Últimos assuntos
» Os cinco pastores mais rico do Brasil
Ter Ago 21, 2018 11:45 pm por Leite de Oliveira

» 666
Seg Ago 20, 2018 8:48 pm por Leite de Oliveira

» Pena de morte para bandidos
Seg Jun 19, 2017 6:50 am por Isaque palazon

» Os 7 (sete) Espíritos de YHWH
Qua Fev 22, 2017 12:16 am por azzi

» Apresente-se aqui
Qua Nov 23, 2016 2:40 pm por Paulo Henrique Gasparino

» Viver em Israel - Imigração
Dom Nov 20, 2016 1:43 pm por Oziel rodrigues

» Judeus Messiânicos e suas heresias.
Sex Out 21, 2016 6:59 am por EderTe

» A "Fé Evangélica" é genuinamente bíblica?
Ter Out 18, 2016 9:35 pm por Roberto Gavazza

» 2 samuel 24:1 x 1 cronicas 21:1
Ter Out 18, 2016 7:17 pm por Roberto Gavazza

» Bnei Noach
Ter Out 18, 2016 3:27 pm por Roberto Gavazza

Menu
  Add a Favoritos

  Home Page

  Regras do fórum

  Portal

  Fórum

  Registre-se

  Quem somos

  Normas e Dicas

  Estudos biblico

  Mapa de Israel

  História de Israel

  Aula de Hebraico

  Dicionário biblico

  Biblia em Hebraico


Calendário biblico
Estatísticas
Temos 4255 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Gibassan

Os nossos membros postaram um total de 16985 mensagens em 1199 assuntos

Diferença entre Farisaísmo e Torah

Ir em baixo

Diferença entre Farisaísmo e Torah

Mensagem por Convidad em Sab Out 08, 2011 3:32 pm

Shabat para todos!


Sobre uma afirmação equivocada do texto de Isaías 1:13:


Muitos ainda não conseguem diferenciar “legalismo farisaico” da Lei de D'us.
O mais deprimente na afirmação é a “quase” blasfêmia em dizer que o Eterno detestava algo que Ele mesmo instituiu!
Será que o Eterno D'us, Criador do universo, estabeleceria algo tão ruim para os filhos de Israel que Ele mesmo detestaria depois?
Porque se D'us detestava algo que Ele, com certeza, sabia que era bom, talvez este D'us exaltado pelo rabino Sha’ul (apóstolo Paulo) em Romanos 11:33-36 que diz:
“Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de D'us! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos! Porque quem compreendeu o intento de ADONAI?
Ou quem foi Seu conselheiro? Ou quem Lhe deu primeiro a Ele, para que lhe seja recompensado?
Porque Dele, e por Ele, e para Ele são todas as coisas; glória, pois, a Ele eternamente. Amém!”
, tivesse se enganado, ou errado o alvo, como se talvez o Eterno Todo Poderoso, de sabedoria infinita e inalcançável pudesse se equivocar!

Lemos o texto usado numa afirmação equivocada:
Isaías 1:13: “não continueis a trazer ofertas vãs; o incenso é para Mim abominação, e também as Festas da Lua Nova, os Sábados, e a Convocação das Congregações; não posso suportar iniqüidade associada ao ajuntamento solene.”

Primeiro, vamos entender o que significa o termo “solene”:
1. celebrado com pompa e magnificência;
2. acompanhado de formalidades ditadas por leis ou costumes;
3. imponente, majestoso;
O Eterno diz que este ajuntamento é solene, solene porque foi estabelecido por Ele, não por causa dos participantes.

Segundo, D'us nos revela o motivo de Sua insatisfação: “não posso suportar iniqüidade associada ao ajuntamento solene”.
A abominação diante do Eterno não estava no que Ele mesmo instituiu, mas na iniqüidade dos participantes que transformaram atos de obediência e amor em religiosidade, por causa da desobediência aos princípios da Torah.
Yeshua fez uma advertência similar em Mateus 23:23:
“Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer essas coisas e não omitir aquelas.”

O que adianta ir à igreja, orar em alto e bom som usando palavras admiráveis, conhecer a Bíblia, ser um bom pregador, entregar o dízimo, não faltar aos cultos, etc., se diante do Eterno que tudo vê, a pessoa ainda é escrava do pecado?
Novamente, Yeshua ensinando sobre os escribas e fariseus em Mateus 23:3: “Observai, pois, e praticai tudo o que vos disserem; mas não procedais em conformidade com as suas obras, porque dizem e não praticam.”
Veja bem, iniqüidade (vida em pecado ou escravidão do pecado, vida sem Lei) difere de transgressão da Lei (pecado). D'us abominará estas práticas referentes à igreja, se estiverem associadas à iniqüidade.
O problema não está nas coisas que foram estabelecidas pelo Eterno, mas nas pessoas para as quais estas coisas foram estabelecidas.

Terceiro, é totalmente inconseqüente alguém afirmar que Yeshua, o Filho de D'us, deixou de observar as coisas estabelecidas pelo Pai por causa da iniqüidade dos participantes, do legalismo e da hipocrisia dos fariseus!
Como religiosos iníquos e legalistas incrédulos e hipócritas conseguiram invalidar a Lei do D'us Todo Poderoso, ao ponto do próprio Messias não observá-la?
Eles conseguiram invalidar sim, mas em relação a eles mesmos e aos que os seguiam.


Última edição por Randfal em Seg Jan 14, 2013 3:41 am, editado 3 vez(es)
avatar
Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diferença entre Farisaísmo e Torah

Mensagem por *Thiago* em Dom Jan 13, 2013 9:04 pm

Olá!

Sei que o tópico é antigo e ninguém comentou nada. Mas como foi edificante para mim, queria aqui deixar meu comentário!

Parabéns pelo texto. Novamente aprendi algo neste fórum.

Abraço!

*Thiago*
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 19

Cidade Cidade : Mogi das Cruzes

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 12/01/2013

Religião Religião :
  • Outros


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diferença entre Farisaísmo e Torah

Mensagem por Xan Berg em Sex Jan 18, 2013 8:46 pm

Tiagão!

Bem, quero deixar claro que "fariseu" não é um termo que possa ser associado com hipocrisia, mas que existiam fariseus hipocritas assim com existiam fariseus justos, um exemplo é ó próprio mestre (Gamaliel) do apostolo Paulo.
avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 41

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diferença entre Farisaísmo e Torah

Mensagem por Convidad em Sex Jan 18, 2013 9:24 pm

Shabat para todos!

Xan escreveu:
Bem, quero deixar claro que "fariseu" não é um termo que possa ser associado com hipocrisia, mas que existiam fariseus hipocritas assim com existiam fariseus justos, um exemplo é ó próprio mestre (Gamaliel) do apostolo Paulo.

avatar
Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diferença entre Farisaísmo e Torah

Mensagem por *Thiago* em Sab Jan 19, 2013 1:12 am

Randfal escreveu:Shabat para todos!

Xan escreveu:
Bem, quero deixar claro que "fariseu" não é um termo que possa ser associado com hipocrisia, mas que existiam fariseus hipocritas assim com existiam fariseus justos, um exemplo é ó próprio mestre (Gamaliel) do apostolo Paulo.


Olá amigos! Ficou bem claro para mim sim, podem ficar tranquilos!

Entendi o sentido do texto e apreciei muito. Este equívoco (Fariseu = Hipócrita) acontece muito nas igrejas e é uma pena. Se os crentes (a maioria, não a totalidade) buscassem uma compreensão melhor dos ensinamentos de Yeshua não teríamos tantos absurdos, como por exemplo, a chamada "Teologia da Substituição". Acho que temos que deixar nossos pressupostos de lado e estudar e meditar na Bíblia, de modo que possamos deixar Deus nos mostrar a verdade.

Abraço!

*Thiago*
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 19

Cidade Cidade : Mogi das Cruzes

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 12/01/2013

Religião Religião :
  • Outros


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diferença entre Farisaísmo e Torah

Mensagem por goerlisch em Dom Set 29, 2013 4:21 pm

Não precisamor ir muito longe.
Vamos imaginar que Yeshua viesse ministrar em nossas congregações.
Entraria em congregações que é ensinado que a mulher deve usar saia, não pode ir ao teatro, assistir TV, não pode depilar o sovaco, não pode isso e aquilo.

Certamente Yeshua chamaria os pastores de hipócritas, por que estipularam regras fora da bíblia, de acordo com um costume europeu e que de verdade do Eterno não tem nada.

Mas, poderiamos pensar: a mulher realmente não deveria usar roupa de mulher? Claro que sim. Mas roupa de mulher não é só saia...Existem calças feminias...a prova disto é: Se toda calça é roupa masculina, permita-me entrar numa loja, comprar uma calça rosa, dita menina, e aí o pastor ou teologo que disse esta baboseira, use ela em algum evento...

Ele não usará por que dirá que esta calça é feminina.

O que Yeshua não seguiu era alguns costumes que estavam fora da Torah.
Dizer que Yeshua violou a torah, seria dizer que Ele pecou.

Ele é o modelo, o exemplo, o gabarito que devemos seguir. Se nos perguntar: Como devo agradar a D-us, ou como devo cumprir a Torah?

A resposta é: Observe a vida de Yeshua...Siga seus passos. Faça o que Ele fez. Creia nele.


Infelizmente a palavra fariseu é tida como um sinônimo de hipócrita.
Nicodemos e José de Arimatéia também são exemplos de fariseus que não eram hipócritas, pois foram os únicos que manifestaram-se contra a crucificação de Yeshua e ainda foram pedir o corpo do Meshiach enquanto seus discípulos se escondiam.

Muito bom o texto.
avatar
goerlisch
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 57

Cidade Cidade : Jaraguá do sul

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 20/04/2013

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diferença entre Farisaísmo e Torah

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum