Últimos assuntos
» 666
Seg Jun 26, 2017 9:58 pm por Gessimiel

» Pena de morte para bandidos
Seg Jun 19, 2017 6:50 am por Isaque palazon

» Os 7 (sete) Espíritos de YHWH
Qua Fev 22, 2017 12:16 am por azzi

» Apresente-se aqui
Qua Nov 23, 2016 2:40 pm por Paulo Henrique Gasparino

» Viver em Israel - Imigração
Dom Nov 20, 2016 1:43 pm por Oziel rodrigues

» Judeus Messiânicos e suas heresias.
Sex Out 21, 2016 6:59 am por EderTe

» A "Fé Evangélica" é genuinamente bíblica?
Ter Out 18, 2016 9:35 pm por Roberto Gavazza

» 2 samuel 24:1 x 1 cronicas 21:1
Ter Out 18, 2016 7:17 pm por Roberto Gavazza

» Bnei Noach
Ter Out 18, 2016 3:27 pm por Roberto Gavazza

» Decifrando o Apocalipse
Ter Out 11, 2016 11:05 pm por Gessimiel

Menu
  Add a Favoritos

  Home Page

  Regras do fórum

  Portal

  Fórum

  Registre-se

  Quem somos

  Normas e Dicas

  Estudos biblico

  Mapa de Israel

  História de Israel

  Aula de Hebraico

  Dicionário biblico

  Biblia em Hebraico


Calendário biblico
Estatísticas
Temos 4254 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Erick Silva

Os nossos membros postaram um total de 16978 mensagens em 1199 assuntos

Sétimo Dia - a promessa.

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Xan Berg em Sex Abr 10, 2009 5:49 pm

Contagem final e a promessa de descanso aos escolhidos.

Guardais dias, e meses, e tempos, e anos. Gálatas 4:10


Autor do estudo: Xan



Gostaria de vos chamar a atenção para o fato bíblico que faz referências a volta do nosso Messias, pois sentimos que este acontecimento está próximo e tudo indica que estamos vivendo a última geração.

Partindo do principio da criação, fator que possivelmente pode ter ocorrido no período de sete mil anos ou sete dias, pois para YHWH um dia é como mil anos e vice-versa (II Pedro 3:8), concluímos que no último dia da criação, o Eterno criou algo importantíssimo e firmou uma promessa, ou seja, no sétimo dia Ele criou o descanso, o shabat, e a promessa firmada é de um dia entrarmos neste descanso que está preparado desde a fundação do mundo, segundo lemos no capítulo 4 de Hebreus.

Yeshua nos aconselha a observarmos a figueira (Mat 24:32), que representa Israel, e a partir deste ponto chegaremos a conclusão de que a vinda dele está mais próxima do que imaginamos.

Tempo restante para entrarmos no sétimo dia.

A profecia:

Quem jamais ouviu tal coisa? Quem viu coisas semelhantes? Poder-se-ia fazer nascer uma terra num só dia? Nasceria uma nação de uma só vez? Mas Sião mal sentiu as dores de parto, e já deu à luz a seus filhos - Isaias 66:8.

Esta nação nasceu no dia 14 de maio de 1948 - Proclamação do Estado de Israel.

Fonte histórica detalhada: O nascimento de Israel - ver aqui

Como vimos, a nação de Israel foi reconhecida e criada, e consequentemente o retorno dos judeus.

A partir de agora passaremos para o ponto em que Yeshua faz menção a sua vinda.

Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas estas coisas aconteçam. - Mateus 24:34.

a) O Templo deveria ser destruído e já foi, logicamente que isso aconteceu antes de 1948, porém os detalhes do seu retorno, Yeshua narrou posteriormente, quando estava no Monte das Oliveiras, e não no templo, isso quer dizer que a destruição do templo não se enquadrou nos últimos sinais da Sua volta, que está previsto para a última geração.

b) Tudo indica que estamos vivendo o principio das dores, pois os fatos narrados em Mateus 24: 4-14 vemos constantemente na mídia, não se esquecendo também dos fatos ocorridos durante as inquisições católica e protestante, o holocausto, e muitas outras perseguições em que sofreram os judeus e crentes fieis que mantinham a fé em YHWH e em seus mandamentos. Consideramos também as diversas guerras que trouxeram, e estão trazendo, sérias consequencias as nações.

c) Se verificarmos quais são as coisas que devem anteceder a vinda do Messias, concluiremos que estamos um passo para entrar na fase da grande tribulação, ou seja, do versículo 15 ao 22 do capitulo 24 de Mateus podemos ver Yeshua direcionando sua profecia a casa de Israel, pois continua guardando o sábado conforme o mandamento, e a abominação da desolação deverá estar em Israel.

A partir do versículo 23 ao 28 o direcionamento da profecia passa a ser para aqueles que crêem em Yeshua, ou seja, todos os chamados para a salvação.

Podemos compreender que biblicamente uma geração (duração média da vida de um homem) é equivalente a 70 anos (Salmos 90:10).

Hoje, ano de 2009, Israel tem a idade de 61 anos desde sua proclamação e soberanía, faltando pouco menos de 9 anos para atingirmos a geração biblica e dentro destes 9 anos pode estar a última semana de Daniel, ou seja, o período em que a abominação da desolação influenciará as nações e governos.

Quanto tempo nos resta para entrarmos no sétimo dia de D-us?

Israel que também é simbolicamente chamado de figueira ou oliveira tem seu calendário contado praticamente desde a fundação do mundo, pois se baseia na genealogia de Adão, ou seja, estamos no ano de 5.770.

Se calcularmos o ano de Israel + o milênio, chegaremos a soma de 6.770 anos, isso quer dizer que a margem de erro num período de 7.000 anos está na casa dos 230 anos, que provavelmente se perderam na contagem dos anos das gerações desde Adão.

Vemos claramente que a vinda de Yeshua está próxima, pois para fechar uma geração, de acordo com o estabelecimento do Estado de Israel, nos resta apenas 9 anos e isso indica que o encontro com o Ele nos ares está muito próximo sabendo que depois disso será implantado o reino milenar aqui na terra onde Yeshua reinará sobre o trono de David, conforme predisse Isaias (9:7).

Sabemos que o número sete é o numero escolhido pelo Eterno em seus mistérios,
podemos ver que Ele determinou que no sétimo ano, a cada sete anos, seria o ano da remissão, vejamos:

Guarda-te, que não haja pensamento vil no teu coração, e venhas a dizer: Aproxima-se o sétimo ano, o ano da remissão, e que o teu olho não seja maligno para com teu irmão pobre, e não lhe dês nada; e que ele clame contra ti ao Senhor, e haja pecado em ti - Deut. 15:9.

Pontos a serem observados:

No dia em que Israel completar uma geração, no dia 14 de maio de 2018 será Yon Kipur Katan (dia do jejum para perdão dos pecados), será também o ano da remissão, e por incrível que pareça, quando Israel tiver a idade de 69 anos estaremos comemorando 50 anos da libertação de Jerusalém (que está no Monte Santo do Senhor), ou seja, o jubileu que esta relacionado ao descanso.

Santificareis o qüinquagésimo ano, e proclamareis liberdade na terra a todos os seus moradores. Ano de jubileu vos será, e cada um de vós retornará à sua possessão, e cada um de vós voltará à sua família. O qüinquagésimo ano vos será jubileu; não semeareis, nem segareis o que nele nascer de si mesmo, nem colhereis as uvas das vinhas não podadas. (Levitico 25:10-11)

Portanto vigiai, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor. Mas considerai isto: Se o pai de família soubesse a que hora viria o ladrão, vigiaria e não deixaria que sua casa fosse arrombada. Por isso estai vós também apercebidos, porque o Filho do homem há de vir à hora em que não penseis.




Última edição por Xan em Sab Out 17, 2009 12:51 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 40

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Diego Yo'ets em Sex Out 16, 2009 11:25 pm

Muito bom Xam , nunca tinha pensado assim , faz sentido.. mas acho que seria irresponsabildade sermos conclusivos.
avatar
Diego Yo'ets
Moderador
Moderador

Mensagens Mensagens : 2103

Idade Idade : 34

Cidade Cidade : Fortaleza-Ce

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 13/08/2009

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://adonayechad.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Xan Berg em Sab Out 17, 2009 12:45 pm

Diegão


Correto, devemos ter em mente que o DIA e a HORA ninguém sabe e a biblia não revela, logo, qualquer data exata estipulada será um grande risco.

Yeshua foi claro ao afirmar que o dia exato e a hora exata nem ele sabia, porém, ELE CONHECIA OS TEMPOS que antecederiam sua volta, e isso ele ensinou.
avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 40

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Diego Yo'ets em Sab Out 17, 2009 1:22 pm

Xam...

Esse é o espírito que devemos manter, confiar em Deus que no mommento oportuno Ele agirá ao nosso favor. Pois como dito em Gen e Ap o sangue do justo Abel até agora clama por Justiça.....
avatar
Diego Yo'ets
Moderador
Moderador

Mensagens Mensagens : 2103

Idade Idade : 34

Cidade Cidade : Fortaleza-Ce

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 13/08/2009

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://adonayechad.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Eunice em Dom Out 18, 2009 11:54 pm

Muito interessante Xan este tema, e muito há para dizer ainda, mas mesmo sendo inconclusivo o dia e a hora, porque nosso Senhor virá como o ladrão (ou seja quando ninguém o espera) por isso convém que velemos a cada minuto para não sermos apanhados despercebidos como as virgens loucas!
avatar
Eunice
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 672

Cidade Cidade : Portugal

País País : Portugal

Inscrição Inscrição : 11/04/2009

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Xan Berg em Seg Out 19, 2009 6:43 pm

caros irmãos


Estou imensamente agradecido a YHWH por vocês se beneficiarem deste simples estudo.

Creio que a partir de agora nossos horizontes se abriram mais um pouquinho e juntos podemos acrescentar mais itens importantes.

Estejam a vontade para comentar.
avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 40

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Emanuelle Amaral Figueire em Seg Out 19, 2009 7:34 pm

irmão Xan,

Tenho aprendido muito com os estudos.....e é claro amei este também....gostaria de pedir se você pode me enviar para minha caixa de mensagens para que eu possa guardar e sempre poder meditar e observar. Deus o abençoe, fica na paz do Senhor Jesus Cristo!



flower flower flower

Emanuelle Amaral Figueire
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 1

Cidade Cidade : sao paulo

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 21/08/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Xan Berg em Seg Out 19, 2009 9:16 pm

Emanuelle


Parabéns pela sua primeira postagem aqui em nosso fórum e obrigado por apreciar o estudo.

Já enviei o estudo para sua conta de e-mail, faça bom proveito e todo comentário que tiverem e que possa enriquecê-lo, desde já serão bem-vindos.


Abraço

Xan
avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 40

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Alex_Maciel em Qua Out 21, 2009 6:34 am

amigos,

Xan belo texto, parabens!

Outro dia escutei uma pregação num site judaico messianico falando sobre as semelhanças das vidas de Jose (filho de Israel) e Jesus - e realmente pode-se notar, viveram situações muito parecidas. Gostei tanto que fiz um levantamento biblico sobre isso e postei aqui:

http://www.pibdcaxias.com.br/forum/forum_posts.asp?TID=73

Neste arquivo em midia, havia uma citação sobre Jose fazer o povo do Egito sair para que pudesse apresentar-se a seus irmãos a sós, e seguindo esta linha de pensamento citada, pode-se dizer que Jesus daria um "basta" em suas tratativas com os povos e entraria em entendimento apenas com o povo judeu?

Gênesis 45:1
"Então José não se podia conter diante de todos os que estavam com ele; e clamou: Fazei sair daqui a todo o homem; e ninguém ficou com ele, quando José se deu a conhecer a seus irmãos."


Zacarias faz as seguintes afirmações, quando Ele se apresentar aos seus:

Zacarias 12:7 à 8
"E o SENHOR salvará primeiramente as tendas de Judá, para que a glória da casa de Davi e a glória dos habitantes de Jerusalém não seja exaltada sobre Judá.
Naquele dia o SENHOR protegerá os habitantes de Jerusalém; e o mais fraco dentre eles naquele dia será como Davi, e a casa de Davi será como Deus, como o anjo do SENHOR diante deles. "
avatar
Alex_Maciel
Moderador
Moderador

Mensagens Mensagens : 395

Idade Idade : 36

Inscrição Inscrição : 19/09/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Leite de Oliveira em Qua Out 21, 2009 6:33 pm

Xan

o termo descansou
Deus
seria melhor aplicado se fosse sessou
Deus
pois
ele
não cansa.
avatar
Leite de Oliveira
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 1453

Idade Idade : 52

Cidade Cidade : Natal RN

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 01/09/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Leite de Oliveira em Qua Out 21, 2009 10:04 pm

meu pai trabalha até hoje
quanto a contagem de tempos foi
muito bom seu estudo
mas essa duvida que
Deus
descançou, há muito tempo que tenho
e ninguém nunca me explicou convicentemente
sempre achei que foi um engano de tradução
e que talvez a palavra correta seria
terminou de fazer a terra no 7º dia
ou cessou a criação no 7º dia
pode me ajudar?
avatar
Leite de Oliveira
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 1453

Idade Idade : 52

Cidade Cidade : Natal RN

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 01/09/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Eunice em Qui Out 29, 2009 1:41 am

E D'us, por acaso, precisava “descansar”? óbvio que não! Mas o próprio exemplo que Ele dá, no relato da Criação, corresponde às mais modernas concepções psico-filosóficas educacionais:o exemplo é fundamental! Quem é pai ou educador sabe o devastador efeito da frase: “Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço...”Em termos técnicos, poderíamos dizer que isto gera uma dissonância cognitiva;


O Shabat designa um tempo sagrado, em oposição ao tempo profano.

O descanso é santificado pelo pensamento da criação. Shabat, significando descanso em hebraico vem do verbo lishbot, descansar, cessar, repousar, que também significa 'fazer greve'. Descanso também pode ser menu'há (repouso, descanso, tranqüilidade, calma, quietude) e hinafshut que significa literalmente 'retomar a alma'. Se o homem que observa o Shabat se lembrar da criação, também evocará a lembrança da saída do Egito, pois só os homens livres descansam. Não se trata apenas de abandonar todo trabalho, mas de banir do espírito todas as angústias e opressões interiores: um descanso libertador da alma.
avatar
Eunice
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 672

Cidade Cidade : Portugal

País País : Portugal

Inscrição Inscrição : 11/04/2009

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Leite de Oliveira em Qui Out 29, 2009 6:57 pm

Eunice escreveu:
um descanso libertador da alma.
Não entendi pois que semelhança há
com o descanço de
YHWH
Álias entramos no sétimo dia e alguém
pode me orientar se já saimos dele?
Quando
YHWH
cessou a criação nada mais foi criado
so então houve transformação
isso colabora com a teoria de Darvin?
avatar
Leite de Oliveira
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 1453

Idade Idade : 52

Cidade Cidade : Natal RN

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 01/09/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Profeta em Qui Out 29, 2009 7:50 pm

Eu creio que os dias da criação não eram exatamente como os dias atuais, pois a criação dos astros e do sol ocorreu somente no quarto dia.
avatar
Profeta
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 38

Cidade Cidade : Brasil

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 22/07/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Leite de Oliveira em Qui Out 29, 2009 9:59 pm

Claro profeta, os dinossauros foram criados no
5º dia e o homem no 6ºdia
no entanto o homem nunca viu um dinossauro vivo
avatar
Leite de Oliveira
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 1453

Idade Idade : 52

Cidade Cidade : Natal RN

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 01/09/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Diego Yo'ets em Qui Out 29, 2009 10:18 pm

Profeta...

só uma curiosidade....

VC está amplamente correto o sol, a lua e os luminares foram criados no 4º dia. Mas como explicar que YHWH criou a luz no primeiro dia (GN 1:3-5) e os luminares somente no 4º dia? O que iluminou a terra nos primeiros 3 dias?
avatar
Diego Yo'ets
Moderador
Moderador

Mensagens Mensagens : 2103

Idade Idade : 34

Cidade Cidade : Fortaleza-Ce

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 13/08/2009

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://adonayechad.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Leite de Oliveira em Qui Out 29, 2009 10:37 pm

YHWH
disse no quarto dia haja luz
e não faça
o verbo haver é diferente do verbo fazer
a luz sempre existiu desde o primeiro dia
pois houve tarde e manhã
agora os luminares toram criados no 4º dia
então fica a pergunta de onde vinha a luz
lá vai a resposta:


Nunca mais te servirá o sol para luz do dia nem com o seu resplendor a lua te iluminará; mas o SENHOR será a tua luz perpétua, e o teu YHWH a tua glória. Isaias 60:19
avatar
Leite de Oliveira
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 1453

Idade Idade : 52

Cidade Cidade : Natal RN

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 01/09/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Eunice em Sex Out 30, 2009 3:40 am

Repare Leite de Oliveira, YHWH descansou ao sétimo dia e por isso nós devemos descansar também, esse descanso do Sétimo dia o "Shabbat" é um descanso no qual o se trata apenas de abandonar todo trabalho,
mas de banir do espírito todas as angústias e opressões interiores: um
descanso libertador da alma.

Penso que é simples entender.....
avatar
Eunice
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 672

Cidade Cidade : Portugal

País País : Portugal

Inscrição Inscrição : 11/04/2009

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Xan Berg em Sex Out 30, 2009 8:59 am

Convidado

Veja que interessante, hoje eu estava lendo algumas materias judaica e encontrei algo que parece estar em harmonia com o assunto principal deste tópico.

Encontrei um questionamento quanto ao presente ano do calendário bilbico israelita, que diz:

Fico curiosa em saber o que este ano nos reserva. Todo ano judaico tem uma relação numérica com palavras que lhe dão certo sentido. Há alguma explicação para 5770?

RESPOSTA:

“770" é numericamente equivalente à palavra hebraica que significa"abrir caminho”. Isso refere-se ao Mashiach, como está escrito, “Aquele que abre caminho”. Esta é a tarefa de Mashiach – irromper pelas barreiras do exílio e divulgar a santidade pelo mundo.

Além disso, o número 770 é um múltiplo de sete. Os Sábios ensinam:“Todos os sétimos são queridos”. Esta é também a tarefa de nossa geração, a sétima – apressar a vinda da Era da Redenção, a era na qual D’us novamente revelará Sua Presença abertamente ao mundo.

Não é uma promessa de um futuro distante, mas uma realidade iminente. Estamos no limiar da Redenção e na verdade, em vias de atravessar aquele limiar.


avatar
Xan Berg
Administrador
Administrador

Mensagens Mensagens : 2636

Idade Idade : 40

Cidade Cidade : Israel

País País : Israel

Inscrição Inscrição : 18/12/2008

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


http://www.torahweb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Leite de Oliveira em Sex Out 30, 2009 4:40 pm

Eunice e Xan

Olhe acho estranho essa frase
descansou
YHWH
no sétimo dia
por entender que não há necessidade
Dele
descançar pois disse
Yeshua
meu pai trabalha até agora e eu também
não quero dizer com isso que sou contra o descanço
no sabado
mas que o que acho é que no sétimo dia
YHWH
cessou da obra da criação o que não deixa
de ser um descanço
entramos no sétimo dia de
YHWH
e ainda não vi nada parecido com o oitavo dia que para mim será o grande dia do Senhor
então estamos ainda no setimo dia?
pois como já frisei os dia não são de 24 horas
pois os grandes dinossauros vieram no 5º dia
e o homem no 6º dia e o homem jamais viu
um dinossauro vivo a não ser no jurassic park
esse dia começa e termina quando
YHWH
quer que ele comece e termine
avatar
Leite de Oliveira
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 1453

Idade Idade : 52

Cidade Cidade : Natal RN

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 01/09/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Eunice em Sex Out 30, 2009 4:51 pm

Leite de Oliveira,

Para mim seu raciocinio está correctissimo, mas vamos analisar mais a fundo a raíz das palavras para melhor entendermos o que realmente a escrita original nos diz, venha então comigo:

É interessante observar outras palavras no hebraico que possuem a mesma
raiz “sheb ou shab”, que no alfabeto representa-se pelas letras “shin” raíz e “bet”. Assim, a palavra “shebat” significa o número sete; “Shibim”,setenta; “shebii”, “shebua” significa período de sete, semana, ou Festa das sete semanas (Shavuot, que é a Festa de Pentecostes). O número sete, na Bíblia, aponta para algo que é perfeito, eterno, pleno, completo, absoluto. Desta raiz advém, também, a palavra “shabá”, que significa jurar, conjurar. É interessante, também, notar que, na língua hebraica, muitos antônimos são formados pelo mesmo radical.

Na minha opinião, dá a entender que possa ter havido um propósito do Eterno em chamar nossa atenção para o sentido oposto. Assim, no hebraico, a palavra “shabar” significa comprar, adquirir, enquanto shabat significa descansar, parar, cessar algo que se estava fazendo; justamente o contrário de comprar, adquirir, trabalhar, verbos estes que denotam uma atividade dinâmica, e não de descanso, repouso. Ainda estudando a palavra “Shabat” no hebraico, gostaríamos de considerar, pelo menos, quatro pontos bíblicos importantes:

avatar
Eunice
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 672

Cidade Cidade : Portugal

País País : Portugal

Inscrição Inscrição : 11/04/2009

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Eunice em Sex Out 30, 2009 5:05 pm

Em primeiro lugar, Êxodo 20:8 associa a guarda do Sábado ao fato do
próprio D'us ter descansado no sétimo dia, depois de seis dias de trabalho (Gn. 2: 2-3). Tudo o que D-us fez, Ele avaliou como bom, segundo o registro de Gênesis. Entretanto, somente o Sábado Ele santificou, dando a entender que tão importante quanto foi a criação do homem, é o dia de descanso, o sétimo, para o qual D-us, com certeza, tem um propósito futuro a ser revelado à humanidade. O Sábado, portanto, é um convite a regozijar-se com a criação de D-us, reconhecendo sua soberania divina.


Em segundo lugar, observa-se, em Dt. 5:15, um motivo diferente para a guarda do Sábado, fazendo o povo hebreu lembrar-se de que foram servos na terra do Egito, e que o Senhor os tirou dali com mão poderosa. Não seria analogamente viável lembrar-se de que um dia, também, o crente em Yeshua foi escravo do sistema de pecado, vivendo aprisionado neste mundo?

Terceiro, o Sábado é também um bom senso legal, concedendo um dia de descanso àqueles que trabalham durante um período consecutivo de seis dias. O livro de Êxodo 23:12 diz que “seis dias farás os teus trabalhos, mas ao sétimo dia descansará”. Seria possível associar isso com o fato registrado em I Coríntios 16:2, quando os apóstolos, no primeiro dia da semana (domingo), faziam uma coleta para os pobres de Jerusalém evitando, com isto, qualquer tipo de trabalho no Sábado?

Finalmente, o Sábado é um sinal da aliança de D'us com o homem. Por
inúmeras vezes, o próprio D'us tornou este sinal visível, como o arco com Noé, a circuncisão com Abraão, culminando no sangue de Yeshua - uma aliança eterna de salvação para a humanidade que nEle crer. Estamos debaixo do legalismo da Lei, ou debaixo da Graça de D'us ? A grande verdade é que todos os crentes gentílicos em Yeshua são participantes desta aliança que D'us fez com o povo de Israel. Como ramos enxertados na oliveira que é Israel (Rm. 11: 20), tem-se certos direitos. Gálatas 3:29 diz que, em Yeshua, somos descendentes de Abraão e herdeiros conforme as promessas.



CONTINUA......,


Última edição por Eunice em Sex Out 30, 2009 6:19 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Eunice
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 672

Cidade Cidade : Portugal

País País : Portugal

Inscrição Inscrição : 11/04/2009

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Eunice em Sex Out 30, 2009 5:22 pm

Ok, vamos falar um pouco então sobre os dinossauros:

Não concordo com vc na parte em que vc diz " o homem no 6º dia e o homem jamais viu um dinossauro vivo a não ser no jurassic park" quer saber porquê?

O QUE DIZ A BÍBLIA
A primeira referência a animais "dinossauricos" é Gén. 1:21 "D'us criou as grandes
baleias". A palavra hebraica para baleias é tanniym, que significa «monstro». Esta palavra surge mais de 20 vezes em toda a Bíblia.

O LEVIATÃ
Outra passagem relativa a dinossauros é Isaías 27:1. Este tipo de dragão marinho é chamado Leviatã (veja Salmo 74:14; 104:26), e está descrito pelo próprio YHWH em Job 41:1-34.
"Naquele dia o Senhor castigará com a sua dura espada, grande e forte, o Leviatã, a serpente veloz, e o Leviatã, a serpente tortuosa, e matará o dragão que está no mar" (Isaías 27:1)
"Fizeste em pedaços as cabeças do leviatã, e o deste por mantimento aos habitantes do deserto" (Salmo 74:14) "Tal é este vasto e espaçoso mar onde se movem seres inumeráveis, animais pequenos e grandes. Ali passam os navios; e o leviatã para nele folgar" (Salmo 104:25,26).

O Leviatã é apresentado como um animal temido, saindo chama (entenda-se, calor) da sua boca (v.21), com pele tão espessa (15-17) que nem espada ou pedra o afugenta. Curiosamente, lemos no verso 9 de Job 41:
"eis que a sua esperança falhará" numa clara e evidente referência à sua extinção. Por outro lado, isso significa que o homem conviveu com ele, pois descreve-o de uma forma muito completa..

O
BEEMOTE
Também Job 40:15-24 fala do Beemote, que era um ser herbívoro (v.15). Ele movia a sua cauda, com ossos fortes (v.17) e era impossível de capturar (v.24). Embora algumas versões da Bíblia o apresentem como o hipopotamo, a descrição não é conducente com esse animal, mas com um dinossauro.

OUTRAS REFERÊNCIAS

Mas existem outras passagens que se referem a "dragões" de vários tamanhos, como * Isaías 34:13. * Miqueias 1:8. * Malaquias 1:3. Nestas passagens, a palavra original no hebraico é tanniym, isto é, «monstro».
Os dinossauros foram criados por YHWH, multiplicaram, encheram a terra e conviveram com o Homem, cumprindo assim a ordem de YHWH (Gén.1:22).
avatar
Eunice
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 672

Cidade Cidade : Portugal

País País : Portugal

Inscrição Inscrição : 11/04/2009

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Leite de Oliveira em Sex Out 30, 2009 6:42 pm

Eunice os dinossauros que falei encontram-se em Gn 1:20 no quinto dia e que são datados em 251 milhões de anos
Os grandes repteis que voce citou encontram-se em gn 1:24 já também no sexto dia e são datados em aproximadamente 195 mil anos
avatar
Leite de Oliveira
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 1453

Idade Idade : 52

Cidade Cidade : Natal RN

País País : Brasil

Inscrição Inscrição : 01/09/2009


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Eunice em Sab Out 31, 2009 4:02 am

A gramática de Gênesis fornece algumas evidências convincentes para uma criação repentina. Por exemplo, a palavra hebraica traduzida “dia”, no contexto de Gênesis, refere-se tanto às horas de luz incluídas em um ciclo de 24 horas como a todo o período de trevas e luz (24 horas).
Observe, primeiramente, que a palavra hebraica traduzida “dia”, quando acompanhada por um adjetivon umérico (por exemplo, quarto dia), nunca é utilizada de maneira figurada. Ela é sempre entendida normalmente.

Em segundo,devemos observar que no Antigo Testamento o plural da palavra hebraica “dia” nunca é utilizado de maneira figurada (por exemplo, Êxodo 20.9) fora de um contexto que fala sobre a Criação. Somos, portanto, levadosa crer que tal palavra é utilizada de modo semelhante quando se refereàs origens.

Em terceiro, os vocábulos “tarde” e “manhã” nunca são empregados de maneira figurada no Antigo Testamento. Eles sempre descrevem um período de 24 horas.

Em quarto, YHWH nos oferece uma definição da palavra “dia” em Gênesis 1.5, designando-a como um período de luz e de trevas. Depois de criar a luz (Gênesis 1.3) e causar uma separação espacial, na terra, entre as trevas e a luz (Gênesis 1.4), YHWH estabeleceu o ciclo luz-trevas como uma medida de tempo (ou seja, um dia). Este ciclo luz-trevas é melhor entendido como um movimento derotação completo da terra, ou seja, um dia de 24 horas.

A interpretação gramatical das Escrituras é fundamental para que a
compreendamos com exatidão. Estes fatos são significativos indicadores exegéticos do tempo manifestado na Criação.
Eles indicam inquestionavelmente uma Criação em seis dias consecutivos, de 24 horas.
avatar
Eunice
Membro
Membro

Mensagens Mensagens : 672

Cidade Cidade : Portugal

País País : Portugal

Inscrição Inscrição : 11/04/2009

Religião Religião :
  • Judeu messiânico


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sétimo Dia - a promessa.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum