Últimos assuntos
» 666
Seg Jun 26, 2017 9:58 pm por Gessimiel

» Pena de morte para bandidos
Seg Jun 19, 2017 6:50 am por Isaque palazon

» Os 7 (sete) Espíritos de YHWH
Qua Fev 22, 2017 12:16 am por azzi

» Apresente-se aqui
Qua Nov 23, 2016 2:40 pm por Paulo Henrique Gasparino

» Viver em Israel - Imigração
Dom Nov 20, 2016 1:43 pm por Oziel rodrigues

» Judeus Messiânicos e suas heresias.
Sex Out 21, 2016 6:59 am por EderTe

» A "Fé Evangélica" é genuinamente bíblica?
Ter Out 18, 2016 9:35 pm por Roberto Gavazza

» 2 samuel 24:1 x 1 cronicas 21:1
Ter Out 18, 2016 7:17 pm por Roberto Gavazza

» Bnei Noach
Ter Out 18, 2016 3:27 pm por Roberto Gavazza

» Decifrando o Apocalipse
Ter Out 11, 2016 11:05 pm por Gessimiel

Menu
  Add a Favoritos

  Home Page

  Regras do fórum

  Portal

  Fórum

  Registre-se

  Quem somos

  Normas e Dicas

  Estudos biblico

  Mapa de Israel

  História de Israel

  Aula de Hebraico

  Dicionário biblico

  Biblia em Hebraico


Calendário biblico
Estatísticas
Temos 4255 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Gibassan

Os nossos membros postaram um total de 16978 mensagens em 1199 assuntos

A Restauração da Verdade

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Restauração da Verdade

Mensagem por IvoRibeiro em Ter Mar 06, 2012 11:23 pm

,Irmãos.

Antes de iniciar é preciso saber o significado de algumas palavras:

Animal...............Rei ou Reino
Mulher...............Igreja
Chifre................Poder,Rei ou Reino
Um dia..............1 ano
Águas...............povos,nações
Deserto.............Regiões deserticas
Ventos..............Guerras
Cometa.............Falso profeta
Estrelas.............Pregadores do Evangelho
Dragão..............Satanás

1)Que viu Daniel? Dan.8:1 a 9
a)Um carneiro com dois chifres
b)Um bode com um chifre
c)Um chifre grande
d)Quatro chifres pequenos
e)Um chifre pequeno que saiu de um dos quatro chifres e que cresceu muito

2)Que queria Daniel entender? Dan.8:15
(O significado da visão)

3)Qual o Significado?
(em Daniel 2 a visão da estátua tem a cabeça de ouro,agora este Reino já passou por isso não aparece em Daniel 8)
a)Dan.8:20 - Carneiro - Medo/persa ........538-331 A.C.
b)Dan.8:21 - Bode - Grécia.....................331-A.C.
c)Dan.8:21 - Chifre Grande - Alexandre
d)Dan.8:22 - Quatro chifres - 4 Reinos.
(Alexandre morreu em 323 A.C.e seus quatro Generais dividiram o Reino entre si.
Cassandro,Lisimaco,Seleuco e Ptolomeu.O Reino dividido ficou assim:ROMA,GRECIA,SÍRIA E EGITO)
e)Dan.8:23 - Um Rei - A Biblia não revela,não identifica esse REi pelo nome mas diz o que haveria de fazer.

4)Que haveria de fazer o Rei?
a)Dan.8:10 e 24 - Destruir o povo santo
b)Dan.8:11 e 25 - Falar contra Yeshua ( I Tim 2:5)
c)Dan.8:12 - Deitar fora a VERDADE.
d)Dan.7:25 - Mudar os tempos e a lei.
(Nota;Este reino saido do Imperio Romano,em 325 atraves de Constantino,mudou a lei,o quarto mandamento,mudando o dia de guarda do Sabado para o domingo,portanto mudou o tempo e a lei,que algumas denominações obedecem,sem saber que guardam o dia do Sol.

5)Qual a pergunta que vem depois?Dan.8:13
Até quando?)

6)Qual a resposta? Dan.8:14
(Ao acabarem as 2300 tardes e manhãs haveria de ser restaurada a verdade na Terra,e no Ceu o Santuario,purificado.

7)Para que foram dadas as Profecias? Prov.29:18
Livrar-nos da corrupção.

Um Abraço,D-us os Abençoe.
Ivo Ribeiro































IvoRibeiro
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 52

Cidade Cidade : São Vicente

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 05/03/2012

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: A Restauração da Verdade

Mensagem por leoncrd em Qua Mar 07, 2012 5:57 am

IvoRibeiro escreveu:

(Alexandre morreu em 323 A.C.e seus quatro Generais dividiram o Reino entre si.
Cassandro,Lisimaco,Seleuco e Ptolomeu.O Reino dividido ficou assim:ROMA,GRECIA,SÍRIA E EGITO)


Cuidado com os falsos professores...

A divisão do Império foi a seguinte:
Ptolomeo: Egito, Palestina e parte de Síria;
Casandro: Macedônia e parte do restante da Grécia;
Lisímaco: Tracia e grande parte da Ásia Menor (Turquia)
Seleuco: Maior parte do antigo Império Persa: parte da Ásia Menor, o norte da Síria, a Mesopotamia e o Oriente (Paquistão, Irã, etc).

Roma não tem absolutamente nada a ver com o Império dividido da Grécia, e, aliás, já existia como República independente desde aproximadamente 500 a.C., muito antes de Alexandre.

O pequeno chifre de Daniel é Antioco IV Epifanio, da dinastia Selêucida, não tem absolutamente nada a ver com Roma...

Até porque Roma combateu o pequeno chifre:

Daniel 10:30 Porque virão contra ele [pequeno chifre] navios de Quitim [Genesis 10:4 - significa os povos do mediterrâneo, para um judeu da época seria Roma ou Grécia], que lhe causarão tristeza; por isso voltará, e se indignará contra o santo pacto [Judeus pios de Israel], e fará como lhe aprouver. Voltará e atenderá aos que tiverem abandonado o santo pacto.

A primeira parte desse versículo da profecia se refere ao seguinte fato histórico:
Em Eleusis, subúrbio de Alexandria, Gaius Popilius Laenas, o embaixador romano, pediu para Antíoco deixar o Egito e desistir do Chipre. Quando Antíoco pediu tempo para refletir sobre o ultimato, Popilius desenhou um círculo na areia em torno de Antíoco e pediu-lhe para dar a sua decisão antes que ele saísse do círculo. Com os romanos vitoriosos na Macedônia (cujo rei, Perseu, os romanos haviam acabado de derrotar, em 22 de junho, 168), nas proximidades de Antioquia, Antíoco, humilhado, teve que ceder.

A segunda parte desse versículo da profecia se refere aos judeus apostatados que apoiavam Antíoco. Um exemplo das atitudes desses judeus apostatados:
Josefo, Antiguidades XII, VI
Disseram ao soberano [Antíoco] que haviam decidido renunciar os costumes de seu país para abraçar a religião e a maneira de viver dos gregos e pediram-lhe permissão para construir uma praça de esportes em Jerusalém.
Sem dificuldade, [Antíoco] tornou-se senhor dessa praça [Jerusálem], porque os de seu partido [Judeus apostatados] abriram-lhe as portas, e mandou matar vários do partido contrário [Judeus fiéis à Tora], apoderou-se de grande quantidade de dinheiro e voltou a Antioquia.

E se prosseguirmos pro versículo seguinte, a identificação continua bem clara:

11:31 E estarão ao lado dele forças que profanarão o santuário [*], isto é, a fortaleza, e tirarão o holocausto contínuo[**], estabelecendo a abominação desoladora.[***]

* e **
2 Macabeus 6:4 a 6
4.O templo encheu-se de lascívias e das orgias dos gentios que se divertiam com meretrizes, unindo-se às mulheres nos átrios sagrados e introduzindo coisas ilegais.5.O altar estava coberto de vítimas impuras, interditas pelas leis. 6.Não se permitia mais a observância do sábado, a celebração das antigas festas, nem mesmo confessar-se judeu.

***
Josefo, Antiguidades, XIII, VIII
Antíoco Epifânio, o qual, quando tomou a cidade, ofereceu um porco sobre o altar, e espargiu o templo com o sangue do animal, a fim de violar a lei judaica, e a religião que haviam herdado de seus ancestrais”

leoncrd
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 19

Cidade Cidade : SP

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 07/03/2012


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Restauração da Verdade

Mensagem por IvoRibeiro em Qua Mar 07, 2012 4:21 pm

,Irmãos

Amados,acho ótimo que haja contestação sobre os meus escritos,porque isso nos possibilita nos aprofundarmos mais no assunto e todos saem ganhando.

1)eu não sou um falso mestre,mas"membro da raça escolhida,da nação santa,que é possessão do próprio D-us(I Pedro 2:9 e 10.

Os estudos postados são ministrados a interessados pelos membros de uma denominação mundial e são a expressão da Verdade,porque bem interpretadas da Bíblia.

2) Antes de contestar,os amados precisam ter o cuidado em situar bem os acontecimentos no tempo, a interpretar com correção a Palavra, e consultar fontes confiaveis de informação.Macabeus é livro apocrifo,e sem aceitação nos meios cristãos evangélicos,mas VAMOS ÀS DÙVIDAS.

1)[color=red][/colorVocê diz que 1 dia é igual 1 ano!

Exatamente isso,um dia em Profecia é um ano.Vejamos este princípio:
EZEQUIEL 4:5,6,7-(5)porque eu te dei os anos da sua iniquidade,segundo o numero dos dias,trezentos e noventa dias;e levarás sobre ti a iniquidade da casa de Israel.(6)Quando tiveres cumprido estes dias,deitarte-as sobre o teu lado direito e levarás sobre ti a iniquidade da casa de Judá.(7)Quarenta dias te dei,cada dia por um ano.Voltarás,pois,o rosto para o cerco de Jerusalém,com teu braço descoberto, profetizarás contra ela.
Este principio rege a interpretação dos 1260 anos.

Mulher...............Igreja

Apocalipse 12:1- Viu-se grande sinal no Céu,a saber, uma mulher vestida de Sol com a lua debaixo dos pés e uma coroa de doze estrelas na cabeça.

Apocalipse17:3- Transportou-me o anjo,em espirito, a um deserto e vi uma mulher montada numa besta escarlate,besta repleta de nomes de blasfemia,com sete cabeças e dez chifres.

Se puderem ler o Capítulo todo vão entender melhor o assunto.


Cuidado com os falsos professores..


Estamos falando aqui de imperios mundiais,que houveram em dias anteriores.Não podemos citar todos os acontecimentos porque o tempo e o espaço são curtos.Antes que os quatro generais assumissem a divisão do Reino,houve um outro reinado,mas insignificante,por tres anos e meio,(Grecia)assim como o é Antioco Epifanio.Dominador de uma pequena região citado muitas vezes como anti-o Messias,por ter aspergido sangue de porco sobre o altar.(os sacerdotes aspergiam o sangue de um cordeiro)Este ato porem não constitui impureza para o Santuário.O pecado,sim,a iniquidade sim,(citado pelo Pastor Marcelo da Igreja Judaico Adventista em São Paulo)era preciso que o Sumo Sacerdote uma vez por ano fizesse expiação pelo pecado do povo no Santuário.

Eu fui casado com uma excelente advogada,e aprendi que em direito,tudo o que não for contestado no processo é tido como verdade.Então me alegro por que são poucas as contestações,mas me reservo o direito de responder aos amados sempre que achar necessário.























[u][i]

IvoRibeiro
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 52

Cidade Cidade : São Vicente

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 05/03/2012

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Restauração da Verdade

Mensagem por leoncrd em Qua Mar 07, 2012 7:50 pm

IvoRibeiro escreveu:,Irmãos

Amados,acho ótimo que haja contestação sobre os meus escritos,porque isso nos possibilita nos aprofundarmos mais no assunto e todos saem ganhando.

1)eu não sou um falso mestre,mas"membro da raça escolhida,da nação santa,que é possessão do próprio D-us(I Pedro 2:9 e 10.

Os estudos postados são ministrados a interessados pelos membros de uma denominação mundial e são a expressão da Verdade,porque bem interpretadas da Bíblia.

2) Antes de contestar,os amados precisam ter o cuidado em situar bem os acontecimentos no tempo, a interpretar com correção a Palavra, e consultar fontes confiaveis de informação.Macabeus é livro apocrifo,e sem aceitação nos meios cristãos evangélicos,mas VAMOS ÀS DÙVIDAS.



Cuidado com os falsos professores..


Estamos falando aqui de imperios mundiais,que houveram em dias anteriores.Não podemos citar todos os acontecimentos porque o tempo e o espaço são curtos.Antes que os quatro generais assumissem a divisão do Reino,houve um outro reinado,mas insignificante,por tres anos e meio,(Grecia)assim como o é Antioco Epifanio.Dominador de uma pequena região citado muitas vezes como anti-o Messias,por ter aspergido sangue de porco sobre o altar.(os sacerdotes aspergiam o sangue de um cordeiro)Este ato porem não constitui impureza para o Santuário.O pecado,sim,a iniquidade sim,(citado pelo Pastor Marcelo da Igreja Judaico Adventista em São Paulo)era preciso que o Sumo Sacerdote uma vez por ano fizesse expiação pelo pecado do povo no Santuário.

Eu fui casado com uma excelente advogada,e aprendi que em direito,tudo o que não for contestado no processo é tido como verdade.Então me alegro por que são poucas as contestações,mas me reservo o direito de responder aos amados sempre que achar necessário.













[u][i]


Não falei que você era um falso mestre, mas para você tomar cuidado com falsos professores, se dei a entender outra coisa, desculpe-me...

Mas voltando ao assunto...l Roma está longe de ter surgido da divisão do reino de Alexandre...

Para um estudo ser a "expressão da Verdade" e a verdadeira "boa interpretação da Bíblia", ele precisa corresponder aos fatos históricos e ser logicamente aceitável. E esses atributos só podem ser constatados com a devida análise.

O fato de Macabeus não ser considerado pela Igreja evangelica não muda o fato de que ele é fonte de fatos históricos, que devem ser analisados e considerados, dentro das limitações de qualquer texto histórico. Além do que o historiador judeu Josefo, contemporâneo do Apóstolo João, atesta os acontecimentos narrados nos 5 livros de Macabeus.

Daniel 8
8O bode (Grécia), pois, se engrandeceu sobremaneira; e estando ele forte, aquele grande chifre (Alexandre) foi quebrado, e no seu lugar outros quatro também notáveis nasceram para os quatro ventos do céu.
9Ainda de um deles saiu um chifre pequeno, o qual cresceu muito para o sul, e para o oriente, e para a terra formosa;
21Mas o bode peludo é o rei da Grécia; e o grande chifre que tinha entre os olhos é o primeiro rei.
22O ter sido quebrado, levantando-se quatro em lugar dele, significa que quatro reinos se levantarão da mesma nação, porém não com a força dele.


O texto de Daniel diz que os quatro reinos se levantariam do próprio Império Macedônico (nasceram/se levantaram da MESMA nação). E de um desses 4 reinos sairia o chifre pequeno...

Quadro cronológico:

500 a.C. - República Romana
336 a 323 a.C. - Império de Alexandre
322 a 306 a.C - Período de Grande Caos político
306-305 a.C. - Divisão do reinado entre 5 generais
301 a.C. - Antígono é assassinado pelos outros generais, o reino é dividido em 4 dinastias.
171 a.C. - Antíoco mata o sumo-sacerdote Onias.
168 a.C. - Antíoco proíbe a guarda do sábado, a observância da Lei, muda o calendário judaico, e, mais pro final do ano, sacrifica um porco no santíssimo e coloca uma estátua nele.
165 a.C. - O templo é retomado e os altares são derrubados pelos próprios judeus, que consideram-no imundo e, por isso, os reconstroem.

Roma não surge da divisão do Império de Alexandre, o texto diz que o Império do qual sairia o pequeno chifre se levantaria da mesma nação que outros 3 impérios.

Além disso, o texto diz que esses Impérios não teriam a mesma força do Império anterior, ou seja da Grécia. Roma foi muito mais forte do que a Grécia.



Última edição por leoncrd em Qua Mar 07, 2012 8:21 pm, editado 1 vez(es)

leoncrd
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 19

Cidade Cidade : SP

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 07/03/2012


Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

A restauração da verdade

Mensagem por IvoRibeiro em Qui Mar 08, 2012 1:43 pm

Irmãos.

O intuito deste estudo é mostrar os acontecimentos,desde a antiguidade até nossos dias e até depois de nossos dias.Não precisamos entrar em detalhes sobre todos os reinos que já existiram.Estes reinos citados são os mundiais,senão teríamos que citar o Império Mongol de Átila,e outros que tais.Mostramos que o SENHOR está no comando desde o principio e estará assim sempre.Que o Senhor restauraria a verdade depois de um certo tempo(2.300 tardes e manhãs)
Roma foi o chifre pequeno que cresceu mais que todos os outros,e deste surgiu mais um Império,o Vaticano,que hoje controla inúmeras nações,impondo suas leis,transformadas em leis civís,caracteriza bem a visão do ultimo animal visto por Daniel.

A Biblia,Irmão Jefté,não pode ser interpretada sempre como literal ,não se entende como se lê,por isso o Irmão não está compreendendo:alguns versiculos são literais,se lê dia e é dia mesmo,mas grande parte da bíblia é simbolica,senão estariamos muito preocupados com a Salvação ,pois O Apostolo João no livro de Apocalipse 7:4 informa que os salvos(selados) são 144.000.Então,se pensarmos assim,desde Adão até nossos
dias esse número já estaria completo,e nós estariamos perdidos.Portanto,precisamos aprender a estudar a Palavra sabendo que existem livros históricos,escatológicos,poesia,proféticos....e existe uma regra de interpretação para estes textos

Lendo outras mensagens,percebo que há uma discriminação contra os Adventistas do Sétimo dia,atribuindo a esta denominação e a seus fundadores,aquilo que NÃO fezeram.Por exemplo,Thiago White previu apenas uma vez(erroneamente)a volta de Yeshua em 1844,voltou a estudar a Bíblia e percebeu,dois anos depois,que esta data se referia a outro assunto,ligado ás 2.300 tardes e manhãs de Daniel 8:14 e 15.
Helen G.White não teve que fazer nada para resolver o problema porque já estava resolvido.A denominação que previu por vários anos a volta de Yeshua foi a IGREJA DOS SANTOS DOS ÚLTIMOS DIAS,OS MORMONS.Criada por Josefh Smith,um (ele mesmo se declarou)MASSOM DO 33 GRAU.Confirmação?veja na internet as fotos da Igreja(?) em Salt Lake City,Utah.Na entrada está o aperto de mãos dos massoms...Não estou aqui falando mal de uma denominação,mas constatando um fato visível a todos.
Então as pessoas já estão "crucificando" os Adventistas antes mesmo do Grande perseguidor iniciar sua campanha contra os guardadores do Sábado do Senhor.
Por que guardamos os mandamentos (10),e nos alimentamos conforme descrito ao povo de D-us no deserto(Levitico 11).
Somos um povo muito sério,que respeita os demais irmãos e denominações,embora algumas pessoas com muito conhecimento possam se exceder e cometer algum deslize,e por estes peço perdão,procuramos sempre ajudar os irmãos em dificuldades.A ADRA por exemplo arrecada e distribui (para falar apenas no Natal)centenas de toneladas de alimentos às comunidades carentes todos os anos.

Vi também que algumas pessoas,destas que acham que a Igreja Adventista é uma seita(a propria ONU a chamava assim,mas o Presidente da Associação Geral,propos a seis advogados leigos,que lessem a Biblia e nossas crenças fundamentais e formassem opinião para debater o assunto na ONU e esta organização concordou que Igreja Adventista é uma IGREJA e não seita.

Como querem alguns,não é preciso aceitar Elen White,apenas crer que ela representa o espírito de profecia citado na Bíblia(Apocalipse 19:10)
Para refutar esta afirmação precisa ler pelo menos um livro escrito por ela.(O grande conflito por exemplo)

Para se ter opinião formada sobre qualquer assunto é preciso se inteirar bem,conhecer a fundo antes de falar qualquer coisa.Eu nasci Católico,na juventude fui "do mundo"mas depois ingressei na Igreja Batista em Santos,onde aprendi com um professor de Teologia,passei por várias denominações,como Assembleia de Deus,Congregação Cristã no Brasil,e outra denominações menores.Em todas eu me aprofundei,não apenas buscando conhecimento,mas fazendo amigos e conhecendo a fundo todos os "mecanismos" de cada igreja.Portanto,conheço todas elas elas e sei o que elas ensinam.Aprendi com várias pessoas de muito conhecimento e claro,Sempre presente o ESPÍRITO SANTO
Ainda estudo todos os dias....
Mas o que diz a Bíblia,RETENDE O QUE É BOM!!,e este principio eu sigo sempre.
E depois de toda esta trajetória,ainda estou aprendendo e até o fim quero continuar assim,até mudando de opinião quando perceber que estou errado.

Um forte abraço a todos.
O SENHOR os Abençoe

Ivo Ribeiro















[b]

IvoRibeiro
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 52

Cidade Cidade : São Vicente

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 05/03/2012

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: A Restauração da Verdade

Mensagem por leoncrd em Qui Mar 08, 2012 9:01 pm

IvoRibeiro escreveu: Irmãos.

O intuito deste estudo é mostrar os acontecimentos,desde a antiguidade até nossos dias e até depois de nossos dias.Não precisamos entrar em detalhes sobre todos os reinos que já existiram.Estes reinos citados são os mundiais,senão teríamos que citar o Império Mongol de Átila,e outros que tais.Mostramos que o SENHOR está no comando desde o principio e estará assim sempre.Que o Senhor restauraria a verdade depois de um certo tempo(2.300 tardes e manhãs)
Roma foi o chifre pequeno que cresceu mais que todos os outros,e deste surgiu mais um Império,o Vaticano,que hoje controla inúmeras nações,impondo suas leis,transformadas em leis civís,caracteriza bem a visão do ultimo animal visto por Daniel.

[b]

Amigo Ivo, se você acredita assim, é um direito que tens.

Entretanto, no meu entender, é fundamental estudar a história antiga, pois ela nos ajuda a mostrar de que reinos o profeta estava falando...

Daniel diz que o pequeno chifre sairia de um dos quatro reinos em que se dividiu o Império de Alexandre, o texto diz que os quatro reinos sairiam da mesma nação, e seriam menores do que aquele Império.

Dizer que esse pequeno chifre é Roma é uma afirmação sem base escriturística e incompatível com a história, pois Roma não nasceu de uma das quatro nações que surgiram da divisão do Império de Alexandre. Além de que Roma se tornou mais forte do que a Grécia/Macedônia de Alexandre.

Nesse sentido, o capítulo 11 é muito interessante. Começa mostrando a morte de Alexandre e prossegue mostrando o conflito entre os reinos do Egito (Rei do Sul) e da Síria (Rei do Norte) entre os versículos 2 e 20.
No versículo 21, em diante, temos o pequeno chifre assumindo o comando do Reino do Norte (Síria), e atacando continuamente o Reino do Sul (Egito) e a Terra Formosa (Israel).



Que Deus nos ilumine e perdoe os tempos de falta de conhecimento.

leoncrd
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 19

Cidade Cidade : SP

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 07/03/2012


Voltar ao Topo Ir em baixo

A Restauração da Verdade

Mensagem por IvoRibeiro em Qui Mar 08, 2012 10:42 pm


,Olá irmãos!

Caros Irmãos,tenho humildade suficiente para reconhecer que preciso estud\r um pouco mais a História antiga,mas sei também do que estou falando e talvez os irmãos não tenham entendido o contexto em que apresentei o tema.

Quanto a [color=red][cada dia um ano,/color]respondo ao amado Irmão Jefté com o que segue:
Números 14:32 - Quanto a vós, porém , os vossos cadáveres cairão neste deserto,
33-vossos filhos serão pastores neste deserto durante quarenta anos,sofrendo por causa das vossas infidelidades,até que os vossos cadáveres,se consumam no deserto.
34-Segundo o número dos dias que espiastes a terra,quarenta dias,cada dia representando um ano,levarei sobre vós as vossas iniquidades quarenta anos,e conhecereis o meu desagrado.
35-Eu, o SENHOR, falei e certamente assim farei a toda esta má congregação,que se levantou contra mim.Neste deserto se consumirão e morrerão.

Veja por favor estes versículos,que por falha minha não coloquei na primeira vez que escrevi.Mas creio que estes versos,assim como os de Ezequiel cap 4 satisfaçam as exigências do Irmão,porque os textos de Ezequiel também falam em "profetizar",com clareza.
Irmãos,este "debate"está me fazendo muito bem,pois me leva a refletir mais sobre a Palavra do Senhor,e buscar mais ainda a Sua face.
Não me coloquem por favor entre os demais irmãos que porventura desrespeitem suas denominações,porque não faço isso.Como disse,já pertenci a muitas delas e tinha orgulho e defendia os ensinos ali ministrados.

Vou contar uma pequena estória que pode servir de lição a muitos que soberbamente se colocam acima de todos,embora sejamos todos irmãos e estamos aqui para ofender ninguém.
"Havia um senhor na Igreja,muito bem conceituado e profundo conhecedor da mensagem da Biblia,com uma voz maviosa,fazia com que todos se admirassem quando ele subia à plataforma para louvar.
Este homem(seu nome não será declinado)tinha o hábito de receber as Testemunhas de Jeová para ao inves de tratá-los com brandura,fazia gozação e ria,assim também com outras pessoas de menor conhecimento.
No entanto hoje,este homem,que era também excelente pregador,está fora da Igreja.Está afastado e quem sabe(só D-us)perdendo a salvação.(a alma que pecar essa morrerá)"Então sou muito cuidadoso das coisas de D-us e tenho muito respeito pelos irmãos e pelas suas opiniões,e nenhuma delas por mais absurda que pareça,pertence a alguém que está buscando ao Senhor e a sua mensagem.Podemos "matar" uma pessoa com nossas posições se colocadas de maneira errada.

Irmãos,um forte abraço,

O SENHOR OS abençoe grandemente.










IvoRibeiro
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 52

Cidade Cidade : São Vicente

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 05/03/2012

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Restauração da Verdade

Mensagem por leoncrd em Qui Mar 08, 2012 11:36 pm

IvoRibeiro escreveu:
,Olá irmãos!

Caros Irmãos,tenho humildade suficiente para reconhecer que preciso estud\r um pouco mais a História antiga,mas sei também do que estou falando e talvez os irmãos não tenham entendido o contexto em que apresentei o tema.


Amigo Ivo, da minha parte não há nenhum problema que a pessoa seja Adventista, Batista, Messiânico, Pentecostal, etc... O mais importante é ser praticante da misericórdia, da justiça e do Amor.

Conheço muitos adventistas, a maioria boas pessoas, cristãos honestos, pessoas sinceras...
Mas discordo da linha de interpretação escatológica da doutrina, porque acho incompatível com os fatos históricos descritos em Daniel.

Que o Pai nos conceda seu Amor.

leoncrd
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 19

Cidade Cidade : SP

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 07/03/2012


Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

A Restauração da Verdade

Mensagem por IvoRibeiro em Sex Mar 09, 2012 1:29 am


Caro Irmão,acho que já falamos demasiado sobre o mesmo assunto,
já apresentei os textos Biblicos que atestam o que enunciei,se você pensa de outra forma eu respeito isso,mas não posso me furtar à verdade.Se olharmos atentamente os versos citados,sem ideias pré concebidas,talvez possamos entender melhor.Basta ler para perceber que há uma relação entre dias anos.
Não vamos "discutir",quem nos convence da verdade é o Espírito Santo.Eu de mim mesmo jamais convencerei ninguém."Mas "ele vos guiará a toda a verdade"-Evang. de João 16:13.

Que o Senhor D-us nos ilumine

Abraços

IvoRibeiro
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 52

Cidade Cidade : São Vicente

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 05/03/2012

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: A Restauração da Verdade

Mensagem por leoncrd em Sex Mar 09, 2012 2:33 pm

Jefté escreveu:

Irmão
Leoncrd
Não concordo que Daniel 11 fale de Antíoco.
O capítulo de Daniel 11 é futuro, e se trata do anticristo que está por vir ao mundo.
Aliás: o capítulo diz de um "santo concerto" - você saberia me dizer que santo concerto seja esse ???
E já aproveito p/ perguntar: Antíoco fez algum santo concerto c/ Israel ???

"Então tornará para a sua terra com grande riqueza, e o seu coração será contra o santo concerto; e fará o que lhe aprouver, e tornará para a sua terra."

"Porque virão contra ele navios de Quitim, que lhe causarão tristeza; e voltará, e se indignará contra o santo concerto, e fará como lhe apraz; e ainda voltará e atenderá aos que tiverem desamparado o santo concerto." (Dan. 11:30)
No aguardo...


Olá amigo Jefté, estou escrevendo um texto sobre as profecias de Daniel, vou postar um rascunho do que entendo desses versículos.


11:25 [O pequeno chifre] suscitará a sua força e a sua coragem contra o rei do sul [Ptolomeu IV do Egito] com um grande exército; e o rei do sul sairá à guerra com um grande e mui poderoso exército, mas não subsistirá, pois maquinarão projetos contra ele.

11:26 E os que comerem os seus manjares o quebrantarão; e o exército dele será varrido [exército de Ptolomeu derrotado em 170aC] por uma inundação [forças inundantes, conforme 11:22] , e cairão muitos traspassados.

11:27 Também estes dois reis [Antíoco e Ptolomeu] terão o coração atento para fazerem o mal, e assentados à mesma mesa falarão a mentira; esta, porém, não prosperará, porque ainda virá o fim no tempo determinado.

11:28 Então tornará para a sua terra com muitos bens [Antíoco saqueou o Egito]; e o seu coração será contra o santo pacto [Santo pacto = judeus fiéis a Torá - Antíoco saqueou Israel*]; e fará o que lhe aprouver, e tornará para a sua terra. [E finalmente retornou para Antioquia, na Síria]

* 1 Macabeus 1:21 a 23
21.Penetrou cheio de orgulho no santuário, tomou o altar de ouro, o candelabro das luzes com todos os seus pertences,22.a mesa da proposição, os vasos, as alfaias, os turíbulos de ouro, o véu, as coroas, os ornamentos de ouro da fachada, e arrancou as embutiduras.23.Tomou a prata, o ouro, os vasos preciosos e os tesouros ocultos que encontrou.

11:29 No tempo determinado voltará, e entrará no sul; mas não sucederá desta vez como na primeira. [Antíoco tenta invadir novamente o Egito em 168aC, mas desta vez fracassa]

11:30 Porque virão contra ele navios de Quitim [do mediterrâneo, de Roma*], que lhe causarão tristeza[**]; por isso voltará, e se indignará contra o santo pacto, e fará como lhe aprouver [Segunda investida contra Jerusálem***]. Voltará e atenderá aos que tiverem abandonado o santo pacto [Judeus helenizados apostatados****]

* Quitim, personagem Bíblico (Gên. 10:4), filho de Java, historicamente, relaciona-se Quitim com a ilha de Chipre, e com o Mediterrâneo (Roma).

** Parece se refererir ao seguinte fato histórico:
Em Eleusis, subúrbio de Alexandria, Gaius Popilius Laenas, o embaixador romano, pediu para Antíoco deixar o Egito e desistir do Chipre. Quando Antíoco pediu tempo para refletir sobre o ultimato, Popilius desenhou um círculo na areia em torno de Antíoco e pediu-lhe para dar a sua decisão antes que ele saísse do círculo. Com os romanos vitoriosos na Macedônia (cujo rei, Perseu, os romanos haviam acabado de derrotar, em 22 de junho, 168), nas proximidades de Antioquia, Antíoco, humilhado, teve que ceder.

*** Irritado pela humilhação sofrida diante dos navios de Quitim, dos romanos, Antíoco ataca novamente Israel, e dessa vez de forma ainda mais bruta. Conforme texto:

1 Macabeus 1:30 a 32, 39
30 dirigiu-se aos habitantes com palavras pacíficas, mas astuciosas, nas quais acreditaram; em seguida lançou-se de improviso sobre a cidade, pilhou-a seriamente e matou muita gente.31.Saqueou-a, incendiou-a, destruiu as casas e os muros em derredor.32.Seus soldados conduziram ao cativeiro as mulheres e as crianças e apoderaram-se dos rebanhos. 39 Seu templo ficou desolado como um deserto, seus dias de festa se transformaram em dias de luto, seus sábados, em dias de vergonha, e sua glória em desonra.

**** Parece se referir aos judeus apostatados que o apoiaram na helenização de Israel. Conforme exemplo:

Josefo, Antiguidades XII, VI
Disseram ao soberano [Antíoco] que haviam decidido renunciar os costumes de seu país para abraçar a religião e a maneira de viver dos gregos e pediram-lhe permissão para construir uma praça de esportes em Jerusalém.
Sem dificuldade, [Antíoco] tornou-se senhor dessa praça [Jerusálem], porque os de seu partido [Judeus apostatados] abriram-lhe as portas, e mandou matar vários do partido contrário [Judeus fiéis à Tora], apoderou-se de grande quantidade de dinheiro e voltou a Antioquia.

11:31 E estarão ao lado dele [Antíoco] forças que profanarão o santuário [*], isto é, a fortaleza, e tirarão o holocausto contínuo[**], estabelecendo a abominação desoladora.[***]

* e ** 2 Macabeus 6:4 a 6
4.O templo encheu-se de lascívias e das orgias dos gentios que se divertiam com meretrizes, unindo-se às mulheres nos átrios sagrados e introduzindo coisas ilegais.5.O altar estava coberto de vítimas impuras, interditas pelas leis. 6.Não se permitia mais a observância do sábado, a celebração das antigas festas, nem mesmo confessar-se judeu.

*** Josefo, Antiguidades, XIII, VIII
Antíoco Epifânio, o qual, quando tomou a cidade, ofereceu um porco sobre o altar, e espargiu o templo com o sangue do animal, a fim de violar a lei judaica, e a religião que haviam herdado de seus ancestrais”

11:32 Ainda aos violadores do pacto ele perverterá com lisonjas [judeus apostatados]; mas o povo que conhece ao seu Deus se tornará forte, e fará proezas.

11:33 Os entendidos entre o povo [Matatias, um Sacerdote, e seus 5 filhos, que iniciaram a rebelião judaica] ensinarão a muitos; todavia por muitos dias cairão pela espada e pelo fogo[*], pelo cativeiro e pelo despojo.

*Pois os judeus (em 167) que resistiram não queriam lutar durante o sábado: como resultado, eles foram massacrados.
* Josefo, Antiguidades, XII, VI
Eles [os soldados de Antíoco] lutaram contra eles [rebeldes judeus] no Shabbat, e os queimaram, pois eles estavam nas cavernas, e não resistiram...
* 2 Macabeus 6:11
Outros se haviam retirado às cavernas vizinhas para aí celebrarem secretamente o dia de sábado. Denunciados a Filipe, foram todos queimados, pois não ousaram defender-se, por respeito à santidade do dia.

11:34 Mas, caindo eles, serão ajudados com pequeno socorro; muitos, porém, se ajuntarão a eles com lisonjas.

Depois dos massacres, muitos outros judeus se juntaram a Matatias.

11:35 Alguns dos entendidos cairão para serem acrisolados, purificados e embranquecidos [*], até o fim do tempo[**]; pois isso ainda será para o tempo determinado.

* Em '2 Macabeus, é interessante notar que nesse ponto da narrativa (logo após a queima dos judeus piedosos durante o sábado), o autor escreve que toda a tragédia é para purificação do povo judeu:

2 Macabeus 6:12
Suplico aos que lerem este livro, que não se deixem abater por esses tristes acontecimentos, mas que considerem que esses castigos tiveram em mira não a ruína, mas a correção de nossa raça;

2 Macabeus 6:16
Assim, não nos retire ele jamais a sua misericórdia e não abandone seu povo, no momento em que o corrige pela adversidade!

** Muitos desses judeus mortos pelos soldados de Antíoco supostamente estarão entre os que ressuscitarão (Dn 12:2-3).


A partir de 11:40, quando Daniel fala do tempo do fim, o texto muda de foco e já não parece corresponder mais a Antíoco.

leoncrd
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 19

Cidade Cidade : SP

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 07/03/2012


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Restauração da Verdade

Mensagem por leoncrd em Sex Mar 09, 2012 3:00 pm

O judaísmo celebra, aproximadamente em dezembro, a "Festa das Luzes" ou "Chanucá" há mais de 2000 mil anos.

O Chanucá foi instituído pelos Macabeus após terem reconquistado Jerusalém e o Templo, e reconsagrado este último.

Yeshua frequentou a festa de Chanucá e não teceu qualquer comentário contrário a interpretação judaíca de que Antíoco IV fora o pequeno chifre:

João 10
22Celebrava-se então em Jerusalém a festa da dedicação. E era inverno.
23Andava Yeshua passeando no templo, no pórtico de Salomão.

Yeshua nunca teve "papas na língua" para ensinar a verdade aos homens, por isso acredito que se a interpretação judaica estivesse equivocada haveria algum comentário, especialmente no Evangelho de João.

leoncrd
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 19

Cidade Cidade : SP

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 07/03/2012


Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: A Restauração da Verdade

Mensagem por leoncrd em Sex Mar 09, 2012 3:52 pm

Jefté escreveu:Olá irmão Leoncrd

Tudo bem?!
Li sua postagem, e sobre isso:
11:28 Então tornará para a sua terra com muitos bens [Antíoco saqueou o Egito]; e o seu coração será contra o santo pacto [Santo pacto = judeus fiéis a Torá - Antíoco saqueou Israel*]; e fará o que lhe aprouver, e tornará para a sua terra. [E finalmente retornou para Antioquia, na Síria]

Pergunto:
Se o "Santo Pacto" se refere = aos judeus fiéis a Torá.
Quem é pois, o príncipe do concerto - citado no verso 21 de Daniel 11??
Você diz-me que o Santo Concerto são os judeus fiéis a Torá.

Quem é pois o "homem vil", a quem não fora dada a dignidade real mas ele tomará o reino c/ engano ???
"Depois se levantará em seu lugar um homem vil, ao qual não tinham dado a dignidade real; mas ele virá caladamente, e tomará o reino com engano." (Dan. 11:21)


E o que vem a ser então o Príncipe do Concerto - do ver 22, que foi quebrantado pela chegada de um homem vil ???
"E com os braços de uma inundação serão varridos de diante dele; e serão quebrantados, como também o príncipe da aliança." (Dan. 11:22)
E quem é, pois, o Príncipe do Concerto que foi quebrantado ??
E quem é o homem vil que quebrantou o príncipe do concerto???

Porque, desde que você assegure que é profecia já cumprida, então cabe-lhe identificar e localizar os detalhes de tal profecia !
Estou no aguardo...


Daniel 11:19
[Antíoco III] Virará então o seu rosto para as fortalezas da sua própria terra, mas tropeçará, e cairá, e não será achado.

Antíoco III, então, volta suas forças para a manutenção do seu reino, mas é morto pelos Elymaeans na Batalha de Susa.



Daniel 11:20
Então no seu lugar se levantará um [Seleuco IV] que enviará um opressor das riquezas do reino [Heliodoro], que dentro de poucos dias será quebrantado, mas isto sem ira e sem batalha.

Seleuco IV, filho de Antíoco III, assume o reino em 187 a.C.
Em seu último ano de governo, 175 a.C., se vê compelido por necessidades financeiras, em grande parte pela pesada indenização de guerra exigida por Roma, a prosseguir com uma política de espoliação dos reinos dominados.
Por esta razão, dá ordem ao seu comandante Heliodoro para obter dinheiro no Templo de Jerusalém, mas ele encontra oposição do sumo sacerdote Onias e retorna.
Logo após esse incidente o rei Seleuco IV é assassinado por Heliodoro, que assume o reino, mas que morre em poucos dias, os historiadores acreditam que tenha sido envenenado por Antíoco IV.

Recapitulando os reis selêucidas do Norte:
1. Seleucus I Nicator (305-281 a.C.) (Daniel 11:5)
2. Antíoco I Sóter (281-261 a.C.) (Daniel 11:6)
3. Antioco II Theos (261-246 a.C.) (Daniel 11:6)
4. Seleuco II Calínico (246-225 a.C.) (Daniel 11:7-8)
5. Seleuco III Sóter (225-223 a.C.) (Daniel 11:10)
6. Antíoco III, Magno (223-187 a.C.) (Daniel 11:10-19)
7. Seleuco IV Filopáter (187-175 a.C.) (Daniel 11:20)

Vamos observar o quarto animal para analisá-lo:

Daniel 7-7-8
[...] eis aqui o quarto animal [...] tinha dez chifres.
Eu considerava os chifres, e eis que entre eles subiu outro chifre, pequeno, diante do qual três dos primeiros chifres foram arrancados;


O que seria o arrancar os outros três chifres?
Voltando a Daniel 11 vemos que o “pequeno chifre” assumiu seu poder sem ter recebido a “majestade real”, ou seja, à força, portanto o “arrancar os chifres” seria eliminar outros postulantes ao trono:

Daniel 11:21
Depois se levantará em seu lugar um homem vil, ao qual não tinham dado a majestade real; mas ele virá caladamente, e tomará o reino com lisonja.

Portanto, o quarto animal (Reino) tinha dez chifres (reis), sendo que três (reis) foram arrancados para que um “pequeno chifre” crescesse (rei). Assim, dos 10 chifres, 7 já haviam governado no passado (conforme lista dos reis selêucidas), mas 3 postulantes foram eliminados para que Antíoco III subisse ao poder.

Quais foram os três chifres arrancados?
Conforme visto acima, após o assassinato de Seleuco IV, assume o trono seu “ministro das finanças”, Heliodoro, que, governa por poucos dias, e por sua vez, é também assassinato por envenenamento.
Diante dessa situação, o trono deveria passar para Demétrio, filho de Seleuco IV, que estava sendo mantido como refém em Roma, e, por isso, foi sobrepujado por Antíoco IV. Mas, ainda restava um herdeiro, que era uma criança, Antíoco filho de Seleuco IV, o qual foi formalmente rei por algum tempo, mas sem nunca exercer realmente o poder, até que foi finalmente assassinado por Antíoco IV.

Podemos observar então que a linha sucessória, por direito ou pela força, após Seleuco IV foi a seguinte:

8. Heliodoro (usurpou o trono, mas foi envenenado por Antíoco IV).
9. Demétrio (sucessor por direito, mas que nunca teve o resgate pago, mesmo Antíoco IV tendo os recursos necessários).
10. Antíoco filho de Seleuco IV (sucessor por direito, exerceu formalmente o reinado por um tempo, mas como era uma criança, foi apenas um fantoche de Antíoco IV, que posteriormente o assassinou).

Após os 10 chifres (reis), sendo que 3 foram arrancados (3 reis arrancados do poder/linha sucessória), levantou-se então um pequeno chifre, blasfemador, e que iria causar um grande terror na “terra formosa” (que como já vimos é Jerusalém), mudar as leis de Deus e pilhar o reino do Sul (Egito).

Isto é, Antíoco IV Epifânio, o Usurpador ou o Malvado, conforme ficou conhecido na hitória.
---

Logo:
Homem vil a quem não fora dado autoridade real, mas tomou o reino = Antíoco IV

Príncipe do Pacto que foi quebrantado = O sumo-sacerdote Onias, conhecido como o ungido puro, que resistia a helenização de Israel.
Foi morto por Antíoco em 171 a.C.

Cronologia:
171 - O Sumo Sacerdote Onias é morto por Antíoco.
168 (metade do ano) - Antíoco decreta a proibição da Lei.
168 (final) - Um porco é morto no altar do Templo e se colocar uma estátua pagã
165 - Templo reconquistado e reconsagrado após 8 dias de sacrifício

leoncrd
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 19

Cidade Cidade : SP

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 07/03/2012


Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: A Restauração da Verdade

Mensagem por leoncrd em Sex Mar 09, 2012 4:52 pm

Jefté escreveu:Olá irmão Leoncrd

Você está querendo dizer que Antíoco é que estabeleceu a abominação da desolação no lugar santo ???

Meu amado irmão; acaso o evangelho de o Messias quando em Mateus 24 Yeshua afirma aos apóstolos que quando eles avistassem a abominação da desolação no lugar santo (em FUTURO a acontecer) era para fugirem ???

Meu caro, não creio nos judeus, nem em Macabeus, e muito menos na verdade deles.
Sabia que Macabeus não é um livro canônico, ou seja, não é considerado pelos próprios judeus como um livro sagrado ????

E para a sua ciência:
Creio em o Messias Yeshua, meu Senhor e Salvador, Filho do Altíssimo Deus e a única Verdade que existe!
Paz!

Entendo que aconteceram três abominações que causaram desolação. No caso específico de Mateus 24 Yeshua se refere a última das três, quando ele profetiza a destruição do templo.

Por exemplo, aqui Daniel se refere a desolação entre 586 a.C. e a reconsagração do templo em 516 a.C. (ano conforme Esdras):

Daniel 9:2
no ano primeiro do seu reinado, eu, Daniel, entendi pelos livros que o número de anos, de que falara o Senhor ao profeta Jeremias, que haviam de durar as desolações de Jerusalém, era de setenta anos.


leoncrd
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 19

Cidade Cidade : SP

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 07/03/2012


Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: A Restauração da Verdade

Mensagem por leoncrd em Sex Mar 09, 2012 6:26 pm

Amigo Jefté.

Não creio que o capítulo 11 tenha se cumprido 3 vezes, mas que Daniel, e a Bíblia, usa os termos "Desolação" e "Abominação" em vários sentidos diferentes.

E Daniel usou o termo especificamente para retratar destruições de Jerusalem e do Templo por tropas estrangeiras. Yeshua alude ao sentido que Daniel utilizou para dar um aviso a seus discípulos, mas não se trata do mesmo evento e sim do mesmo sentido, da mesma simbologia. Por isso mesmo está escrito "quem ler entenda".

Por exemplo:
Eu digo que vi uma Ferrari vermelha na rua, e é linda.
João diz "Vi o carro de que Eu falou, e é lindo".
João pode estar falando literalmente do mesmo carro ou de um carro da mesma marca e cor, apesar de não ser literalmente o mesmo.

Não quero dar uma interpretação pessoal minha... Mas não posso simplesmente negar todas as evidências históricas qua apontam o capítulo 11 como um resumo da disputa entre a dinastia Seleucida (Reino do Norte) e a dinastia dos ptolemeus (Reino do Sul).

-------










leoncrd
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 19

Cidade Cidade : SP

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 07/03/2012


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Restauração da Verdade

Mensagem por leoncrd em Sex Mar 09, 2012 6:37 pm

Analisando Daniel 11 dos versículos 3 ao 6

11:3
Depois se levantará um rei poderoso, que reinará com grande domínio, e fará o que lhe aprouver.

A lenta decadência persa, que tem início com as derrotas nas Guerras Médicas, torna-se definitiva com a derrota para Alexandre, o Grande, o conquistador mais fulminante de toda a história antiga.


11:4
Mas, estando ele em pé, o seu reino será quebrado, e será repartido para os quatro ventos do céu; porém não para os seus descendentes, nem tampouco segundo o poder com que reinou; porque o seu reino será arrancado, e passará a outros que não eles.


Veja que é o mesmo reino [Grécia]/rei [Alexandre] de Daniel 8:8-12, 21-22
O bode, pois, se engrandeceu sobremaneira; e estando ele forte, aquele grande chifre foi quebrado, e no seu lugar outros quatro também notáveis nasceram para os quatro ventos do céu.
Ainda de um deles saiu um chifre pequeno, o qual cresceu muito para o sul, e para o oriente, e para a terra formosa;
e se engrandeceu até o exército do céu; e lançou por terra algumas das estrelas desse exército, e as pisou.
Sim, ele se engrandeceu até o príncipe do exército; e lhe tirou o holocausto contínuo, e o lugar do seu santuário foi deitado abaixo.
E o exército lhe foi entregue, juntamente com o holocausto contínuo, por causa da transgressão; lançou a verdade por terra; e fez o que era do seu agrado, e prosperou.
[...]o bode peludo é o reino da Grécia; e o grande chifre que tinha entre os olhos é o primeiro rei.
O ter sido quebrado, levantando-se quatro em lugar dele, significa que quatro reinos se levantarão da mesma nação, porém não com a força dele.



O versículo [11:4] inicia com a morte repentina, devido à febre, de Alexandre, em um momento em que seu Império era muito forte, por isso diz que ele “estava de pé” e logo em seguida já fala sobre sua sucessão e a divisão de seu reino.

Quando morreu, Alexandre não deixou herdeiros diretos. Roxana, sua mulher, estava grávida. E havia um meio-irmão, com problemas mentais, chamado Filipe Arrideu, 4 anos mais novo do que Alexandre, filho bastardo de Filipe II com Filêmora, uma bailarina tessália.

O exército macedônio designa como seus herdeiros seu meio-irmão Filipe Arrideu (Filipe III) e o filho nascituro de Roxana, caso fosse homem; o que de fato ocorre, o menino que nasce em outubro de 323 a.C. é chamado Alexandre IV.

Os generais de Alexandre, conhecidos como Diádocos (= sucessores) decidem inicialmente manter unido o Império, esperando pelo herdeiro, enquanto o administram.

Na verdade, os diádocos se aproveitam da menoridade de um dos herdeiros e das dificuldades mentais do outro e, na prática, seguem uma política personalista e se enfrentam em várias guerras, cada qual querendo herdar o Império para si.

Em 310 a.C. Cassandro (filho do general Antípater) manda assassinar o filho de Alexandre O Grande, Alexandre IV, e sua mãe Roxana. Em 309/8 a.C. são eliminados também Cleópatra, irmã de Alexandre, e Héracles, filho bastardo de Alexandre. Termina assim a dinastia dos argeadas, e o “reino não foi repartido para os seus descendentes” e “passou para outras mãos que não a deles [descendentes]”

Inicialmente o reino é dividio entre os 5 principais generais, mas 3 deles conspiram e matam Antígono.

O Império é dividido para os "quatro ventos" da seguinte forma:

Ptolomeo: Egito, Palestina e parte de Síria;
Casandro: Macedônia com soberania nominal sobre Grécia;
Lisímaco: Tracia e uma grande parte do Ásia Menor;
Seleuco: parte da Ásia Menor, o norte de Síria, Mesopotamia e o oriente, ou seja, a maior parte do que tinha sido o Império Persa.

5
O rei do sul será forte, como também um dos seus príncipes; e este será mais forte do que ele, e reinará, e grande será o seu domínio,


O reino do sul é o Egito, o rei (S) é Ptolomeu I Soter (323-285), do Norte é Seleucus I Nicator (311-280), o primeiro rei Selêucida.

6
mas, ao cabo de anos, eles [Norte e Sul]se aliarão; e a filha do rei do sul [Egito] virá ao rei do norte [Síria] para fazer um tratado. Ela, porém, não conservara a força de seu braço; nem subsistirá ele, nem o seu braço; mas será ela entregue, e bem assim os que a tiverem trazido, e seu pai, e o que a fortalecia naqueles tempos.


A expressão “ao cabo de anos”, parece indicar um certo pulo de tempo, por isso não há a inclusão do reino de Antíoco I Sóter (281-261 a.C.).
O rei do Sul/Egito Ptolemeu II Philadelphus (285-246) casou sua filha Berenice com o rei do Norte Antioco II Theos (261-246), no ano 252.
Berenice, Antioco e seus séquitos foram assassinados.
Ptolomeu morreu na mesma época.


leoncrd
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 19

Cidade Cidade : SP

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 07/03/2012


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Restauração da Verdade

Mensagem por leoncrd em Sex Mar 09, 2012 6:48 pm

Daniel 11 - 7 a 16

7-9
Mas dum renovo das raízes dela um se levantará em seu lugar, e virá ao exército, e entrará na fortaleza do rei do norte, e operará contra eles e prevalecerá.
Também os seus deuses, juntamente com as suas imagens de fundição, com os seus vasos preciosos de prata e ouro, ele os levará cativos para o Egito; e por alguns anos ele deixará de atacar ao rei do norte.
E [este] entrará no reino do rei do sul, mas voltará para a sua terra.


O irmão de Berenice, Ptolemy III Euergetes (Sul) (246-221) é o renovo da mesma raiz.
Ele atacou Antioquia, que era a fortaleza do rei do Norte, Seleuco II Calínico (246-226).
Depois de saquear a cidade, levou as riquezas para seu reino, que o texto identifica como Egito, confirmando a identificação proposta sobre o Reino do Sul.

10
Mas seus filhos intervirão, e reunirão uma multidão de grandes forças; a qual avançará, e inundará, e passará para adiante; e, voltando, levará a guerra até a sua fortaleza.


Seleuco II Calínico teve dois filhos, Seleucus III Sóter (226-223) e Antíoco III Magno (223-187). Os quais começaram a reação do reino do “Norte” contra o do “Sul”.
A fortaleza é Ráfia.

11-12
Então o rei do sul se exasperará, e sairá, e pelejará contra ele, contra o rei do norte; este porá em campo grande multidão, e a multidão será entregue na mão daquele.
E a multidão será levada, e o coração dele se exaltará; mas, ainda que derrubará miríades, não prevalecerá.


O rei do Norte era Antioco III, que juntou um grande exército na Batalha de Ráfia, mas foi derrotado por Ptolomeu IV (221-203), rei do Egito/Sul, em 217.

13
Porque o rei do norte tornará, e porá em campo uma multidão maior do que a primeira; e ao cabo de tempos, isto é, de anos, avançará com grande exército e abundantes provisões.


Diante da derrota, Antíoco III voltou-se a reestruturar o Império Selêucida, empreitada na qual foi muito bem sucedido.
Após recuperar, e aumentar, sua força e prestígio, Antíoco preparou uma nova guerra contra o Egito, tendo firmado em 203 a.C. um pacto secreto com Filipe V, rei da Macedônia, de que eles repartiriam o reino dos Ptolomeus.
Tem início a 5ª Guerra Síria, que durou entre 202 e 200 a.C.
Desta vez Antíoco III, após três anos, derrotou o exército de Ptolomeu V.

14
E, naqueles tempos, muitos se levantarão contra o rei do sul; e os violentos dentre o teu povo [dentre teu povo: judeus] se levantarão para cumprir a visão, mas eles cairão.


Nessa época, muitos judeus no território de Ptolomeu V (Sul) se aliaram ao Selêucidas (Norte), levantando uma rebelião, a qual foi esmagada pelo general Scopas da dinastia dos Ptolomeus (Sul).


15
Assim virá o rei do norte, e levantará baluartes, e tomará uma cidade bem fortificada; e as forças do sul não poderão resistir, nem o seu povo escolhido, pois não haverá força para resistir.


Antíoco III toma a cidade fortificada de Sidon, e as forças do Sul/Ptolomeu perdem a batalha de Panion, e nem mesmo as tropas de elite de Ptolomeu (Sul) resistem ao avanço das tropas do Norte.


16
O que, porém, há de vir contra ele fará o que lhe aprouver, e ninguém poderá resistir diante dele; ele se fincará na terra gloriosa, tendo-a inteiramente sob seu poder.


Antíoco III conquista a Judea/Jerusalém em 198/197 a.C.
Podemos identificar que a “terra gloriosa” para Daniel, portanto, é Jerusalém/Judea.

leoncrd
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 19

Cidade Cidade : SP

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 07/03/2012


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Restauração da Verdade

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum