que todos os seres humanos são filhos de D’us). ... Na visão judaica, todos somos filhos de D’us, e ninguém pode ser um Deus Filho.

Convidado

Gostaria de lembrar que este sentido metafórico de que Yeshua é o Filho de YHWH também deve ser utilizado quanto ao fato de considerarem ele um "deus", pois Yeshua deixou isso evidente, vejamos:

João 10:33-36

Os judeus responderam, dizendo-lhe: Não te apedrejamos por alguma obra boa, mas pela blasfêmia; porque, sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo.

- Respondeu-lhes Yeshua: Não está escrito na vossa lei: Eu disse: Sois deuses?

- Pois, se a lei chamou deuses àqueles a quem a palavra de Deus foi dirigida (e a Escritura não pode ser anulada), quele a quem o Pai santificou, e enviou ao mundo, vós dizeis: Blasfemas, porque disse: Sou Filho de Deus?

Vejamos a conformidade biblica da justificação de Yeshua em relação a falta de conhecimento de seus acusadores.

Oséias 1:10 - Todavia o número dos filhos de Israel será como a areia do mar, que não pode medir-se nem contar-se; e acontecerá que no lugar onde se lhes dizia: Vós não sois meu povo, se lhes dirá: Vós sois filhos do Deus vivo.

Salmos 82:6 - Eu disse: Vós sois deuses, e todos vós filhos do Altíssimo.



Os próprios anjos são chamados filhos de YHWH

Jó (Yov) 1:6 - E num dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o Senhor, veio também Satanás entre eles.

Jó (Yov) 2:1 - E, VINDO outro dia, em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o Senhor, veio também Satanás entre eles, apresentar-se perante o Senhor.






Conclusão


Tanto os judeus quanto os cristãos precisam entender que Yeshua é, de forma metafórica, o filho de YHWH e automaticamente um "deus" dentro do contexto biblico, e não segundo conceitos religiosos baseados em más interpretações.


Grande abraço


avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 41

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por jmarolla em Qui Abr 12, 2012 2:46 pm

Uvracha.
Só um detalhe que deixei de mencionar.
Ter-me "convertido ao “Judaísmo Messianico" não significa que tenho pretensões ou um desejo em "tornar-me" judeu, pois isto é questão de DNA, seria um absurdo, não o desejo, muito pelo contrário, mas faço parte da nação de Israel, sou sim um israelita (Romanos 11), pertenço a uma nação (contexto espiritual), estou inserido na congregação de Israel (o que o cristianismo se confunde e chama de “Igreja” gerando um novo elemento distinto de Israel, e que na verdade nada mais é do que congregação, assembléia). Também não significa que é preciso "converter-se" ao judaísmo messiânico para amar a Torá, os profetas, os escritos e a Br'it Hadascha, pois é uma questão de coração, fé no Maschiach, mas é impossível ficar fora do contexto judaico das Escrituras, pois esta em sua essência é judaica e nunca deixará de ser. Nosso Mashiach é judeu, volta como judeu e vai reinar como judeu e jamais o Eterno deu algum indício nas Escrituras de que anulou ou substituiu suas Mitzvot ou pior, não deu autorização a ninguém para fazer isto. O que lamento é o erro de interpretar os discursos do emissário Sh’aul (apóstolo Paulo) em detrimento da Torá, o que rav Sh’aul nunca fez, muito pelo contrário.
Querer tornar-se judeu, além de impossível é um erro bíblico, agora, possuir uma mentalidade anti-semita, de desejar servir o D-us de Israel sem estar dentro da nação de Israel, menosprezando o contexto judaico das Escrituras achando que isto é coisa de "judeu" é no mínimo muito estranho.

Jeremias 31:31-33 “Eis que dias vêm, diz o YHWH, em que farei uma aliança nova com a casa de Israel e com a casa de Judá. Não conforme a aliança que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; porque eles invalidaram a minha aliança apesar de eu os haver desposado, diz o YHWH. Mas esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o YHWH: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Elohim e eles serão o meu povo”.

Nova aliança está relacionada ao povo de Israel, 12 tribos, casa de Judá e Israel ou Efraim (não há elemento novo, estranho aí). Yeshua não veio anular ou mudar isto, pelo contrário, veio ratificar a Profecia e através dele é que podemos ser enxertados, quem quiser, entender isso e ama-lo como Senhor e Salvador dentro deste povo. Não dá pra ficar de fora. Alías, que “Lei” é esta de que se trata o profeta, ou melhor, a Boca do Altíssimo? TORÁ.
Que o Eterno abençoe a todos!
No amor de Yeshua, Mashiach de Israel.
Jair

jmarolla
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 5

Idade Idade : 56

Cidade Cidade : São Paulo

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 02/05/2010

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por Xan Berg em Qui Abr 12, 2012 4:01 pm

JMarolla!!!

Falou e disse!

Parabéns pela simplicidade e objetividade da elucidação.

Comentários como estes são bem-vindos sempre.

avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 41

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por Clara em Qui Abr 12, 2012 9:10 pm

shalom Xan

GOFIL escreveu:, entretanto, creio que para ser praticante do judaísmo é preciso ter sangue judeu, isto é, é preciso nascer do ventre de uma judia e trazer carga genética que lhe possibilite despertar o que já existe em si.

Gostaria de saber sua opinião sobre o comentário acima, e me respondesse sobre uma outra questão existente : " os filhos em que o pai é judeu , e a mãe não " a religão mudou a regra por conta própria , certo ? ilegalmente creio eu .
avatar
Clara
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 278

Cidade Cidade : São Paulo

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 23/10/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por Xan Berg em Qui Abr 12, 2012 10:24 pm

Clara

Segundo a genealogia biblica vemos que a descendencia provem de pai e não de mãe, mas dentro do judaísmo criou-se a regra de que para ser um autentico judeu será necessário ter nascido de uma mãe judia, por causa do caso entre Avraham e Hagar gerando um filho equivocadamente com o propósito de tentar cumprir a palavra do Eterno, porém não era assim que deveriam ter procedido, pois o filho da promessa vivria mediante a Sarah de forma milagrosa.

Esta idéia não é novidade inclusive o próprio apostolo Paulo tomou Timóteo e circuncidou-o justamente por este motivo, pois os judeus que viviam na mesma cidade de Timóteo sabiam que ele era filho de mãe judia e automaticamente deveria ser circuncidado de acordo com o mandamento perpétuo estabelecido pelo Eterno.

Atos 16:1-3

E CHEGOU a Derbe e Listra. E eis que estava ali um certo discípulo por nome Timóteo, filho de uma judia que era crente, mas de pai grego; do qual davam bom testemunho os irmãos que estavam em Listra e em Icônio.

Paulo quis que este fosse com ele; e tomando-o, o circuncidou, por causa dos judeus que estavam naqueles lugares; porque todos sabiam que seu pai era grego.
avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 41

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por jmarolla em Sex Abr 13, 2012 2:48 pm

pessoal.
Concordo Xan.
Na ordem genealógica há um padrão Bíblico para estabelecer hierarquia e sempre foi levado em consideração a questão da paternidade, o Sacerdócio era passado de pai para filho, o pertinência tribal também, o trono era passado de pai para filho. O Eterno sempre leva em consideração a semente masculina [hebr. zerá].

“Disse mais Elohim a Avraham: Tu, porém, guardarás a minha aliança, tu, e a tua descendência depois de ti, nas suas gerações. Esta é a minha aliança, que guardareis entre mim e vós, e a tua semente [hebr. zerá] depois de ti: Que todo o homem entre vós será circuncidado. E circuncidareis a carne do vosso prepúcio; e isto será por sinal da aliança entre mim e vós. O filho de oito dias, pois, será circuncidado, todo o homem nas vossas gerações; o nascido na casa, e o comprado por dinheiro a qualquer estrangeiro, que não for da tua descendência. Com efeito será circuncidado o nascido em tua casa, e o comprado por teu dinheiro; e estará a minha aliança na vossa carne por aliança perpétua”. (Bereshit/Gênesis 17:9-13)

Por exemplo, os cohanim (sacerdotes) deveriam ser sempre da semente de Aharon:
“E estarão sobre Aharon e sobre seus filhos, quando entrarem na tenda da congregação, ou quando chegarem ao altar para ministrar no santuário, para que não levem iniqüidade e morram; isto será estatuto perpétuo para ele e para a sua semente [hebr. zerá] depois dele”. (Shemot/Êxodo 28:43)

O Eterno promete a David que Mashiach viria segundo a sua semente. Veja, semente de David e não semente Ruach (Espírito Santo), mas este é uma outra questão para discutir. No texto abaixo o Eterno deixa claro o padrão Bíblico da paternidade:

“Agora, pois, assim dirás ao meu servo Davdi: Assim diz YHWH Tseva’ot: Eu te tomei da malhada, de detrás das ovelhas, para que fosses o soberano sobre o meu povo, sobre Yisra’el. E fui contigo, por onde quer que foste, e destruí a teus inimigos diante de ti; e fiz grande o teu nome, como o nome dos grandes que há na terra. E prepararei lugar para o meu povo, para Israel, e o plantarei, para que habite no seu lugar, e não mais seja removido, e nunca mais os filhos da perversidade o aflijam, como dantes, e desde o dia em que mandei que houvesse juízes sobre o meu povo Israel; a ti, porém, te dei descanso de todos os teus inimigos; também YHWH te faz saber que te fará casa. Quando teus dias forem completos, e vieres a dormir com teus pais, então farei levantar depois de ti um dentre a tua semente [hebr. zerá], o qual sairá das tuas entranhas, e estabelecerei o seu reino. Este edificará uma casa ao meu nome, e confirmarei o trono do seu reino para sempre”. (Sh’mu’el Beit/2 Samuel 7:14)

No amor do Mashiach de Israel,
Jair

jmarolla
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 5

Idade Idade : 56

Cidade Cidade : São Paulo

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 02/05/2010

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por Xan Berg em Sex Abr 13, 2012 5:33 pm

jmarolla escreveu: pessoal.
O Eterno promete a David que Mashiach viria segundo a sua semente. Veja, semente de David e não semente Ruach (Espírito Santo), mas este é uma outra questão para discutir. No texto abaixo o Eterno deixa claro o padrão Bíblico da paternidade:

... Quando teus dias forem completos, e vieres a dormir com teus pais, então farei levantar depois de ti um dentre a tua semente [hebr. zerá], o qual sairá das tuas entranhas, e estabelecerei o seu reino. Este edificará uma casa ao meu nome, e confirmarei o trono do seu reino para sempre”. (Sh’mu’el Beit/2 Samuel 7:14)

No amor do Mashiach de Israel,
Jair


Yair

Eu desenvolvi e publiquei uma matéria com relação a este assunto, que de certa forma gerou polêmica entre algumas pessoas, porém acredito que a interpretação apresentada está muitos mais proximo da lógica e da realidade diante do contexto biblico geral do que a versão que aprendemos na teologia cristã.

Se interessar ler o assunto, acesso o link abaixo:

http://www.torahweb.net/t971-yeshua-o-filho-biologico-de-yosef#13170


avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 41

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por jmarolla em Sex Abr 13, 2012 5:56 pm

Xan.
Certamente quero estudar o assunto que vc desenvolveu. Vou acessar o link e verificar ok?!
Toda Raba
Yair

jmarolla
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 5

Idade Idade : 56

Cidade Cidade : São Paulo

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 02/05/2010

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por jmarolla em Sex Abr 13, 2012 6:36 pm

Xan.
Excelente trabalho!!!! Concordo em absoluto. O Mashiach teria mesmo que ser descendente da Tribo de Judá, das entranhas de David, geneticamente falando! O grande milagre que o Eterno operou pela ação Dele mesmo, de Seu próprio Espírito foi exatamente fecundar o óvulo de Miriyam (virgem) com a zerá de Yosef sem o ato conjugal. Baruch Hashem! Paternidade! Quem tem estragado tudo isso é a Igreja Romana com a mariomatria empurrando goela abaixo das pessoas o conceito da maternidade de Yeshua tirando o foco da profecia que é justamente a paternidade de Yeshua que deveria vir de Yosef. Percebo nisso a nuvem de anti-semitismo.
Veja achi como o intuito de HaSatan e de seu império Romano é mesmo distorcer o propósito da profecia enaltecendo Miriyam para aproximar outras deusas pagãs para serem adoradas como Ishtar/Ashtarte, um demônio feminino que é adorado como “a rainha dos céus” :
“Os filhos apanham a lenha, e os pais acendem o fogo, e as mulheres preparam a massa, para fazerem bolos à rainha dos céus, e oferecem libações a outros deuses, para me provocarem à ira”. (Yirmiyahu/Jeremias 7:18)
“Ashtarte” era a deusa-chefe dos sidônios, dentre os quais era adorada como uma divindade independente, também pelo nome de “Ashtarte do nome de Ba’al” como uma companheira de Ba’al...
Na Babilônia e na Assíria ela era adorada como Ishtar em diversos santuários diferentes, em cada um dos qual a deusa possuía pequenas variações de características...
A adoração ao mesmo demônio migrou para a nova religião romana. Ishtar/Ashtarte era adorada no festival da primavera, justamente a data adotada por Roma para a celebração da sua versão da “páscoa”.
Veja a sutileza de HaSatan para tirar o foco do Mashiach e introduzir a adoração a Miriyam, com isto precisava anular a paternidade, tirar Yosef, deixá-lo em segundo plano.
Pode parecer simples mas esta tentativa de substituir a paternidade de Yeshua pela adoção trás sérias conseqüências teologias e continuam prendendo a mente das pessoas que não conseguem se livrar de Roma.
Em nenhum momento quero tirar a importância de Miryiam como serva fiel ao Eterno, uma moça de qualidades maravilhosas pelas quais foi escolhida por HaShem para a tarefa de trazer o Mashiach BenYosef.

Parabéns pela obra publicada Xan, muito bem documentada com os textos bem citados e centrados no assunto.
No amor do Mashiach Yeshua,
Yair

jmarolla
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 5

Idade Idade : 56

Cidade Cidade : São Paulo

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 02/05/2010

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por jmarolla em Sex Abr 13, 2012 9:36 pm

shalom Xan.
Gostaria de saber se posso postar um link muito interessante de irmãos nossos, Judeus Messiânicos, que falam sobre a questão de "ser judeu" basta o ventre materno o ser. É um texto muito interessante, com dados históricos e atuais em Israel.
Que o Eterno te abençoe.
Yair

jmarolla
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 5

Idade Idade : 56

Cidade Cidade : São Paulo

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 02/05/2010

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

conversão

Mensagem por marcioo em Sab Maio 05, 2012 3:05 am

shalom amados ja mandei varias mensagens a vcs mas vcs não dão retorno moro em sc na cidade de capivari de baixo não tem cinagoga aqui quero fazer parte desse povo ja conheço as leis de adonai e de moshe

marcioo
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 1

Cidade Cidade : capivari de baixo sc

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 14/04/2012

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por Xan Berg em Sab Maio 05, 2012 7:55 am

Marcio

Provavelmente nossas respostas foram enviadas para sua caixa de spam.

Eu particularmente não conheço as congregações messiânicas do Brasil, mas procure se informar com o Matheus Zandona ou com seu pai, Marecelo Guimarães e eles lhe darão informações seguras e confiáveis.

Entre em contacto com eles através do link abaixo:

http://www.ensinandodesiao.org.br/index.php?option=com_contact&Itemid=3

Grande abraço e shabat shalom

avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 41

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por tonycareca em Seg Maio 07, 2012 8:55 pm

Ola Marcio!

Alem do marcelo guimaraes...entra en contacto com esse site Messianico aqui de DALLAS,TEXAS tem inclusive espanhol,e voce pode se beneficiar disso:

Servicio Transmitido En Vivo por Internet

El servicio de BHS se transmite en vivo cada Sábado a las 10:30 a.m. (CST). Vaya al enlace http://baruchhashemsynagogue.org/?page_id=11 para disfrutar el servicio en vivo o para acceder archivos de audio o video de servicios anteriores. Agradecemos a www.total-stream.net por la transmisión

...creio que sera interessante tambem localizar pessoas ai no Brasil que sao Messianicos e nao tem onde ir e fazerem um estudo aos sabados pela net...com msn, skip,etc...creio voces conseguirao uma boa discussao inclusive com assuntos que sao postados aqui no site...voces poderiam inclusive,apresentar cada titulo de discussao semanalmente,escolhendo entre voces os que prepararao o material...ideia complicada,mas que pode funcionar,e nao deixa-los a merce de ensinos religiosos sem sentido e descontextualizado.
abracao

tonycareca
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 67

Cidade Cidade : Dallas

País País : EUA

Inscrição Inscrição : 16/10/2011

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

coversão ao judaismo messianico

Mensagem por Rafita em Sex Ago 23, 2013 7:45 am

Admin escreveu:
pessoal

Eu tenho recebido diversos e-mails de pessoas que pretendem se converter ao judaísmo ortodoxo com segundos interesses e assim tentar de alguma forma obter a cidadania israelita, fator que o próprio Rabinato em Israel tem bloqueado, ou seja, professar a fé judaica ortodoxa não lhe dá o direito de cidadania israelita.

Gostaria de deixar evidenciado, mais uma vez, que essa tática é "manjada" por qualquer rabino e o processo de conversão não é um simples "levantar de mãos" acompanhado do recitar de meia dúzia de versinhos e pronto!!! Tudo está resolvido, como num passe de mágica.

O processo de conversão ao judaísmo ortodoxo envolve vários aspectos que devem ser observados de forma voluntária e consciente, inclusive para o indivíduo obter o "certificado" de conversão é necessário participar de um curso onde lhes será apresentados os fundamentos do judaísmo e como praticá-lo.


CURSO ANTERIOR A CONVERSÃO

Os candidatos à conversão estudam judaísmo de diversas maneiras. Alguns o fazem individualmente com um rabino ou com um professor supervisionado por um rabino através de encontros regulares (a frequência varia, dependendo da orientação do rabino). Outros frequentam classes formais de conversão ou de Introdução ao Judaísmo, muitas vezes acompanhados do seu parceiro judeu.

Um curso típico inclui: crenças e práticas religiosas básicas, tais como as orações proferidas nos serviços religiosos e as orações individuais; cashrut (as leis alimentares judaicas); a história do Povo Judeu e de Israel; o lar judaico; os feriados judaicos; os marcos judaicos durante a vida (nascimento, bar/bat mitzvá, casamento, morte e luto); o Holocausto (Shoá), entre outros. O estudo do hebraico também está incluído.

O período de estudo varia bastante: pode durar seis meses, um ano, dois anos, e até mais, dependendo de diversas condições, como a regras da congregação à qual pertence o rabino, a linha de estudos, a determinação pessoal do candidato, o programa de estudos a ser cumprido, etc.

A VISÃO JUDAICA SOBRE YESHUA

Se você quer se tornar um judeu ortodoxo automaticamente deverá negar sua fé em Yeshua, veja qual o conceito judaico sobre o Messias de Israel.

Para os cristãos, o princípio central de sua religião é a crença de que Yeshua é o Filho de Deus, parte da Trindade, o messias salvador de almas. Para os cristãos ele é a revelação de Deus na carne. Yeshua é, em termos cristãos, o Deus encarnado, o Deus em carne e osso que veio à Terra para absorver os pecados dos seres humanos e assim livrar dos pecados todos aqueles que aceitam a sua divindade.

Para os judeus, por mais que Yeshua possa ter sido um professor e contador de casos maravilhoso, ele foi somente um ser humano, não o Deus Filho (no máximo, mais um filho de D’us, no sentido metafórico de que todos os seres humanos são filhos de D’us). Na visão judaica, Yeshua não pode salvar almas; só D’us pode. Na visão judaica, Yeshua não ressuscitou. Na visão judaica, todos somos filhos de D’us, e ninguém pode ser um Deus Filho.

De um ponto de vista judaico, Yeshua tampouco absorveu os pecados das pessoas ao ser expiado e crucificado. Para os judeus a única maneira de se remover os pecados é pedindo perdão: os judeus buscam o perdão de D’us pelos pecados cometidos contra Ele; buscam também o perdão das outras pessoas pelo mal que cometeram contra elas. A busca do perdão exige um senso sincero de arrependimento, a busca direta da reparação do mal causado a outra pessoa e a atitude de não cometer este erro novamente no futuro. Os pecados e transgressões são parcialmente removidos por meio de orações (que substituíram os sacrifícios de animais da época do Templo Sagrado de Jerusalém) como um modo de expiar os pecados, mas o principal é buscar corrigir o mal feito a outras pessoas.

Para os cristãos, Yeshua substituiu a Lei judaica (1). Para os judeus, os mandamentos (mitsvót) e a Lei judaica (halachá) continuam e continuarão valendo para sempre e jamais serão substituídos.

Para os judeus, Yeshua não é visto como o messias. Na visão judaica, o messias é um ser humano que virá em uma era de paz. Poderemos reconhecer a era messiânica quando percebermos que o mundo está absolutamente em paz. Na visão judaica, é notório que isso não aconteceu quando Yeshua viveu, e jamais houve paz em qualquer período após a sua morte.

Quando se fala de Yeshua como um homem, as opiniões dos judeus variam muito. Alguns o respeitam como um professor ético que aceitava a Lei judaica, como uma pessoa que sequer se via como um messias, que jamais quis iniciar uma nova religião. Em vez disso, Yeshua é visto por esse judeus como uma pessoa que desafiou as práticas das autoridades religiosas judaicas de seu tempo. Segundo essa visão, ele queria aperfeiçoar o judaísmo de acordo com o seu próprio entendimento, sem jamais querer romper com o Povo Judeu. Para outros, Yeshua distorceu as leis judaicas e semeou a discórdia entre os judeus de seu tempo. Seja qual for a resposta judaica, há um consenso fundamental e irrefutável: nenhum judeu, seja nascido judeu ou convertido ao judaísmo, acredita que Yeshua seja o Deus Filho ou o messias.

Para os judeus, o único Deus é D’us; e o Messias ainda está por vir.


Conclusão

Se você crê realmente e conscientemente que Yeshua, baseado na Torah, profetas e salmos, é o messias e deseja se converter ao judaísmo ortodoxo para , de certa forma, tirar proveito disso, tenha em mente que parte do processo de conversão será negar sua fé no messias Yeshua.

Sabemos que em partes o judaismo ortodoxo tem razão quanto alguns conceitos contraditório do cristianismo, como por exemplo a "TRINDADE", porém isso não significa que Yeshua não seja o Messias por não ser um "deus" segundo os conceitos estabelecido pelo paganismo romano e herdado pelos derivados do crisitianismo.

Se você é um conhecedor PARCIAL das Escrituras, segundo os conceitos expostos pelas cartilhas da teologia cristã, saiba que sua fé está vinculada tão somente a uma crença sem o devido alicerce contextual Biblico e os argumentos rabínicos sorrateiramente " "comprovarão " " a você que sua fé é vã e que o messias não é Yeshua. CUIDADO!!!


Rafita
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 2

Cidade Cidade : Itapeva

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 23/08/2013

Religião Religião :
  • Evangélico
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por Rafita em Sex Ago 23, 2013 7:46 am

Admin escreveu:
pessoal

Eu tenho recebido diversos e-mails de pessoas que pretendem se converter ao judaísmo ortodoxo com segundos interesses e assim tentar de alguma forma obter a cidadania israelita, fator que o próprio rabinato em Israel tem bloqueado, ou seja, professar a fé judaica ortodoxa não lhe dá o direito de cidadania israelita.

Gostaria de deixar evidenciado, mais uma vez, que essa tática é "manjada" por qualquer rabino e o processo de conversão não é um simples "levantar de mãos" acompanhado do recitar de meia duzia de versinhos e pronto!!! Tudo está resolvido, como num passe de mágica.

O processo de conversão ao judaismo ortodoxo envolve vários aspectos que devem ser observados de forma voluntária e consciente, inclusive para o indivíduo obter o "certificado" de conversão é necessário participar de um curso onde lhes será apresentados os fundamentos do judaísmo e como praticá-lo.


CURSO ANTERIOR A CONVERSÃO

Os candidatos à conversão estudam judaísmo de diversas maneiras. Alguns o fazem individualmente com um rabino ou com um professor supervisionado por um rabino através de encontros regulares (a freqüência varia, dependendo da orientação do rabino). Outros freqüentam classes formais de conversão ou de Introdução ao Judaísmo, muitas vezes acompanhados do seu parceiro judeu.

Um curso típico inclui: crenças e práticas religiosas básicas, tais como as orações proferidas nos serviços religiosos e as orações individuais; cashrut (as leis alimentares judaicas); a história do Povo Judeu e de Israel; o lar judaico; os feriados judaicos; os marcos judaicos durante a vida (nascimento, bar/bat mitzvá, casamento, morte e luto); o Holocausto (Shoá), entre outros. O estudo do hebraico também está incluído.

O período de estudo varia bastante: pode durar seis meses, um ano, dois anos, e até mais, dependendo de diversas condições, como a regras da congregação à qual pertence o rabino, a linha de estudos, a determinação pessoal do candidato, o programa de estudos a ser cumprido, etc.

A VISÃO JUDAICA SOBRE YESHUA

Se você quer se tornar um judeu ortodoxo automaticamente deverá negar sua fé em Yeshua, veja qual o conceito judaico sobre o messias de Israel.

Para os cristãos, o princípio central de sua religião é a crença de que Yeshua é o Filho de Deus, parte da Trindade, o messias salvador de almas. Para os cristãos ele é a revelação de Deus na carne. Yeshua é, em termos cristãos, o Deus encarnado, o Deus em carne e osso que veio à Terra para absorver os pecados dos seres humanos e assim livrar dos pecados todos aqueles que aceitam a sua divindade.

Para os judeus, por mais que Yeshua possa ter sido um professor e contador de casos maravilhoso, ele foi somente um ser humano, não o Deus Filho (no máximo, mais um filho de D’us, no sentido metafórico de que todos os seres humanos são filhos de D’us). Na visão judaica, Yeshua não pode salvar almas; só D’us pode. Na visão judaica, Yeshua não ressuscitou. Na visão judaica, todos somos filhos de D’us, e ninguém pode ser um Deus Filho.

De um ponto de vista judaico, Yeshua tampouco absorveu os pecados das pessoas ao ser expiado e crucificado. Para os judeus a única maneira de se remover os pecados é pedindo perdão: os judeus buscam o perdão de D’us pelos pecados cometidos contra Ele; buscam também o perdão das outras pessoas pelo mal que cometeram contra elas. A busca do perdão exige um senso sincero de arrependimento, a busca direta da reparação do mal causado a outra pessoa e a atitude de não cometer este erro novamente no futuro. Os pecados e transgressões são parcialmente removidos por meio de orações (que substituíram os sacrifícios de animais da época do Templo Sagrado de Jerusalém) como um modo de expiar os pecados, mas o principal é buscar corrigir o mal feito a outras pessoas.

Para os cristãos, Yeshua substituiu a Lei judaica (1). Para os judeus, os mandamentos (mitsvót) e a Lei judaica (halachá) continuam e continuarão valendo para sempre e jamais serão substituídos.

Para os judeus, Yeshua não é visto como o messias. Na visão judaica, o messias é um ser humano que virá em uma era de paz. Poderemos reconhecer a era messiânica quando percebermos que o mundo está absolutamente em paz. Na visão judaica, é notório que isso não aconteceu quando Yeshua viveu, e jamais houve paz em qualquer período após a sua morte.

Quando se fala de Yeshua como um homem, as opiniões dos judeus variam muito. Alguns o respeitam como um professor ético que aceitava a Lei judaica, como uma pessoa que sequer se via como um messias, que jamais quis iniciar uma nova religião. Em vez disso, Yeshua é visto por esse judeus como uma pessoa que desafiou as práticas das autoridades religiosas judaicas de seu tempo. Segundo essa visão, ele queria aperfeiçoar o judaísmo de acordo com o seu próprio entendimento, sem jamais querer romper com o Povo Judeu. Para outros, Yeshua distorceu as leis judaicas e semeou a discórdia entre os judeus de seu tempo. Seja qual for a resposta judaica, há um consenso fundamental e irrefutável: nenhum judeu, seja nascido judeu ou convertido ao judaísmo, acredita que Yeshua seja o Deus Filho ou o messias.

Para os judeus, o único Deus é D’us; e o Messias ainda está por vir.


Conclusão

Se você crê realmente e conscientemente que Yeshua, baseado na Torah, profetas e salmos, é o messias e deseja se converter ao judaísmo ortodoxo para , de certa forma, tirar proveito disso, tenha em mente que parte do processo de conversão será negar sua fé no messias Yeshua.

Sabemos que em partes o judaismo ortodoxo tem razão quanto alguns conceitos contraditório do cristianismo, como por exemplo a "TRINDADE", porém isso não significa que Yeshua não seja o Messias por não ser um "deus" segundo os conceitos estabelecido pelo paganismo romano e herdado pelos derivados do crisitianismo.

Se você é um conhecedor PARCIAL das Escrituras, segundo os conceitos expostos pelas cartilhas da teologia cristã, saiba que sua fé está vinculada tão somente a uma crença sem o devido alicerce contextual Biblico e os argumentos rabínicos sorrateiramente " "comprovarão " " a você que sua fé é vã e que o messias não é Yeshua. CUIDADO!!!


Rafita
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 2

Cidade Cidade : Itapeva

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 23/08/2013

Religião Religião :
  • Evangélico
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por MILINHASP em Seg Dez 16, 2013 4:08 am

Clara escreveu:shalom Xan

GOFIL escreveu:, entretanto, creio que para ser praticante do judaísmo é preciso ter sangue judeu, isto é, é preciso nascer do ventre de uma judia e trazer carga genética que lhe possibilite despertar o que já existe em si.

GOFIL ,

Eu particularmente discordo que para ser praticante do judaísmo é preciso ter sangue judeu 
é claro que se tivéssemos nascido lá seria mais fácil ,pois aprenderíamos desde pequenos
os costumes e a religião e etc.
Quem me dera ter nascido judia...


Gostaria de saber sua opinião sobre o comentário acima, e me respondesse sobre uma outra questão existente : " os filhos em que o pai é judeu , e a mãe não " a religão mudou a regra por conta própria , certo ? ilegalmente creio eu .
avatar
MILINHASP
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 10

Idade Idade : 33

Cidade Cidade : SÃO PAULO

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 15/12/2013

Religião Religião :
  • Outros


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por Xan Berg em Seg Dez 16, 2013 6:25 pm

Milinhasp!

Biblicamente vemos que a descendencia provém do pai, por exemplo, Avraham gerou Itzrak que gerou Ya'akov, etc...

O judaismo deu uma mexida nas coisas por causa de Ishmael, filho de Hagar com Avraham, logo, a importância passou a mãe, mas isso não tem a ver com determinação biblica.
avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 41

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por Piangers em Qua Jan 20, 2016 10:33 pm

Sou de Novo Hamburgo, RS e gostaria de saber se é possível eu me tornar um seguidor dos Messiânicos. Sou evangélico, convertido a Yeshua mas quero ter mais informações sobre o Judaísmo Messiânico. Gostaria também de estudar mais a Lei de Deus e segui-la de acordo com o que é ensinado pelos judeus.
Agradeço a resposta
Piangers

Piangers
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 5

Cidade Cidade : Novo Hamburgo, RS, Brasil

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 21/06/2010


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conversão ao judaísmo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum